lockout acabou! A temporada de 2022 da Major League Baseball está de volta. Portanto, até o dia 07/04, vamos dissecar todas essas seis divisões da liga, hoje trazendo mais uma, a American League East. Iremos dividir em possíveis colocações para a temporada que está por vir.

5° lugar – Baltimore Orioles

Primeiramente, o ditado diz que “uma andorinha não faz verão”, pois então está certo. Cedric Mullins teve uma temporada muito boa ano passado, mas mesmo que repita os números e conte com a evolução Mountcastle e Hays, o time de Baltimore ainda busca alçadas muito aquém da expectativa. Portanto, estar entre uma das cinco piores campanhas da liga na temporada infelizmente deve ser onde o time deve ficar, ainda mais estando na divisão mais forte da MLB.

O ataque possuí um dos jogadores mais dinâmicos da Major League Baseball, Cedric Mullins. Além dele, Mountcastle e Hays serão ótimos companheiros e com certeza elevarão o ataque de Baltimore, Mancini segue na equipe e segue sendo sinônimo de potência da equipe. O time fez duas contratações, Rougned Odor (ex-Yankees) e Robert Chirinos (ex-Cubs e Astros). A expectativa é realmente a estreia de Adley Rutschman que deve perder o início da temporada por lesão, um dos melhores prospect’s do beisebol.

A rotação realmente não terá lado nenhum para correr, quer dizer, John Means segue sendo o principal arremessador, mas é só também. Jordan Lyles chega do Texas Rangers e pode ajudar, porém não esperem tanto de ninguém além de John. O bullpen ainda terá Paul Fry que foi bem em 2021. O último lugar da divisão é realidade e só então o Orioles vai saber que rumo tomar, mas torcedor, acalma-se, porque esse time logo começará a ser competitivo de novo.

Reprodução: Getty Images

4° lugar – Tampa Bay Rays

O contrato foi renovado e o show de Wander Franco continuará em Tampa por muito tempo, porém o time sofreu baixas demais e mesmo que seja o time mais criativo com o que tem acho que ainda está atrás dos 3 principais times dessa divisão no momento, Red Sox, Yankees e Blue Jays.

O ataque terá o novato do ano na temporada passada, Randy Arozarena e o show em pessoa Wander Franco, além deles a perspectiva número 2 da farm system do Rays começará o ano como titular após a troca que levou Austin Meadows ao Detroit Tigers e culminou na chegada de Isaac Paredes falo de Josh Lowe que teve um Spring Training muito bom.

Entretanto, o time começa a temporada sem Glasnow e sem Chirinos ambos com problemas de lesões da temporada passada, Glasnow fez a cirurgia Tommy John e pode nem arremessar em 2022. De resto, Shane Baz começa na lista de contundidos, mas deve aparecer em qualquer momento já no início da temporada assim que estiver saudável. A rotação é basicamente Corey Kluber e os meninos.

O bullpen segue na mesma linha de raciocínio Tampa Bay Rays de toda a temporada. Sem um closer definido, mas com vários nomes muito interessantes, Kittredge, Chargois, Feyereisen, entre outros, começa a temporada com dois desfalques importantes, Nick Anderson e Pete Fairbanks.

Portanto, ainda é um time competitivo e muito, vai incomodar o restante inteiro da divisão, porque o Tampa Bay Rays é assim, os vejo com possibilidades reais de playoffs, assim como os 4 primeiros dessa divisão, entretanto precisarão jogar e muito para confirmar isso e quem sabe surpreender novamente.

3° lugar – Boston Red Sox

Um dos melhores lineup’s do beisebol e que com toda certeza quer vir forte para brigar de frente com Yankees e Blue Jays pelo título divisional e uma vaga nos playoffs. A grande aquisição foi Trevor Story que jogará na segunda base e configurará um ataque impressionante.

A unidade ofensiva conta com nomes como: Xander Bogaerts, Rafael Devers, Trevor Story, J.D Martínez, Enrique (Kiké) Hernández, Alex Verdugo, entre outros. Eles melhoram consideravelmente a defesa com Jackie Bradley Jr., para isso mandaram Hunter Renfroe para o Brewers. Uma unidade que certamente complicará a vida de qualquer arremessador.

