Seguindo a cobertura do Fumble Na Net do Draft da NFL de 2020, trazemos os nomes mais interessantes que alinham como EDGE’s; que é o jogador responsável por botar pressão no quarterback e ainda cuidar do lado de fora do backfield, dependendo da formação (3-4 ou 4-3), pode ser tanto um outside linebacker quanto um defensive end. 

1 – Chase Young, Ohio State

Seguindo a cobertura do Fumble Na Net do Draft da NFL de 2020, trazemos agora os nomes em destaque para a posição de EDGE.
Créditos: NBC Sports

Chase Young iniciou sua carreira como quarterback no high school, mas como não tinha o tamanho ideal, foi remanejado para defensive end. Durante a temporada de senior, ganhou o prêmio de jogador defensivo do ano. Depois de uma série de ofertas, ele escolheu Ohio State assim como os irmãos Bosa; e vale lembrar que a universidade tem uma recente tradição de edge rushers. Young é, sem dúvida, um jogador explosivo e muito inteligente. Sabe pressionar e reagir. Será um excelente ganho para a equipe que o selecionar no Draft da NFL deste ano.

2 – K Lavon Chaisson, LSU

Créditos: Chuck Cook-USA TODAY Sports

K Lavon Chaisson teve um ótimo primeiro ano por LSU, mas rompeu os ligamentos do joelho logo na estreia em 2018 e perdeu a temporada. Quando voltou, em 2019, foi um destaque principalmente no segundo semestre. Ainda precisa ganhar peso, mas é um jogador completo e com certeza fará sucesso logo.

3 – Curtis Weaver, Boise State

Photo by Tyler Ingham/Icon Sportswire via Getty Images

Apesar de um bom processamento mental, Weaver tem dificuldades em cobertura de passes e desvios. Consegue usar bem as mãos, mas a mobilidade está reduzida em razão de seu peso; isto é, precisa ganhar massa magra e reduzir a gordura. O bend de Weaver foi criticado, o que significa que ele terá que correr atrás de melhora se quiser ser bem escolhido neste Draft da NFL.

4 – A.J. Epenesa, Iowa

Photo/Charlie Neibergall

Apesar da idolatria em Iowa e por seu atleticismo, Epenesa não é tudo que a NFL espera de um EDGE, já a cobertura de passe dele deixa a desejar. No entanto, se ele for draftado por alguma franquia que jogue em Odd scheme, poderá jogar por dentro. O jogador também teve um desempenho abaixo do esperado no combine. Deverá ser uma das apostas mais de melhora do que de certeza.

5 – Yetur Gross-Matos, Penn State

Barry Reeger/Associated Press

Apesar da pouca idade, Gross-Matos passou por várias tragédias em sua vida. Perdeu o pai biológico aos 2 anos e o irmão mais velho nove anos depois. Apesar dos aspectos pessoais, Gross-Matos é um ótimo jogador, que faz um bom uso das mãos e é muito atlético. Precisa melhorar na leitura e na defesa contra corrida, mas tem muito potencial.

DEIXE UMA RESPOSTA