Que Michael Jordan ainda é (pelo menos por enquanto), o maior jogador da história da NBA não muito se discute. Com atuações magistrais; quebra de recordes e mais recordes; seis títulos da NBA no currículo e sendo MVP das finais em todas as decisões; cinco vezes MVP da temporada regular e mais uma infinidade de prêmios pessoais, fica difícil questionar a soberania do astro de Chicago.

No entanto, nem sempre ser o maior significa ser o melhor. Por isso, podemos dizer que Jordan também é o melhor de todos os tempos? Nesse caso, a resposta é sim!

Um jogador completo

Quando há uma discussão entre dois jogadores para se ter uma conclusão da qualidade de ambos, a primeira questão que surge é o quão completo é cada um deles. Dessa maneira, não podemos dizer que Michael Jordan era “só” um exímio pontuador. Pelo contrário, o camisa 23 do Bulls jogava nos dois lados da quadra, tanto que foi MPV (melhor jogador) e DPOY (melhor defensor) no mesmo ano, em 1988.

Precisamos ressaltar também, que ele não se escondia do jogo nos momentos mais difíceis, muito pelo contrário. Logo em seu segundo ano na Liga, em 1986, contra um Boston Celtics repleto de estrelas e totalmente favorito ao título, Jordan “se desfaçou de Deus”, como diria Larry Bird, para anotar 63 pontos naquele segundo jogo de pós-temporada. Inclusive, pontuação essa que é até os dias atuais, a maior marca de um jogador em Playoffs da NBA.

Outro ponto que também comprova isso é a quantidade de vezes em que ele chegou aos Offs. Foram 13 vezes em 15 temporadas, sendo finalista em seis delas, conquistando o título em todas e vencendo o prêmio de melhor jogador das finais, como já citado acima, em todas. Vale lembrar também, a média de pontos dele na pós-temporada: 33.9 pontos. Um absurdo para qualquer jogador até mesmo durante a temporada regular.

Além disso, outra prova de que Michael era completo nos dois lados da quadra são suas aparições tanto no All-NBA Team (11x), quanto no NBA All-Defensive Team (9x). Portanto, nessa discussão, dizer que ele não era um jogador completo não faria sentido algum.

Obviamente, existiram e existem jogadores que levam vantagem sobre ele em alguns quesitos. Kobe Bryant, por exemplo, tinha um arremesso de três melhor; Lebron James, atualmente, tem um atleticismo maior; Wilt Chamberlain talvez fosse melhor pontuando; enfim.. mas nenhum nunca foi tão completo quanto MJ. Jordan, que além de exímio pontuador, defensor e decisivo, tinha uma visão de jogo surreal; um arremesso de três quase impecável; uma velocidade e explosão fora do comum, e uma versatilidade invejável. Ou seja, é muito difícil colocar tantos números por terra para dizer que outro jogador o superou.

Títulos e troféus individuais na NBA

  • 6x Campeão
  • 6x NBA Finals Most Valuable Player (MVP das Finais)
  • 5x NBA Most Valuable Player (MVP)
  • Rookie of the Year
  • All-Rookie Team
  • 10x NBA Scoring Champion
  • Defensive Player of the Year
  • 3x NBA All-Star Game MVP
  • 14x NBA All-Star Game
  • 11x All-NBA Team
  • 9x All-Defensive Team
  • 2x Slam Dunk Contest Champion

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA