Está chegando a hora, o Draft da NFL se aproxima e seguindo a cobertura da equipe do Fumble na Net, dessa vez falaremos da classe de Tight Ends.

Está chegando a hora, o Draft da NFL se aproxima e seguindo a cobertura da equipe do Fumble na Net; dessa vez falaremos da classe de Tight Ends, indiscutivelmente uma das menos habilidosas da classe.

Adam Trautman

Está chegando a hora, o Draft da NFL se aproxima e seguindo a cobertura da equipe do Fumble na Net, dessa vez falaremos da classe de Tight Ends.
Foto: Butch Dill/Associated Press

Prospecto da pequena Universidade de Dayton, Trautman é um ex-Quarterback convertido em Tight End que dominou a segunda divisão do College Football. É, inegavelmente, um prospecto muito inteligente, sendo assim detém um grande entendimento de jogo. Trautman também é um monstro físico, com seus 2.00 metros de altura e 116 Kg, fazia muitos seus adversários parecerem meros garotos do High School.

No entanto, embora domina-se seus adversários em disputas um contra um, ele não tem um route running desenvolvido; mas isso não chega a ser um problema, pois o mesmo tem um grande potencial para isso, não tem uma grande técnica em bloqueios, mas demonstrou muita vontade em campo para aprender mais. Trautman é um prospecto que demanda tempo, se cair em um lugar que possa desenvolver suas habilidades neste Draft da NFL, poderá ser um ótimo jogador para sua equipe.

Thaddeus Moss

Foto: Mark J. Rebilas

Campeão Nacional com LSU e filho do Lendário Randy Moss, o prospecto Thaddeus Moss chega ao Draft da NFL com bagagem e um nome de peso. Em comparação com seu pai, Moss tem ótimas mãos e um ótimo controle de corpo, mas não exibe o mesmo atleticismo de Randy.

Diferentemente de seu pai, tem uma ótima mentalidade dentro e fora de campo, não aparenta ser uma diva e tem sua cabeça no lugar. Embora não seja um grande atleta fisicamente falando, Thad Moss se destaca muito nos bloqueios; foi essencial em muitos momentos para o jogo terrestre de LSU funcionar.

Hunter Bryant

Foto: Dean Rutz/The Seattle Times

O prospecto de Washington é um exímio recebedor e tem um grande potencial para produzir pós recepção. Entretanto, Bryant tem diversos problemas com bloqueios e não executa muito bem essa função que é amplamente exigida na NFL. Por isso, deve ser usado basicamente como um grande Wide Receiver pelo time que o escolher no Draft da NFL deste ano.

Cole Kmet

Foto: Darren Yamashita/USA TODAY Sports

Vindo de Notre Dame, Cole Kmet decidiu dedicar-se totalmente ao futebol americano somente em março de 2019; antes disso dedicava seu tempo ao Baseball também, e devido a esse fato Kmet tem um ótimo ball skills e uma grande capacidade de localizar a bola no ar, além de ser bastante físico. Mas, em contrapartida tem um problemas com bloqueios e route running. Os problemas de Kmet são totalmente contornáveis se tiverem paciência para desenvolve-lo.

Brycen Hopkins

Foto:Brian Spurlock/USA TODAY Sports

Prospecto de Purdue, Hopkins passou 4 anos sem nenhum problema de lesão, foi o principal recebedor do seu time durante o ano de 2019, é um grande bloqueador, muito bom correndo rotas, é o melhor da classe criando separação, mas sofre bastante com drops e tem grandes problemas em bolas contestadas. O time que escolher Hopkins precisará de muita paciência para desenvolve-lo.

Avatar
Torcedor dos 49ers, apaixonou-se pelo time após o passe de Alex Smith para Vernon Davis no Wild Card de 2011 contra o New Orleans Saints, também é dono do perfil @Column49ersBR no Twitter

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA