lockout acabou! A temporada de 2022 da Major League Baseball está de volta. Portanto, até o dia 07/04, vamos dissecar todas essas seis divisões da liga, hoje trazendo mais uma, a National League West. Iremos dividir em possíveis colocações para a temporada que está por vir.

5° lugar – Arizona DiamondBacks

A vida segue complicada para o time de Arizona, sua reformulação ainda está acontecendo, por mais que alguns jovens jogadores estejam batendo a porta para entrar nas Majors. Disputar o título da National League West parece tão distante quanto qualquer outra coisa. Porém, ainda há algum talento nesse time, mas é inegável que não brigará por muita coisa em 2022.

O ataque se resume a Ketel Marte, a jovem estrela de Arizona renovou seu contrato com o time do deserto e vai ficar por lá. De resto é um ataque que não possuí tantas alternativas assim, David Peralta ainda pode contribuir? Os jovens jogadores como Pavin Smith e Gerald Perdomo tem algo a mais? A minha grande expectativa é que Alek Tomas e Corbin Carroll, prospect’s números 18 e 19 do top da MLB subam para esse time em anos seguidos (2022 e 2023) e possam dar uma ajuda ao Marte.

O montinho por outro lado é mais interessante, além do experiente Madson Bumgarner (que já não vive seus anos áureos), o time tem dois promissores arremessadores, Zac Gallen e Merrill Kelly. Zach Davies chegou via agência livre e deve compor a rotação.

O bullpen já contava com Caleb Smith, agora chegaram Ian Kennedy e Mark Melancon que estava no San Diego Padres e foi muito bem na temporada passada. O time infelizmente começa a temporada sem dois jogadores importantes o lineup, Nick Ahmed e Jordan Luplow.

4° lugar – Colorado Rockies

Primeiramente, ninguém sabe o que esperar de Colorado, não quis ficar com o contrato de Arenado na última offseason, não trocou Trevor Story na deadline, perdeu ele de ‘graça’ e agora colocou todo esse dinheiro Kris Bryant. É verdade que esse lineup possuí muita potência, mas ainda é pouco para brigar por playoffs, o quarto lugar é merecido, ainda que tenha uma distância significativa desse time para o Diamondbacks.

O ataque conta com um quarteto muito bom, McMahon, C.J. Cron, Kris Bryant e Charlie Blackmon (que finalmente vai poder virar DH), e serão neles que o time vai se firmar para tentar fazer algum barulho nessa temporada, isso se nenhuma lesão assolar o time ou algo parecido.

O montinho também não é ruim, Kyle Freeland será o arremessador titular no jogo de abertura da temporada. Ainda conta com o bom German Márquez e Austin Gomber, o problema é saber se a altitude pode atrapalhar o desempenho deles.

Entretanto, o bullpen só teve uma adição interessante, Alex Colomé, que terminou muito bem a temporada passada, mas oscilou nos primeiros meses, de resto é um time que ainda precisa de mais para poder competir com os três times dessa divisão e com o tanto de talento que a liga nacional possuí. A ideia é tentar uma campanha positiva.

Reprodução: Getty Images

3° lugar – San Francisco Giants

O time que ganhou a divisão na temporada passada, pode muito bem terminar essa temporada como terceiro colocado e ainda assim rumar aos playoffs, porque não? Eles vão brigar de igual para igual com Padres e Dodgers, mas ainda acho que estão um pouco atrás.

O ataque teve baixas consideráveis, Kris Bryant saiu e principalmente Buster Posey que fez uma temporada passada muito boa e optou pela aposentadoria ao final dela. Espera-se que Mike Yastrzemski repita a sua boa temporada de 2020 e que possa contribuir mais que em 2021, um ano inconsistente por parte dele. Além dele o ataque é basicamente o mesmo com as baixas de Evan Longoria e Lamonte Wade Jr. por lesões, a adição de Joey Bart na posição de catcher é bem interessante e Joc Pederson chegou na agência livre.

