Jackie, hoje faz 74 anos da sua estreia lá no seu querido Brooklyn Dodgers, e hoje a MLB, que você lutou tanto para que os negros fossem incluídos na liga, te homenageia, lembra o que representa para todos nós e alimenta uma geração de novos fãs que, apesar de não ter te visto, sabe tanto de sua importância e o que você permitiu para que mais jovens de outas etnias que não tinham tanto espaço antes de você lutar por eles, pudessem se encantar com este jogo que tanto amamos e que desperta novas paixões mundo a fora. 

Verdade, hoje passamos por um momento de tensão, vivemos coisas que você vivia lá no seu tempo, e que achamos que com o passar dos anos as coisas iam melhorar, mas infelizmente as coisas voltaram a ficar feia, vivemos um embate entre brancos e negros, cristões e muçulmanos, asiáticos e americanos e as pessoas parecem que não lembram da frase do seu amigo Pee Wee Reese, que falava que todos nós não deveríamos ser diferenciados por cor ou por qualquer outra característica.

Enfim, 42, Espero que você daí de cima, junto com o 21 possa iluminar o nosso tão amado jogo em tempos tão difíceis, que possa unir todos nós, que possamos apenas nos divertir, nos inspirar nas histórias que o beisebol nos proporciona e ainda que quem venham a usar a sua 42 em todo dia 15 de abril, tenha orgulho de vestir a camisa mais honrada dos esportes. 

 

Com carinho 

DEIXE UMA RESPOSTA