Depois de um conturbado ano de 2019, o Indianapolis Colts voltou com força total para o 2020 da NFL. O sucesso de rookies como Jonathan Taylor e Julian Blackmon, somado a chegada do veterano Philip Rivers, colocaram Indianapolis de volta na competição.

Defesas vencem campeonatos

INDIANAPOLIS, INDIANA – JANUARY 03: Jonathan Taylor #28 of the Indianapolis Colts is tackled by Chris Claybrooks #27 of the Jacksonville Jaguars during the first quarter at Lucas Oil Stadium on January 03, 2021 in Indianapolis, Indiana. (Photo by Justin Casterline/Getty Images)

A equipe do Colts, ainda não tem o poder suficiente para vencer um Super Bowl, mas a defesa do time está no caminho para isso. As chegadas de DeForest Buckner e de Xavier Rhodes trouxeram de volta a energia da defesa de 2018, que foi o coração dos Colts.
Além dos reforços que chegaram nessa temporada, Darius Leonard segue liderando essa defesa com maestria.

Os Colts foram a segunda equipe com menos jardas terrestres cedidas, além de estar no top 10 em fumbles recuperados e interceptações.

A necessidade de um quarterback

Jonathan Taylor foi um dos melhores running backs novatos e a linha ofensiva de Indianapolis é uma das melhores da liga, mas falta um comandante na equipe. Philip Rivers não é um quarterback ruim, mas está longe de ser um salvador para a equipe dos Colts.
Ao longo da temporada, vimos diversas campanhas morrendo nas mãos de Rivers, que pecava muito em tomadas de decisão importantes.

Com contrato de apenas um ano, o desempenho de Rivers e dos Colts nos playoffs pode ser determinante no futuro do quarterback veterano.

O caminho do Indianapolis Colts nos playoffs

Passando como a sétima melhor equipe da AFC, os Colts buscam ser o primeiro “número 7”, a vencer um Super Bowl. Para atingir tal conquista, entretanto, Rivers e companhia terão de superar, logo de cara, uma das maiores surpresas dessa temporada: o Buffalo Bills.

Com a evolução de Josh Allen e a saída de Brady da AFC East, o caminho ficou livre para os Bills dominarem a divisão. Contra um dos ataques mais dominantes da liga, a defesa de Indianapolis terá um de seus maiores desafios na temporada.

Além da dificuldade de parar o ataque dos Bills, os Colts terão que superar o maior problema deles na temporada: o segundo período do jogo. Os jogos contra Steelers, Packers e Jaguars deixaram em evidência a dificuldade da equipe em manter o ritmo de jogo, após o intervalo.

DEIXE UMA RESPOSTA