O montinho mudou, Kevin Gausman foi para o Toronto Blue Jays e Carlos Ródon chegou pra suprir essa saída, além dele Alex Cobb chega para fechar a rotação, Matthew Boyd também foi contrato, mas começa a temporada machucado. Logan Webb será o principal arremessador da equipe e começar no opening day.

Portanto, o bullpen segue muito bem servido, Jake McGee, Tyler Rodgers, Camilo Doval, talento não falta em uma das melhores unidades do beisebol na última temporada, minha expectativa é que o Giants brigue de igual para com Padres e Dodgers pelo título divisional.

2° lugar – San Diego Padres

Fácil não é, brigar pelo título divisional será mais difícil ainda em 2022, começo de temporada sem seu principal jogar, Fernando Tatís Jr. e ainda tem baixas como de Drew Pomeranz no bullpen e Mike Clevinger na rotação (por mais que essa já tenha sido solucionada e não deve perder muito tempo). Porém, acredito que se o Padres mostrar uma consistência melhor no montinho pode bater de frente com o Dodgers e Giants e por isso o segundo lugar da divisão.

O ataque ainda tem muito talento, Manny Machado, Jake Croneworth e Luke Voit chega do Yankees para suprir essa carência de potência nesses primeiros meses de temporada regular. Myers e Nola completam esses destaques ofensivos e eu não tiraria o olho de Ha-Seong Kim. Portanto, um ataque que pode e deve incomodar.

A rotação titular não falta talento, Darvish, Musgrove, Manaea, Blake Snell, Chris Paddack (que poderá ser trocado), Mike Clevinger, opções para esse lado não faltam e se conseguir dosar será uma força da equipe em 2022.

O bullpen por outro lado tem três baixas nesse início de temporada, Baez, Pomeranz e García. Dinelson Lamet vai figurar por aqui pois se recusa a fazer uma cirurgia no braço e deve aparecer menos nesse ano, a unidade ainda conta com Emilio Pagán, Robert Suárez e pode segurar a bronca até alguns nomes retornarem.

O Padres tentará novamente medir forçar com Giants e Dodgers, time para isso tem, resta saber se em campo vai conseguir responder a altura da expectativa criada lá em 2020 quando começou a montar esse forte elenco.

Reprodução: Getty Images

1° lugar – Los Angeles Dodgers

Se a torcida tinha motivos para ficar triste quando Corey Seager deixou o Dodgers para ir aos Rangers, a adição de Freddie Freeman com certeza deixou eles animados, ainda fizeram algumas adições pontuais e esse deve ser o grande time a ser batido na divisão e na liga nacional inteira.

O ataque é formidável, Mookie Betts, Freddie Freeman, Justin Turner, Trea Turner, Max Muncy, Will Smith e Chris Taylor. A dúvida é saber se Cody Bellinger volta a jogar beisebol ou não, após um ano bem abaixo da média, Galvin Lux pode surpreender e deverá ser o segunda base titular, não terá muito para onde correr com um lineup tão bom assim.

O montinho por outro lado ainda terá um trio bem forte, Buehler que vai abrir a temporada para o Dodgers, Clayton Kershaw que está de volta e Julio Urías que foi bem na temporada passada. Andrew Heaney foi uma aquisição duvidosa e deve levar problemas ao longo de toda temporada para o time de azul. O time ainda viu Max Scherzer ir para o New York Mets.

O bullpen perdeu seu grande arremessador dos últimos anos, Kenley Jansen. Porém, adicionou Craig Kimbrel em uma troca que levou A.J. Pollock para o Chicago White Sox. O bullpen ainda terá alguns nomes interessantes, Knebel se foi, mas Treinen segue, juntamente de Vesia e Graderol.

A expectativa para tanto investimento novamente é brigar pelo título da divisão, liga nacional e World Series, coisa que o Dodgers vem fazendo com frequência nos últimos anos e terá todas armas possíveis para tentar repetir o feito.

DEIXE UMA RESPOSTA