Porém, se o ataque é uma certeza a rotação é uma incógnita, Chris Sale começa novamente a temporada na lista de machucados e desfalcará o time nos primeiros meses de temporada, Eovaldi assume o papel de principal arremessador da equipe até lá, que conta com várias incógnitas, Pivetta, o jovem Houck e principalmente os recém-chegados, Rich Hill e Michael Wacha.

O bullpen não é diferente, Matt Barnes e Jake Diekman (recém-chegado de Oakland), são os principais nomes da unidade, o time ainda teve um 2021 de Garrett Whitlock muito bom e esperam que ele repita isso em 2022.

Um time do tamanho do Red Sox a expectativa é sempre brigar por coisas grandes, mas com essa mesma abordagem de 2021 em apostar no até então desconhecido pode dar certo no montinho novamente? Pode, mas isso também pode trazer um preço muito alto a se pagar.

Reprodução: Getty Images

2° lugar – New York Yankees

Não há torcida mais crítica quando se trata de beisebol do que a do 27 vezes campeão, New York Yankees, que foi disputar uma World Series pela última vez em 2009, na inauguração do novo Yankee Stadium. O time ainda é muito forte, por mais que não tenha se reforçado tanto e tenha feito movimentos pontuais, em duas áreas das três do elenco e por isso é minha aposta para brigar de frente com o Toronto Blue Jays.

O ataque ainda tem Judge, Stanton, LeMahieu, Gallo, manteve Rizzo e trouxe Josh Donaldson para acrescentar ainda mais na terceira base do time. O time espera uma temporada de Aaron Hicks saudável que por si só já acrescenta demais ao time.

Isiah Kiner-Falefa chegou junto de Donaldson na troca que levou Urshela e Gary Sánchez a Minnesota e será o shortstop titular do time. Um ataque perigoso e dos mais fortes da liga e agora também uma das melhores defesas da liga também para essa temporada.

O montinho ainda terá o melhor arremessador da liga americana, Gerrit Cole e se Luís Severino jogar tudo que sabe, será uma dupla e tanto, o time ainda tem bons nomes nas suas perspectivas como Luis Gil que podem figurar a qualquer momento. Nestor Cortes Jr. teve uma temporada de 2021 muito regular e ganha uma oportunidade como titular dessa rotação.

O bullpen figura entre os melhores da liga, você tem Chapman, Loáisiga e Clay Holmes como principais nomes, junte isso a Chad Green, Wandy Peralta e o mais novo nome Miguel Castro que trocou o Queens pelo Bronx nessa última semana em uma troca que levou o canhoto Joely Rodríguez ao New York Mets. O time ainda terá em algum momento da temporada a volta de Zack Britton.

Um time que tem poucos buracos e torce pela saúde de seus principais jogadores para brigar de igual com o Toronto Blue Jays, realmente a expectativa junto do talento faz com o Yankees seja um dos dois melhores times dessa divisão.

1° lugar – Toronto Blue Jays 

Primeiramente, gastar e bem foi um dos grandes trunfos da bela offseason do time do Canadá. Ao todo, foram 3 adições para melhorar o montinho via agência livre e 2 trocas para arredondar o lineup titular. Um time que chega com muito favoritismo para levar a divisão e ir aos playoffs.

O ataque terá Bichette, Vladimir Guerrero Jr., Springer, Teóscar Hernández, Lourdes Gurriel, Cavan Biggio e a adição recente de Matt Chapman, pode fazer um estrago imenso. Ainda mais alinhando esses caras de um a nove. A grande força da equipe sem sombra de dúvida.

O montinho melhorou consideravelmente, renovou com o Berríos que chegou na última trade deadline e assinou com Kevin Gausman e Yusei Kikuchi que se juntam a Alex Manoah e Ryu para formar uma rotação bem equilibrada e que pode dar muitos frutos.

O bullpen segue como a grande fragilidade do time, é bem verdade possuí Jordan Romano e Yimi García (recém-chegado de Houston), mas não possuí tanta profundidade e isso pode ser colocado em teste a qualquer momento da temporada.

Um time muito forte e que usou a offseason para ficar mais forte ainda, o título de divisão meio que virou uma obrigação para esse time e eles devem fazer de tudo para buscar ele quando a temporada começar dia 07/04.

DEIXE UMA RESPOSTA