Aaron Rodgers também tem culpa

Ningu√©m, em s√£ consci√™ncia, questiona o talento e import√Ęncia de Aaron Rodgers. Ele √© um dos maiores quarterbacks que a liga j√° viu e um hall of famer. Contudo, ap√≥s mais uma derrota na final da NFC precisamos aceitar que Rodgers falhou mais do que triunfou em p√≥s-temporada. Mas, principalmente, ele precisa assumir sua parcela culpa, j√° que, mais uma vez, pareceu tirar o corpo fora em entrevista ap√≥s o jogo.

Declaração polêmica

Depois da derrota para os Buccanears, ele foi questionado sobre um lance decisivo. Dentro da red zone, a comissão técnica decidiu chutar um field goal ao invés de tentar uma quarta descida, mesmo estando atrás no placar e faltando praticamente dois minutos para o fim da partida.

Aqui vale ressaltar, que é evidente que a decisão foi equivocada. Quando está se enfrentando um time que tem o maior vencedor da liga como QB e um dos mais capacitados sob seu comando, você precisa correr riscos se quer ser campeão. Matt LeFleur errou, mas isso não justifica a resposta evasiva e se descompromissando que Rodgers deu.

“Eu n√£o tive escolha”…”N√£o foi minha decis√£o. Mas entendo a decis√£o, pensando em todos os os nossos tempos(para pedir). Mas n√£o foi minha decis√£o.” – Esta foi a afirma√ß√£o do QB, deixando bem claro que n√£o concordou, ainda mais assistindo ao tom na entrevista. Por mais que a chamada equivocada tenha vindo do banco, n√£o se pode eximir o QB de sua culpa na derrota. Rodgers teve a chance de conquistar o TD na jogada anterior, onde se livrou da press√£o e tinha caminho livre at√© a end zone, mas escolheu, por conta pr√≥pria, por um passe que foi ruim.

A culpa nessa derrota não é apenas dele, mas também foi.

As derrotas anteriores

Após o triunfo no SB XLV, os Packers de Aaron Rodgers foram a final de conferencia em mais quatro oportunidades, já com a deste ano, mas foram derrotados em todas. Os carrascos foram o Seattle Seahawks, Atlanta Falcons, San Francisco 49ers e Tampa Bay Buccanears.

Aaron Rodgers x Buccanears
Foto/Reprodução: Benny Sieu / USA Today

A quest√£o √© que, de uma maneira geral, sempre h√° uma “justificativa” para a derrota, mas que sempre deixa o QB do time ileso. Fosse culpa da defesa, da OL, das regras, enfim, sempre algo, mas n√£o Rodgers.

Conta os Seahawks (14-15), Green Bay foi para o intervalo vencendo por 16-0, contudo, sofreu o empate e perdeu na prorroga√ß√£o. Rodgers teve um TD e duas intercepta√ß√Ķes. A defesa de Seattle era feroz, mas a dos Packers fez o seu trabalho muito bem ao interceptar Wilson em quatro oportunidades. Passar o segundo tempo todo de um jogo, onde se tem ampla vantagem fazendo apenas 2 FG n√£o deveria ser relevado para um QB elite como Rodgers.

Este jogo ainda ficou marcado pelo on side kick recuperado por Seattle, na falha de Brandon Bostick, “grande vil√£o” daquele jogo. Ele, inclusive tweetou, “Eles ainda v√£o me culpar…” ap√≥s a derrota do time para Tampa. Evidenciando at√© um incomodo interno de que a culpa sempre sobra apenas para outros.

Contra os Falcons(16-17) e os 49ers(19-20), foram dois massacres, Green Bay não teve a menor chance. Somando os placares dos primeiros tempos, temos um 51-0 contra o time de Wisconsin. Contra o Atlanta a defesa não se encontrava e o ataque não engrenava, mas reação ficou quase impossível após interceptação sofrida por Rodgers, aproveitada pelo time para abrir 24-0 ainda no primeiro tempo.

Contra os Niners o QB foi amassado, a equipe n√£o o protegeu de forma eficiente e nem ele nem a comiss√£o souberam o que fazer. Ao intervalo o jogo mostrava 27-0, terminando 20-37, com dois TDs no garbage time.

Um gênio, mas humano

Aaron
Foto/Jeffrey Phelps

Com um Rating m√©dio de 86.55, nove touchdowns e seis intercepta√ß√Ķes nessas partidas, o QB foi de uma forma geral muito bem. Mas ele cometeu erros que poderiam ter mudada os rumos dos jogos. Contra Seattle a inefici√™ncia na segunda etapa foi grande para um QB de seu calibre. A intercepta√ß√£o contra os Falcons ajudou o time a abrir quatro posses de bola e claro, a mais em evidencia de todas, a decis√£o errada em tentar um passe sendo que tinha campo livre para correr at√© a end zone e virar o jogo para cima dos Buccanears.

N√£o se pode diminuir a import√Ęncia e qualidade de Aaron Rodgers, ele √© um g√™nio, questionar isso seria apenas ignor√Ęncia. Entretanto, assim como outros, ele erra, falha e isso deveria ser tratado com mais naturalidade. O problema tem √© a postura do QB em se eximir, ou deixar que outros o eximam de culpa em derrotas cruciais, o que n√£o condiz com o tamanho e o lugar na hist√≥ria desse fant√°stico jogador.

Todos os conte√ļdos publicados neste site s√£o de responsabilidade de seus autores e n√£o necessariamente refletem as opini√Ķes e posicionamentos da FN Network.

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOT√ćCIAS RELACIONADAS

Logo do Titans, n√ļmero 30 do ranking de torcidas da NFL
Ranking de Torcidas NFL: #30 Tennessee Titans
Logo do Cardinals, n√ļmero 31 do ranking de torcidas da NFL
Ranking de Torcidas NFL: #31 Arizona Cardinals
Foto de f√£s da NFL, que ter√£o suas 32 fanbases elencadas
Ranking das melhores torcidas da NFL – FN Network
Logo do Chargers, n√ļmero 32 do ranking de torcidas da NFL
Ranking de Torcidas NFL: #32 Los Angeles Chargers
O curioso caso da QB room do Atlanta Falcons
O curioso caso do QB room do Atlanta Falcons
como-assistir-futebol-americano
Como assistir futebol americano no Brasil
mock-draft-fnn-2024
Mock Draft by Creators FNN: Lista completa de Trades
unnamed-2-1-scaled
Vikings de 1998: O Caminho para a Glória Interrompido
gkqaclqd7xyje7bzqkds
Mock Draft Steelers 2024 3.0