Tennessee Titans quarterback Marcus Mariota is sacked by Indianapolis Colts defensive tackle Denico Autry (96) for a 13-yard loss in the first half of an NFL football game Sunday, Sept. 15, 2019, in Nashville, Tenn. (AP Photo/Wade Payne)

Chegamos na reta final da temporada 2020/21 da NFL, e como de costume, algumas divisões estão acirradas com os times da ponta da tabela sonhando com a folga na primeira semana dos playoffs. Dessa forma, iremos conversar sobre as disputas que devem acontecer nessa reta final.

A luta pelas divisões

AFC Leste

Após o fim da hegemonia do New England Patriots, a AFC Leste, depois de 12 anos, deve ter um novo campeão. Os Bills (8-3) e os Dolphins (7-4), devem, eventualmente, faturar a antes conhecida como “Divisão de Tom Brady”. Com um segundo confronto marcado para a Semana 17, Miami tentará reverter o jogo e tomar para si o topo da divisão.

AFC Sul

Foto: Wade Payne/AP

A AFC Sul, anteriormente apelidada de “a divisão mais fraca da NFL”, hoje apresenta dois times muito fortes, sendo os Titans um candidato a fazer “uma bagunça” contra os favoritos da Conferência Nacional nos playoffs.

Diferentemente da divisão Leste, aonde ainda haverá um jogo de desempate, na divisão sul, os Titans venceram os Colts na última semana (devolvendo o placar do primeiro confronto) e agora controlam seu destino rumo ao título. Enquanto isso, os Colts, para sonhar com a divisão, devem ganhar seus jogos e torcer por tropeços de Tennessee.

NFC Leste

Foto: Patrick McDermott/Getty Images

A pior divisão da NFL em anos também está embolada, o New York Giants e o Washington Football Team possuem o recorde de 4-7 cada. Mas não tão obstante deles, encontram-se Philadelphia Eagles com 3-7-1 e Dallas Cowboys com 3-8, que chegam na Semana 13 com chances de vencer a divisão mais caótica dos últimos anos.

No que diz respeito a confronto direto, os Giants ainda enfrentam os Cowboys na Semana 17; Washington enfrenta os Eagles, também na Semana 17; os Eagles enfrentam Cowboys e Washington nas Semanas 16 e 17; enquanto os Cowboys enfrentam Eagles e Giants também nas Semanas 16 e 17. Ou seja, tudo pode e vai acontecer na fraquíssima NFC Leste.

NFC Oeste

Foto: Marcio Jose Sanchez/AP

Se na NFC Leste os times estão nivelados por baixo, na NFC Oeste, o nível está altíssimo. Seattle Seahawks, Arizona Cardinals e Los Angeles Rams fazem uma briga acirrada pelo topo da tabela, os Hawks estão na frente com 8-3, enquanto LA e Cards vem logo atrás com 7-4 e 6-5 respectivamente.

Nessa reta final, Seattle tem um dos calendário mais fáceis da liga, com Giants e Jets em casa, Washington fora e só nas duas últimas semanas terá dois jogos de divisão, que poderão complicar a vida: Rams em casa e 49ers fora.

Por outro lado, os Rams tem uma vida mais difícil, onde três dos últimos cinco jogos são dentro da divisão, sendo dois contra Arizona. E semelhantemente aos Rams, os Cardinals também terão três dos últimos cinco jogos dentro da divisão, só que diferente dos Rams que enfrentam Seattle, Arizona enfrentará os 49ers.

A caça por uma vaga nos Playoffs.

Posteriormente a luta pelo topo da divisão, temos a luta pelas últimas vagas na pós temporada. Com a adição da 7º vaga nesse ano, a briga ficou muito mais interessante, pois onde haviam sete ou oito times brigando por seis vagas, nesse ano existem dez brigando por sete.

Na Conferência Americana, os líderes de divisão Steelers, Chiefs, Titans, Bills, além dos Browns tem vaga praticamente assegurada com 8 ou mais vitórias. Já Dolphins e Colts (7-4) brigam contra Raiders, Ravens (6-5) e Patriots (5-6) pelas duas últimas vagas.

Já na Conferência Nacional, Saints, Packers e Seahawks, também lideres e com mais de 8 vitórias, além do atual líder da NFC Leste, Giants (4-7), estão se assegurando nos playoffs. Enquanto isso, Rams (7-4), Buccaneers (7-5) e Cardinals (6-5), lutam com Vikings, Bears e 49ers (todos 5-6) pelas últimas vagas.

DEIXE UMA RESPOSTA