Mais de 400 garotos se preparam para o momento, que pode mudar suas vidas, o Draft da NFL. Depois de dar tudo de si no College, os garotos agora devem se preparar para o alto nível da NFL. Apesar de não estar sendo muito falada, a classe de IDL desse ano tem prospectos interessantes, conheça alguns deles:

Jay Tufele
22 tackles solo, 20 assistidos e 3.5 sacks

Apesar de ser cotado apenas para o terceiro dia de Draft, Tufele pode se tornar uma boa promessa dessa classe. O fato de Tufele não ter jogado o ano de 2020, pode influenciar muito na posição em que o mesmo será escolhido.

O IDL de USC, teve uma boa carreira no College, terminando sua passagem por USC com 64 tackles totais e 6.5 sacks, ao longo de 2 anos. Por conta de outros talentos de USC, como Amon-Ra St. Brown e Alijah Vera-Tucker, Jay Tufele pode acabar entrando mais nos draft boards da equipe.

Tufele também teve tempos bons no seu pro day, o que pode ajudar ainda mais o garoto a tentar subir no draft. Com uma classe um pouco escassa de IDL, podemos ter grandes surpresas no draft.

Christian Baremore
22 tackles solo, 15 assistidos, 8 sacks e 3 fumbles forçados

Um dos melhores IDL da classe, Baremore vem buscando dar continuidade aos grandes jogadores da posição, revelados por Alabama nos últimos anos. Uma das grandes estrelas de Alabama em 2020, Baremore foi uma força absurda, na linha defensiva da campeã da NCAA.
Apesar de ser um jogador do interior da linha, Baremore mostrou uma ótima velocidade para um jogador de 140 quilos; essa velocidade permitiu que o jogador conseguisse: 8 sacks, 3 fumbles e 9.5 tackles for loss, liderando a equipe nas duas primeiras.

No Pro Day em Alabama, Baremore correu o tiro de 40 jardas, em 4.93 segundos. Da’ron Payne, um dos líderes da defesa de Washington e ex prospecto de Alabama, fez as 40 jardas em 4.9 segundos, em 2018.

Por conta da quantidade de talentos desse Draft, é provável que Baremore só seja selecionado no segundo round, mas pode se tornar peça importante de diversas defesas na liga.

Levi Onwuzurike
20 tackles solo, 25 assistidos e 2 sacks

Dividindo o posto de melhor IDL da classe com Christian Baremore, Onwuzurike pode se tornar uma grande estrela na liga. O melhor defensiva lineman da Pac-12 em 2019, Onwuzurike ainda pode sair no fim do primeiro round.

Apesar de não ter jogado a temporada de 2020, dando opt out, Onwuzurike já está sendo observado por algumas equipes. Tendo liderado a defesa do Washington Huskies por 3 anos, além de ter sido um dos destaques da PAC-12, o jogador mostra uma incrível combinação de força e velocidade.

Correndo 4.85 no tiro de 40 jardas, ele se mostra ainda mais rápido que o IDL de Alabama, o que pode torná-lo o principal jogador da posição, na classe desse ano.

Osa Odighizuwa
12 tackles solo, 18 assistidos e 4 sacks

O veterano da defesa de UCLA, Osa é outro IDL que está cotado para o fim do draft, mas que pode se tornar um grande jogador. Jogador da linha de UCLA desde 2017, Odighizuwa teve uma incrível evolução desde sua primeira temporada.

Ao longo de seus 4 anos em UCLA, o IDL teve 120 tackles totais e 11.5 sacks. Além dos bons números, Osa também é um grande talento pela sua explosão e por ter a velocidade de um EDGE. Apesar de sua boa velocidade pra um jogador de interior, Osa está tendo muitos problemas com as mãos, o que pode atrapalhar sua transição para a liga.

Com a escassez de IDL nesse draft, é muito difícil prever onde esses jogadores podem sair. Osa tem problemas que podem atraplhar sua posição, é certo que independente do round que ele for selecionado, o jogador pode entregar muito para sua futura equipe.

Daviyon Nixon
22 tackles solo, 23 assistidos, 5.5 sacks e 1 fumble forçado

Depois de uma grande temporada de 2020, Nixon pode ter garantido uma vaga na segunda rodada do draft. Nixon saiu de uma temporada de 2019 sem nenhum estrelato, para ser selecionado para o All-America First Team em 2020.

Fazendo uma grande temporada em  2020, Nixon emergiu como um dos melhores IDL da classe e não seria surpresa ver ele ser o primeiro da posição a ser escolhido. Fazendo uma temporada com 45 tackles totais, 5.5 sacks e 13.5 tackles for loss, Nixon mostrou que tem teto para ser uma estrela na liga.

Nixon liderou a Big 10 em tackles for loss e foi o jogador de defesa da conferência, agregando ainda mais valor para si mesmo. É certo que o jogador é um talento nato e pode se tornar uma estrela rapidamente.

Fanático por esportes, encontrei minha paixão na NBA e na NFL, fãboy do Kobe, hater do Dave Roberts e infelizmente torcedor do Edmonton Oilers. Sofrendo pelo Colts desde 2010 e tentando superar as aposentadorias de Manning e Luck.

DEIXE UMA RESPOSTA