Com o Draft 2021 chegando, os fãs do futebol americano ficam ainda mais interessados em conhecer melhor os prospectos da seleção. Na texto de hoje do Especial Draft, falamos sobre os principais Quarterbacks disponíveis no Draft.

Trevor Lawrence

Foto: Alika Jenner/Getty Images

Salvo alguma exceção maluca que possa acontecer no dia do Draft, Trevor Lawrence dever ser a 1º escolha geral do processo. Sunshine, (assim como é conhecido devido aos seus longos cabelos louros) é considerado o melhor prospecto de Quarterback desde o saudoso Andrew Luck, em 2011.

Lawrence é praticamente um prospecto completo, detém uma boa força no braço, capaz de fazer todos os lançamentos exigidos, além de boa mira e capacidade de antecipação, sem contar sua presença de pocket e seu atleticismo, que podem lhe ajudar em alguns momentos.

Se podemos contar algum defeito no jogo de Trevor Lawrence, esse defeito seria a dificuldade em lançar em movimento. Isso porque, quando isso acontece, seus passes saem sem tanta precisão. Além disso, também podemos considerar que Lawrence telegrafa bastante seus passes olhando demais para a rota que pretende lançar.

Em suma, o Quarterback de Clemson é um talento geracional, tem tudo para, nos próximos anos, ser um dos melhores QBs da Liga se for bem lapidado por Urban Meyer e sua comissão em Jacksonville.

Justin Fields

Foto: Kevin C. Cox/Getty Images

Justin Fields chega ao Draft considerado por muitos como o 2º melhor QB. Começou sua carreira em Georgia, mas acabou perdendo a titularidade para o possante Jake Fromm, à partir disso, transferiu-se para Ohio State onde fez seu nome no cenário universitário.

Dono de um senhor canhão no braço direito, Fields tem, talvez, o melhor braço da classe, capaz não só de entregar passes em profundidade, mas também passes curtos e velozes. Além disso, também é um QB bastante preciso, valorizando ainda mais suas valências.

Fields é um guerreiro nato, não se entrega facilmente às dores. Tanto que na semifinal do Campeonato Universitário, fraturou as costelas durante o jogo e mesmo assim fez um passe para TD 56 jardas para Chris Olave.

No entanto, alguns especialistas chamam atenção para a falta de progressão de Justin Fields durante os snaps. Mas ainda não é algo que preocupe tanto os técnicos da NFL. Pois nesse Touchdown anteriormente citado, é possível ver Fields fazendo as devidas progressões e encontrando Olave no fundo do campo.

Assim como Lawrence, Fields tem total capacidade de chegar na NFL sendo titular desde o dia 1.

Zach Wilson

Foto: Jeff Swinger/AP

O Quarterback mais eletrizante do College Football em 2020 chega ao Draft com as expectativas lá em cima, vista sua evolução de 2019 para 2020. Wilson foi, com certeza, o jogador que mais evoluiu em 2020. O Quarterback de BYU impressionou a todos semana após semana com seus lançamentos fora de base, lembrando (bem vagamente) Patrick Mahomes.

Além de sua grandiosa capacidade de lançar sem base, Wilson ainda é dono de um atleticismo fora de série, capaz de resolver com as pernas sempre que for necessário. Assim como Fields, tem um braço muito potente, isso somado a sua capacidade de lançar em movimento impressiona qualquer um ao ver seus passes em profundidade. Além disso, Wilson também sabe cuidar muito bem da bola. Para se ter ideia, ele teve 30 TDs e apenas 3 INTs em 2020.

Entretanto, Wilson ainda assim é um Quarterback 50/50, se for bem lapidado pode, facilmente, tornar-se um dos melhores QBs da Liga. Mas, caso isso não aconteça e suas fraquezas como janelas de passe mais apertadas ou identificação de blitz ficarem expostas, Wilson encontrará muitas dificuldades na NFL.

Trey Lance

Foto: Sam Hodde/AP

Diferentemente de todos os principais Quarterbacks da classe, Trey Lance vem da 2º Divisão do College Football, mesmo jogando contra adversários bem mais fracos que os demais, Lance não deixou de mostrar seu potencial como QB na NFL.

Lance optou por não jogar em 2020, sendo assim, só tem um ano como titular em North Dakota State. Mostrou ter um atleticismo fantástico, sendo o QB mais atlético da classe, mesmo pesando 103 kg. Lance também tem um braço bem forte, mas sofre com certa inconsistência nos passes em profundidade, colocando muita mostarda na bola em algumas ocasiões.

Enquanto os outros QBs citados tem capacidade de ser titular no dia 1 ou decorrer do 1º ano na Liga, Lance precisa sentar no banco e ser lapidado, pois o mesmo ainda tem muito o que aprender. Esse é um investimento que times mais bem estruturados e funcionais podem ter o luxo de ter.

Mac Jones

Foto: Andrew Ferguson/Getty Images

O Campeão Nacional Mac Jones chega na NFL pronto para ser titular, mas engana-se quem pensa que é pelo talento que ele demonstrou nesse único ano como titular em Alabama. Jones está longe de ser o Quarterback mais talentoso do mundo, mas ainda assim, se saiu bem em um ataque recheado de talentos que estarão na NFL nesse próximo ano.

Como prospecto, Jones não detém um braço forte ou um atleticismo fora de série, entretanto, possui um processamento mental bem maior que os demais, é bastante inteligente tomando decisões (as vezes bem rápido) e também detém uma boa capacidade de antecipação.

Em suma, Jones não é o mais talentoso, mas é bastante prolífico e competitivo. Se chegar em seu teto, pode contribuir em muito em um sistema que maximize seus pontos fortes.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA