Semana 8 | Redskins at Giants: Pós jogo | 20 x 13

Redskins at Giants: Pós jogo. Fora de casa, em New Jersey mais especificamente, contra o pequenos de Nova Iorque. O Giants é uma equipe que vinha nos derrotando sempre, mesmo quando o jogo parecia fácil para gente. Como o último jogo da temporada regular de 2016, onde eles entraram com muito reservas.

Ou então, na temporada passada, onde eles perderam para quase todo mundo, mas, ainda assim, de nós eles ganharam. Mas neste Redskins at Giants: Pós jogo, fiz diferente. Com mais uma atuação quase impecável da nossa defesa, falei dos destaques com mais detalhes. Já são 5 vitórias em 7 jogos na temporada e uma campanha bastante consistente rumo aos playoffs.

Redskins at Giants: Pós jogo 20 x 13
Análise por posição

ATAQUE

QB

Repetindo o comentário da semana passada, Alex Smith voltou a cometer erros crassos. Mas desta vez, tenho que elogiar o que mais se espera dele, o tal de “Game Management“. Conduziu muito bem a partida.

Tentou algumas Big Plays sem sucesso, em uma dela um passe horroroso para o WR Paul Richardson que por muito pouco não virou interceptação. Mas controlou as ações e soube distribuir bem a bola e usar bem o relógio. Salvou um TD certo dos Giants num retorno de fumble. Nota 6 para ele.

RB

Difícil, neste Redskins at Giants: Pós jogo, não apontar Adrian Peterson como nosso melhor jogador na temporada. Ele destoa dos demais jogadores de ataque. Mesmo sendo o sétimo jogo na temporada, ainda impressiona a forma como acha os gaps.

Sofreu um fumble, na red zone, que quase virou TD de New York. Mas voltou a campo ainda melhor depois do vacilo, marcando um TD de 64 jardas. Igualando o recorde de maior número de TDs acima de 50 jardas corridas, 15, com ninguém menos que Barry Sanders. Vale dizer que foram 149 jardas para o menino AD.

Foi bom ver Chris Thompson de volta ao campo, mas bem fora de ritmo ainda, pouco conseguiu contribuir. Em 3 corridas apenas 13 jardas, e mesmo recebendo a bola foram apenas 2 recepções para 9 jardas. Nota 9 para essa unidade.

OL

Evolui a cada jogo. Em cada semana tenho a impressão que conseguem melhores bloqueios para as corridas, abrem mais gaps e ainda conseguiram dar um segundinho a mais para o Alex Smith em algumas oportunidades. Cederam 0 (ZERO) sacks neste jogo.

Brandon Scherff é o novo Deus dessa linha. Trent Willians segue sendo um Deus, teve um ou outro snap mais ou menos, mas é uma rocha. Chase Roullier fez bloqueios no segundo nível da defesa dos Giants, outro que cresce a cada jogo. Shawn Lauvao, que tanto critiquei, mostrou que o nível da linha sobe com a sua presença. Morgan Moses, talvez o de menor destaque, cometeu um offside  numa terceira para 1, mas também cumpre seu papel com maestria.

Menção à saúde do Trentão, que foi o único que não jogou todos os snaps, devido a uma fratura no polegar. Espero que fique inteiro para o próximo jogo. Ty Nsekhe, seu substituto, participou até que bastante do jogo e não comprometeu. Por um ou dois lances falhos e pela falta do Moses, nota 8,5 para nossa linha ofensiva.

WR

Deixo a pergunta neste Redskins at Giants: Pós jogo. Será que pode dar as boa vindas aos Redskins para nossa escolha de primeira rodada?! Josh Doctson fez uma partida muito sólida. Foram 5 recepções para 49 jardas. Eu sei que não exatamente o que esperamos dele, queremos ver ele brigando nas bolas altas próximas à sideline. Mas temos que aplaudir a melhora significante em relação ao que ele vinha mostrando.

