Watson e Texans, um desperdício?

Deshaun Watson na atualidade é um dos melhores quarterbacks da NFL. Como escolha 12.1, desembarcou em Houston como o possível franchise QB do time. Mas, os Texans, infelizmente, por várias e várias vezes fizeram cagadas fora de campo, e com isso ele decidiu sair da equipe. Com isso, um dos possíveis destinos seria o Carolina Panthers.

Vários podem ser os exemplos de erros cometidos pelos Texans que ocasionaram tal atitude do atleta. A troca de DeAndre Hopkins é um grande exemplo.

Apesar de todos os problemas, o jogador mostrou que tem muita habilidade, fazendo jogadas e partidas magníficas. Agora, Deshaun pede para ser trocado nessa Free Agency de 2021 depois desses anos conturbados. Com isso, parece que seu ciclo nos Texans terminou e vários times podem ser seu destino.

Possível ida para os Panthers

Com várias matérias de troca e com outros concorrentes já terem adquirido uma peça para posição, a equipe de Carolina é uma das mais fortes na briga.

Atualmente, esse time já é interessante, então os Panthers poderiam ser concorrentes ou até um dos favoritos à vaga dos playoffs. Vale lembrar que na última temporada, esse mesmo time ficou 5/11, mas com várias derrotas apertadas em que o time jogou bem. Além disso, tivemos a aposentadoria de Drew Brees, que estava nos Saints, sendo um dos times mais fortes da divisão e ex-campeão da NFC South.

Então, com esse enfraquecimento dos adversários, as chances aumentariam ainda mais, teoricamente. Ou seja, isso torna um destino muito favorável para Watson.

Elenco jovem e promissor

Carolina tem um time com grandes jovens jogadores, que a curto/médio/longo prazo podem criar uma potência.

CMC, Dj Moore, Robby Anderson, Derrick Brown e Brian Burns são exemplos de já grandes jogadores, e que são novos. Eles, mais Deshaun, poderiam ter um time ofensivo fortíssimo, e quem sabe, com algumas escolhas – nem que de rodadas mais baixas – reforçar o time defensivamente.

Possível impacto de Watson

Com esse time competitivo, mais algumas boas escolhas no draft, o time dos Panthers poderiam render e pensar em, no futuro, voltar ao que foram já, conseguindo até ir para o Super Bowl.

De tal forma, com Watson indo para Carolina, suas habilidades que já eram demonstradas em Houston, poderiam impactar muito mais. Nesse sentido, com tanta promessa e estrelas já em ascensão no time, o quarterback, com 25 anos, tem anos e anos de liga pela frente, além de um time competitivo para lutar, coisa que já não havia nos Texans.

Como resultado, além de ser um bom possível futuro para ele, o futuro da equipe está em boas mãos com ele de pilar, e o sonho de títulos para os torcedores seria renascido.

DEIXE UMA RESPOSTA