10 PITACOS sobre Ravens at Bengals

1 – Lamar castiga, mas ainda falha

O jogo iniciou com uma campanha quase perfeita do ataque do Ravens, com Lamar

tendo bastante tempo no pocket pra pensar. Entretanto, isso por muitas vezes deixou o

time numa situação complicada.

Quando o Lamar largou m√£o de ficar mais tempo no pocket, conseguiu machucar a

defesa do Bengals com as pernas.

2- Faltas que machucam

Mesmo erro que no jogo passado, muitas faltas comprometeram o jogo e o resultado

poderia ter sido pior. Ataque do Bengals n√£o estava conseguindo progredir no primeiro

tempo e ganhou um gás após uma DPI do Brandon Stephens, conseguindo até um TD.

No ataque, dois holdings foram decisivos para o time sair com 4 pontos a menos do

que podiam. √Č preciso disciplina!

3- Sem problemas com as corridas

Mesmo tendo elevado o RB Melvin Gordon III para o Practice Squad, Ravens n√£o

precisou do veterano para dominar no jogo terrestre. Justice Hill começou como RB1 e

Gus Edwards assumiu na segunda etapa. Ambos combinaram para 103 jardas e 1 TD

em 21 toques na bola.

4- Como é bom esse tal de Zay Flowers

O calouro mostrou mais uma vez o porquê de ter sido selecionado na 22ª escolha geral

do Draft de 2023. Após a interceptação de Geno Stone beirando a endzone, Lamar

precisou de três passes para o Zay e colocou o Ravens na red zone. Um desses

passes foi numa cobertura muito justa e a bola viajou 52 jardas.

No início do jogo também teve um passe muito parecido, mas que foi muito além dele.

Nesse caso, ele havia conseguido uma separação e poderia ter feito seu primeiro TD

na temporada.

5- Um ataque bem feito e diverso

Ravens não depende totalmente do jogo terrestre para poder avançar território, mesmo

com a OL fazendo um trabalho melhor nas corridas. Ainda é o forte do ataque, uma vez

que acumulou 178 jardas em 37 tentativas.

Ao mesmo tempo, das 33 tentativas de passe, Ravens acumulou 237 jardas e 2 TDs

em 24 passes acertados. A maior surpresa é a distribuição desses passes ter sido bem

equilibrada, n√£o dependendo de um jogador.

6- Finalmente chegou o momento do Queen?

J√° se tornou costume o Patrick Queen jogar muito bem contra o Bengals, mas nesses

√ļltimos 2 jogos ele tem se destacado muito. Foi o segundo em tackles totais e causou

muito desconforto no jogo corrido – que sempre foi seu forte.

O jogador melhorou muito com a chegada de Roquan Smith, com v√°rias infiltra√ß√Ķes

inteligentes e boa leitura de jogo.

7- Uma secund√°ria que agradou

Apesar da ausência de Marcus Williams e Marlon Humphrey, a defesa do Ravens foi

essencial para minar o ataque aéreo do Bengals, que é muito perigoso. Rock Ya-Sin

mostrou pro que veio e conseguiu ser decisivo dentro da endzone dificultando o que

seria um TD f√°cil pro Ja’Marr Chase. Outro que se destacou foi Geno Stone, que fez

uma partida excelente e foi coroado com uma interceptação no momento mais crítico

da partida.

8- Uma defesa que ainda assusta

Ano passado a defesa do Ravens sofreu com os mesmos problemas que enfrentou

nessas duas semanas: dar muito espaço para os recebedores adversários e tentar

parar logo após a recepção. Dessa vez não foi tão problemático quanto imaginávamos,

mas essa forma de jogar ainda vai custar algumas derrotas na temporada.

Mesmo com Joe Burrow só conseguindo 35 jardas antes do intervalo, ajustes

aconteceram de tal forma que ele terminou com 222 jardas aéreas.

9- Pass rush caminhando a passos largos

Mesmo só conseguindo um sack nesse jogo, Ravens deixou o QB Joe Burrow bem

desconfortável em vários momentos. A DL conseguiu uma aproximação de cerca de

3.98 jardas do QB, segundo NFL Next Gen Stats, o que significa que estava muito

próximo de encostar no jogador. Para fins de comparação, a média da liga é de 4.57

jardas e vs Houston os defensores estavam cerca de 4.59 jardas do QB.

10- Decepção com o special team

N√£o podemos deixar de falar que o ponto mais fraco do Ravens nos primeiros dois

quartos foi o time de especialistas. Deram muito espaço no lado esquerdo do campo,

deixando o retornador anotar um touchdown. Num jogo t√£o din√Ęmico quanto o futebol

americano, isso é crucial para perder um jogo e colocar a temporada toda abaixo.

Todos os conte√ļdos publicados neste site s√£o de responsabilidade de seus autores e n√£o necessariamente refletem as opini√Ķes e posicionamentos da FN Network.

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOT√ćCIAS RELACIONADAS

7b1f9139-84cb-4078-b06f-b8eb2502a5b0-AP22296726540271
10 PITACOS sobre Ravens vs Browns
Três jogadores de roxo do Baltimore Ravens cercando o quarterback do Cleveland Browns de branco
Pós Jogo: Venceu quem errou menos
Lamar
10 PITACOS sobre Ravens vs Seahawks
defense
Pós Jogo: Só precisa cuidar da bola
20231030_072258
10 PITACOS sobre Ravens at Cardinals
Geno
Pós Jogo: nunca foi tão fácil
c6e995993963b2f3a7164fe4aab39dda
10 PITACOS sobre o London Game
London
Pós jogo: O epitáfio do Baltimore Ravens
Andrews
Pós-Jogo: fazendo força para perder