Paul Richardson um pouco mais discreto desta vez, mas ainda assim fez a recepção mais longa da tarde, de 25 jardas. O último WR a participar do jogo com recepção foi Maurice Harris, foram 2 recepções para 20 jardas, mas uma delas, próxima à sideline, foi um espetáculo.

Vem se mostrando um recebedor confiável. Mais uma vez, não podemos dizer que esta unidade foi brilhante. Mas a parte boa a se comentar é que, diferente do ano passado, os drops não tem aparecido. E temos que dar crédito a esse pessoal aqui por isso também. Nota 7 para eles.

TE

Desta vez, não dá pra reclamar da utilização do Jordan Reed no jogo. Foram 7 recepções. Mas somente 38 jardas. Não conseguiu nenhuma jogada mais explosiva, mas foi o porto seguro do Alex Smith no começo do jogo, principalmente. Moveu as correntes e isso é muito importante também.

Vernon Davis foi o outro Tight End a receber a bola, mas apenas uma vez para 21 jardas. Junto com o nosso terceiro membro desta unidade, Jeremy Sprinkle, foram muito utilizados em bloqueios e proteção. E, junto à nossa OL, fazem muito bem este papel. Nota 8.

Geral do ataque

Nosso ataque falha em efetivar os pontos no placar. Nosso kicker, Dustin Hopkins, perdeu um field goal no primeiro tempo, que poderia ter deixado o jogo mais tranquilo. Assim como o fumble sofrido na redzone, que mataria o jogo, praticamente.

Nossos WR sofrem demais para conseguir alguma separação, e quando conseguem, ou o Alex Smith não os vê ou erra o passe. Então, precisamos parar de deixar pontos em campo. O ataque controla muito bem o relógio, o que permite a nossa defesa um bom descanso e isso é elogiável. Neste Redskins at Giants: Pós jogo, quero frisar que até conseguimos mover as correntes, mas precisamos dos pontos, pois são eles que importam!

Redskins at Giants pós
Adrian Peterson #26 of the Washington Redskins rushes for a 64 yard touchdown against the New York Giants during the fourth quarter at MetLife Stadium on October 28, 2018 in East Rutherford, New Jersey. (Photo by Elsa/Getty Images)

DEFESA

DL

Ahhh, essa DL! Quantos anos sonhando com uma linha defensiva assim! Desta vez, o cara da DL foi Matt Ioannidis. 2.5 sacks a mais pra conta do rapaz. São 5.5 na temporada. Deem um diploma de Alabama para esse sujeito! (rs) Falando em Alabama, ahhh Daron Payne e Jonathan Allen, que motor é esse que vocês tem no corpo! Cada um ainda contribuiu com 1 sack.

Estão dominando as trincheiras e transformando o jogo corrido do adversário em piada (claro que todo o front seven merece crédito aqui). Tim Settle e Caleb Brantley apareceram em alguns poucos snaps, não dá pra falar muito sobre eles. No caso do Settle, confesso que tenho grandes esperanças nesse menino também, gostaria de vê-lo mais tempo em campo. Tem como não dar nota 10?!

OLB

Pensando com calma neste Redskins at Giants: Pós jogo, digo que engrenou. Claro que com sacks acontecendo, fica mais evidente, mas dá pra destacar o pass rush. Ryan Kerrygan com 1.5 sacks é o destaque, líder e Deus desta unidade. Preston Smith, apesar de não chegar ao sack, conseguiu pressionar em diversos snaps “rebocando” o LT adversário, ou forçando holding.

Mesmo Pernel McPhee, que este que vos fala questiona tanto, apareceu melhor neste jogo, dando trabalho para a linha dos pequeninos. Ryan Anderson vinha bem nos poucos snaps que teve, mas acabou lesionado e virou preocupação. Nota 8,5.

ILB

“AMason” Foster. Que temporada. Mais um jogo como líder de tackles do time. Está em todo o campo. Não é rápido como o Zach Brown, mas chega em toda jogada. Que pulmão, que instinto!!! Zach Brown está melhor a cada jogo. Tem percebido o jogo corrido adversário com maestria.

