Lembram das nossas análises para a classe de Quarterbacks de 2018, pois então existia análise de jogo para todos os quatro nomes analisados mas parecia que éramos praticamente o Hugo Gloss, todos tinham alguma polêmica ou algo a se falar por fora do campo, e acabamos que ao ler novamente aqueles textos parecia que nossa análise era pra campo e personalidade. Novamente escolhemos nomes e uma posição específica agora em 2020 para analisar e dessa vez não veio as personalidades de cada um, é muito difícil saber de suas vidas e esse trabalho de investigação será que ser apenas do Cleveland Browns. Hoje vamos para o terceiro nome desta classe de OTs.

OT – ANDREW THOMAS GEORGIA

Thomas parecia destinado ao próximo nível desde que chegou ao campus como um candidato de 4 estrelas e o jogador geral nº 45 na classe de 2017, de acordo com a classificação composta da 247Sports. Ele imediatamente entrou na equipe titular como um RT durante sua campanha para calouros e ajudou a levar os Bulldogs ao jogo do campeonato nacional do College Football Playoff.

O novato All-American mudou-se para o lado esquerdo da campanha de 2018 depois que Isaiah Wynn partiu para a NFL, e encontrou mais sucesso como All-American da segunda equipe.

Em 2019, Thomas tornou-se um dos melhores jogadores de linha ofensiva do país. Ele foi nomeado para a equipe Walter Camp All-America, fez a primeira equipe da All-SEC pelo segundo ano consecutivo e ganhou o Jacobs Blocking Trophy, concedido ao melhor bloqueador da SEC. T

Thomas é um produto físico especial para o próximo nível, com seus 1,80 m e 320 libras, e ele usa isso e sua força geral para dar o tom no ataque, uma máquina física para proteger. Sua mobilidade também se destaca, e ele pode usar seu atletismo e rapidez lateral para proteger seu zagueiro de qualquer ponto de tackle como uma peça versátil que se encaixa em um ataque profissional.

Vejo em Thomas um bloqueador para corridas o melhor entre os três já apresentados, e isso será muito bem visto para um futuro Browns que terá uma nova filosofia de jogo terrestre. Trabalhador poderoso no jogo de corrida, é bom d evoluir um pouco mais em liberar mais os quadris, acelerar os pés e criar movimento. Combos letais de trabalho e bloqueio. Longo, físico e agressivo ao empurrar os atacantes da SEC. No jogo de passe, ame como ele traz a luta na proteção de passe. Tem momentos emocionantes de moldar blocos, alavancando seus quadris e mantendo os corredores no final de seu alcance. É claro que tem seus erros, há momentos em que os corredores se movem com mais força, em que ele pode desistir de um passo e fica pesado demais quando se recupera, deixando os pés para trás. Tem alguns momentos erráticos atingindo seus pontos de ajuste, principalmente em conjuntos verticais, e ele não consegue obter profundidade suficiente. Tem espaço para crescimento, mas seus picos são impressionantes e ele tem os dons físicos para melhorar.

Alguns outros pontos específicos temos que citar como seu QI onde ele tem experiência na execução de conceitos e técnicas profissionais, foi desafiado com uma variedade de conjuntos de passes. Temos também seu footwork excelente não mas bom, ele tem a velocidade necessária para vencer. Eu não o chamaria de um jogador explosivo e ele pode lutar para manter o ritmo do arco com velocidade fora do limite. Suas mãos fazem um trabalho maravilhoso tocando com extensão e ganhando com o primeiro contato. Faz bem em colocar e encaixar suas mãos. O tempo e a localização do seu soco são precisos. Oferece socos poderosos que atordoam.

Claro que pontos negativos como equilíbrio principalmente no bloqueio de passe, bem mais problemas do que no bloqueio de corridas, tem alguns lapsos com o controle do corpo. A base pode diminuir e ele fica pesado demais às vezes na proteção de passe. O poder e o equilíbrio do contato geralmente são excelentes no jogo de corrida. E sua versatilidade, que certamente terá alguns problemas com o nível que irá enfrentar no próximo nível principalmente atuando de LT

Aqui de RT já no seu ano de calouro já mostrava uma base equilibrada, jogo de mãos perfeito..NO ANO DE CALOURO

Aqui Thomas enfrenta Derrick Brown provável pick de top15, inicialmente ele perde o equilíbrio mas ainda consegue se recuperar e o deixar longe do Fromm

 

Agora já de LT, lembra do que eu falei do seu jogo de mãos? Existe muita técnica mas também uma agressividade absurda

 

Em 2018 ele teve algumas lesões em sua perna direita, que não o tirou por tanto tempo mas é uma perna que torcemos sempre pra não ser atingida, tão feio quanto esse lance aqui

Thomas entra na NFL com experiência profissional e atua contra os melhores adversários que o futebol americano universitário tem a oferecer. Como bloqueador de execução, Thomas é excelente e apresenta um perfil de bloqueador de impacto imediato nesse sentido. Com isso dito, há uma necessidade de crescimento com seu footwork na proteção de passes para desenvolver uma velocidade de manuseio consistente. Pode haver alguns pontos fracos desde o início, quando ele aprende sua técnica, mas Thomas tem todos os dons necessários para se tornar um atacante de alta qualidade na NFL.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA