Após mais uma eliminação na pós-temporada da NBA, muito se especula sobre o futuro de Giannis Antetokounmpo no Milwaukee Bucks. Isso porque, a temporada regular magnífica não foi o bastante (novamente) para se dar bem nos playoffs.

Ficando mais uma vez pelo caminho, está claro para todo mundo que a equipe precisa de melhorias no elenco de apoio urgentemente. Por mais que a temporada regular tenha sido espetacular e empolgante (assim como a última), quando a coisa aperta, fica evidente que o favoritismo vai por água abaixo por conta da “Giannis-dependência”.

Vale relembrar que na temporada passada, Milwaukee liderava a final da Conferência Leste contra Toronto por 2-0. Mas, a partir do momento em que Kawhi Leonard passou a marcar o Grego, a história mudou. Já nessa temporada, ficou mais claro ainda que quando o melhor jogador da sua equipe está bem marcado pelos adversários, não há peças de escape que possam resolver as coisas para os Bucks.

Alerta ligado

Por esses motivos, o alerta para a franquia Wisconsin está ligado – para a imprensa, para a NBA, e para eles mesmos. Isso porque, a tendência é de que as próximas semanas sejam movimentadíssimas por lá. Rumores da saída de Antetokounmpo irão surgir, assim como os de grandes transferências para o Bucks.

Primeiramente, o medo de perder sua maior estrela está estampado no rosto da franquia. Até por isso, o co-proprietário do Milwalkee Bucks, Marc Lasry, prometeu ao astro grego e a seu agente, Alex Saratsis, melhorias no elenco da equipe para a próxima temporada. No entanto, há mais um ponto a ser ressaltado: Lasry parece estar disposto a ultrapassar o salary cap da sua franquia, sem se importar com as punições da liga sobre o assunto.

Os valores das multas podem variar de acordo com o quanto esse limite salarial for ultrapassado, mas, pelo visto, isso não parece ser um problema. Ao que tudo indica, o Bucks está disposto a abrir os cofres. Tanto por novos reforços, quanto para pagar os valores dos problemas que isso pode acarretar à franquia.

Esses movimentos são uma clara evidência de um nítido desespero por perder sua estrela após temporadas batendo na trave. Entretanto, por mais que eles estejam dispostos a fazer loucuras por manter Giannis nos Bucks, é preciso saber se ele ainda tem “saco” para ficar por lá. Seu contrato vai até o fim da próxima temporada, quando se tornará free-agent. Após isso, Antetokounmpo poderá deixar a equipe de graça, caso uma extensão contratual não seja assinada.

Fã do esporte; trabalho com NFL, NBA, futebol nacional e internacional e falo sobre Fórmula 1 nas horas vagas.

DEIXE UMA RESPOSTA