Vale dizer que mesmo as jogadas com os TEs adversários não entraram (somente no garbage time). Quem surpreendeu, de novo, foi Josh Harvey-Clemons. Além do sack (brilhante, se arrastando no chão), demonstra um vigor e uma intensidade incríveis. Nota 8,5 aqui também.

CB

Greg Stroman foi queimado em uma jogada no primeiro quarto, de novo. Mas há de se destacar que ele não se abala. Fez um bom jogo. Ok, foi necessário deslocar o Josh Norman para a direita da defesa em algumas situações, mas o menino no geral fez um bom jogo.

Falando em Josh Norman, parece estar voltando mesmo a ser o Josh Norman do primeiro ano. Muito físico. Cedeu uma recepção incrível ao OBJ no slot, mas não sem arremessá-lo ao chão. Fabian Moreau me parece inconstante, ainda oscilando muito dentro do jogo. Nota 7,5.

Safety

DJ Swearinger fez mais um grande jogo. Vou começar falando da única falha, e vou citar, pois ela é recorrente. Jogada pela meia esquerda da defesa, ele tenta adivinhar o passe curto e acaba perdendo o tackle sobre o OBJ, que avança para o first down. Mas esta falha me leva até sua melhor jogada.

Situação semelhante, mas pela meia direita, ele avança antecipando o recebedor, mas desta vez a bola foi exatamente ali, interceptação dentro da nossa red zone! Jogada mais importante do jogo, pelo momento, placar, local de campo, por tudo. Ainda conseguiu outra interceptação neste mesmo jogo. Tarde de gala do nosso safety.

Por outro lado, Montae Nicholson deixa muito espaço, cometeu uma falta bizarra, chegando no recebedor muito antes da bola. TQSLI!!! Deshazor Everett esteve em campo, mas apenas por 2 snaps. Tem aparecido muito bem no Special Teams. Nota 8 aqui para o conjunto da obra.

Geral da defesa

Nossa defesa é o lado mais forte da bola neste momento. E deve ser assim por muito tempo, já que temos uma defesa bem jovem. Nosso front seven é muito forte, principalmente contra o jogo corrido. Não por acaso, somos a franquia número 2 neste quesito na NFL, no momento.

Neste Redskins at Giants: Pós jogo, quero destacar a jogada da interceptação do Swearinger dentro da nossa redzone. Eram 3 recebedores para 3 defensive backs nossos, mais o safety que se deslocou para aquele lado durante a jogada. A jogada se desenvolve e os recebedores cruzam as rotas e todos mudam de marcadores. Nossa marcação, mesmo com toda a movimentação e toda mudança de rotas, fez uma marcação em zona espetacular.

Quem puder reveja esse lance, foi a jogada da partida. Como eu venho batendo na questão da comunicação da defesa, desta vez eles foram perfeitos neste sentido.

Two minute anecdote (warning)

Chegamos ao fim do Redskins at Giants: Pós jogo. Próximo domingo vamos receber o forte time do Atlanta Falcons, com Matt Ryan e Julio Jones. Mas com a defesa jogando neste nível, acho que eles devem estar mais preocupados conosco do que nós com eles.. Se defesa ganha campeonatos como dizem, podemos começar a sonhar?!

#HTTR
#EuSouRedskins

texto por Tata Fernandes (tt: @tatovsk)
revisão por Diogo Miranda (tt: @diogoniiiii)

Hail, #RedskinsNation! Acompanhe o Podcast Redskins Brasil, assine o feed e não perca nenhum episódio. Além disso, nossas redes sociais para ficar por dentro das notícias da franquia. Se gostou ou discordou de algo, deixe sua opinião nos comentários. No domingo teremos Redskins vs Falcons. Seguiremos debatendo sobre os Redskins, sempre na torcida para que este ano seja de muitas vitórias!

__
“Hail to the Redskins, hail victory! Braves on the warpath, fight for old D.C.!”

DEIXE UMA RESPOSTA