Quase três meses depois da temporada 2019-20 ser interrompida por conta da pandemia do novo coronavírus, o novo formato da NBA foi aprovado. Foi decidido através de uma votação entre os donos das franquias na última quinta-feira (4) que a liga irá retornar a partir do dia 31 de julho com 22 equipes e uma cede fixa, em Orlando. Mas, como isso irá funcionar?

Ao todo, serão 13 times da Conferência Oeste e nove da Conferência Leste. Entre eles, estão os 16 que já estavam na zona de classificação aos playoffs e as seis equipes que estavam a menos de seis jogos atrás do oitavo colocado de cada conferência quando a temporada foi interrompida. Sendo assim, o Oeste terá, além dos oito primeiro colocados, o New Orleans Pelicans, Portland Trail Blazers, Phoenix Suns, Sacramento Kings e San Antonio Spurs. Pelo lado do Leste, apenas o Washington Wizards estava a menos de seis jogos do oitavo colocado.

As equipes irão realizar oito jogos, que serão a continuação e encerramento da temporada regular. Após isso, se a distância do nono colocado de cada conferência para o oitavo for menor do que de quatro jogos, será realizada uma espécie de repescagem entre os dois times, que disputarão duas partidas. Basta uma vitória, em qualquer um desses jogos, para o oitavo colocado se confirmar nos playoffs. Por outro lado, para ir à pós-temporada, o nono colocado precisa vencer as duas partidas.

Ainda não foi definido o calendário dos jogos, mas estes devem acontecer de maneira consecutiva no mesmo dia e lugar. Os playoffs acontecerão normalmente e, na mais longa das hipóteses, a temporada será encerrada no dia 12 de outubro. Na elaboração deste formato, a NBA considerou a duração normal da pós-temporada, que perdura aproximadamente por dois meses.

DEIXE UMA RESPOSTA