Cam Newton desembarcou em New England e agitou o final da offseason da NFL. Alguns torcedores mais esperançosos para a temporada e outros ainda com dúvidas. Mas, algo que foi perceptível foi a ideia que sem Newton, o Patriots poderia “tankar”. Sim, de novo essa história. 

É inegável que o MVP de 2015 chega como favorito na briga pela titularidade da posição, porém, Stidham está em um projeto iniciado ano passado (2019) e na ordem atual, é o QB1 da franquia e, para quem ainda tinha dúvidas sobre o objetivo de Bill Belichick para 2020, independente de Newton ou Stidham, é vencer o Super Bowl.

A contratação de Cam Newton foi uma questão de oportunidade. Segundo Jason La Canfora, repórter da CBS Sports, o contrato foi de um ano com U$ 1,05M de base e apenas U$ 550 mil garantidos, poderá alcançar U$ 6,45M em incentivos e bônus por nome na lista do jogo. Outra situação favorável, não há cláusula vetando a inclusão de tag em 2021.  

Apesar de haver interesse do Browns, nenhuma das outras 31 franquias demonstrou realmente intenção de contar com o ex-quarterback do Panthers. Suas lesões, no pé e ombro, afastaram os outros times e com pouco espaço teto salarial, New England ofereceu algo bom para os dois lados: Não precisa cortar nenhum jogador e Cam pode “recomeçar” sob o comando do melhor treinador da liga e uma equipe estruturada. 

Outra variável na equação, Jarrett Stidham. Durante a offseason, principalmente pós-draft, foi batido na tecla que este seria nosso quarterback titular. E pode ser. A disputa vai ser benéfica para o Stidham. Já está rodando o sistema desde o ano passado  (2019), na pré-temporada participou dos 4 jogos, com 731 jardas, 4 TDs e 1 Interceptação. Na temporada regular, foi realizado um trabalho específico, após os treinamentos em conjunto, Stidham e alguns recebedores faziam atividades para desenvolvimento do quarterback, além de participar com a equipe titular quando Brady estava lesionado ou se recuperava. 

Apesar das especulações em torno de um novo quarterback, os jogadores e a comissão técnica do Patriots sempre deixaram claro que confiavam em Jarrett. Dianna Russini da ESPN informou que esteve em contato com um técnico da AFC leste e o head coach te disse: “Eu acho que eles vão manter 3 QBs. Usar Cam Newton, talvez, como o coringa. Na verdade, eu não o vejo começando a primeira semana de ataque… sei de uma coisa: os Patriots amam Jarrett Stidham”.

Newton participou de 122 dos 128 jogos possíveis entre 2011 e 2018. Em 2019, ele ficou fora de boa parte da temporada por causa das lesões, mas em março deste ano (2020), ele realizou testes físicos que comprovaram que estava tudo bem. Porém, ainda assim, o Panthers o dispensou. 

Não espero Cam Newton do patamar de 2015, mas, se ele repetir a temporada 2018, vamos colher bons frutos. Na temporada 2018, Newton lançou 320 vezes para 3395 jardas, 24 TDs e 13 Int, com taxa de 68% de passes completos, a maior de sua carreira, além de correr para 488 jardas e 4 touchdowns. Josh McDaniels (técnico de ataque) terá em suas mãos dois jogadores móveis com uma das melhores linha ofensiva da NFL e um corpo de jogadores extremamente versáteis. 

Mas e se Cam não “vingar”? Stidham sai mais fortalecido para assumir o posto, que atualmente é dele, deixado por Brady. Vencer uma disputa de posição contra um MVP e experiente, deixará Jarrett com um pouco menos de pressão para prosseguir em New England. 

É um excelente negócio. Se funcionar bem, Newton pode colocar o Patriots no patamar de favorito ao título (ao lado de outras franquias) e um dos melhores quarterbacks da NFL. Stidham segue treinando com outro jogador experiente e que pode desenvolver novas ferramentas. Caso não consiga jogar, o Patriots pode cortar Newton sem maiores danos no cap, Cam se torna um jogador livre e Stidham assume de fato o posto de “herdeiro do trono”.  

Vamos seguir analisando o desenrolar dessa movimentação. A realização de apenas dois jogos na pré-temporada terá consequências, são apenas dois jogos para testar um novo sistema. Bill Belichick e Josh McDaniels, precisarão fazer seus testes principais nos treinos. 

Acompanhe tudo sobre o Patriots aqui no Do Your Job Podcast.

Twitter

Instagram

DEIXE UMA RESPOSTA