Já comprou sua camiseta Redskins Brasil?

CAMISETA REDSKINS BRASIL – BURGUNDY / CINZA

LINK LOJA NO MERCADO LIVRE

Como foi o desempenho do Redskins na semana 03 da temporada regular?

O que podemos tirar de bom e de ruim da vitória na semana 03?

Bom

1. Chris Thompson

Ele é com certeza o jogador mais valioso do time no momento e o de maior perigo para os adversários. Quebrou o recorde da franquia neste último jogo como o RB com mais jardas recebidas, com 150. Ele vai bem correndo pelo meio ou outside, vai bem na proteção do QB, além de pegar quase tudo que lançam pra ele, partindo com explosão. Todos os elogios para ele!

2. Kirk Cousins

Completou 25 de 30 passes (com 3 drops dos WR), para 365 jardas, com 3 TD e 0 INT. Ele foi perfeito lançando rápido nas rotas curtas e quase perfeito no restante. Uma jogada que devemos destacar foi o passe completo para o Pryor enquanto levava um forte hit ao mesmo tempo. Ele administrou muito bem o jogo e merece muitos elogios por esta partida.

3. Defesa dominante!

Foi o jogo defensivo mais dominante que lembro de ter assistido e a transmissão confirmou isto ao lembrar que desde a vitória contra os Eagles naquele MNF da campanha do SB de 1991, que não deixávamos um ataque abaixo das 100 jardas. No garbage time os Raiders até conseguiram passar disso (acabaram com 128), mas vocês entenderam o que eu quis dizer! Além das ridículas 128 jardas totais, destaca-se que o excelente ataque de Oakland (até então o melhor da liga) teve 0 de 11 em conversão de 3rd downs. Se não fossem os dois turnovers no nosso próprio campo de defesa, poderíamos ter saído com uma vitória por ZERO, uma vez que fora essas jogadas decorrentes dos turnovers, os Raiders tiveram apenas UM snap no campo de ataque, na linha de 48 jardas. Os Raiders não toveram a mínima chance contra nossa defesa desde o começo do jogo. Na segunda jogada da partida já teve a INT do Nicholson e na segunda chance de atacarem foram dois sacks. Domínio TOTAL!

4. Destaques individuais da defesa

Não tem como colocar todo mundo aqui e vou ter que citar apenas quem MAIS se destacou, porque analisando novamente, TODOS os jogadores da defesa fizeram uma partida excelente.

Preston Smith – parece mais forte e mais rápido que ano passado. Teve um excelente 1º tempo com sacks, pressões, tackles… ele tem apenas 24 anos e parece que este ano será o ano dele!

Ryan Kerrigan – quando está saudável é difícil de ser parado no um-contra-um. Pressionou o QB, teve sack, tackle for loss em um end around, atrapalhou uma screen… OLB completo e que não recebe toda a atenção da mídia que merecia!

Josh Norman – os QB adversários não estão mais nem lançando na direção dele. Mais um excelente jogo.

Montae Nicholson – a melhor surpresa da temporada até aqui! Seu alcance em campo (mostrado na INT), a força de seus hits (Crabtree deve estar grogue até agora!) e a velocidade com que está se desenvolvendo, faz com que não lembremos mais do Su’a Cravens.

DJ Swearinger – big hiter!! O cara está ainda no seu primeiro ano no time e já virou o capitão da defesa. É a alma do time em campo e melhorou muito a comunicação de toda nossa secundária.

J. Allen e M. Ioannidis – um calouro de 1º round e outro segundanista de 5º round. Esta jovem dupla está jogando muito bem e conseguiram pressionar constantemente uma das melhores OL da liga. Ambos consegiiram sacks neste jogo. Toda hora víamos os OL sendo jogados no colo do Carr e eles tem muito mérito pelo bom desempenho da defesa nesse último jogo.

Zach Brown – dá pra renovar já com ele por uns 5 anos?! Este cara joga demais!! Não perde tackles e tem uma velocidade incrível de lado-a-lado do campo.

#empolguei

5. Vernon Davis

Ele parece mais rápido, mais ágil e substituiu à altura o lesionado Jordan Reed. Tem feito boas jogadas nos últimos dois jogos, destacando-se as jardas conquistas após a recepção. No 1º drive do jogo contra os Raiders converteu uma terceira descida importante e quase quebrou o tornozelo do safety que o estava marcando!

6. Tress Way/punt coverage/ Fabian Moreau

Way “punteou” muito bem neste jogo, colocando os Raiders dentro da linha de suas 20 jardas em 3 vezes dos 5 punts que teve. Dois punts foram retornados, mas para apenas 4 jardas e muito disto é mérito do calouro Fabian Moreau, que tem se mostrado um excelente e importante jogador nos Special Teams.

7. Técnicos

Pela segunda semana seguida, Jay Gruden e Greg Manusky pareceram estar com o ataque e a defesa sempre 2 passos a frente dos adversários. Gameplan perfeito do Gruden mais uma vez e boas chamadas de jogadas.

Outros técnicos que merecem muitos elogios são: Tomsula, da DL e Callahan, da OL. Estamos vencendo a batalha nas trincheiras e, consequentemente, vencendo os jogos.

Ruim

1. Penalties

Depois dos elogios neste quesito na semana passada, neste último jogo tivemos 10 faltas para 77 jardas. O ataque foi bastante prejudicado, especialmente no 1º tempo, por estas faltas e estes erros não podem acontecer nos próximos jogos.

2. Turnovers

Era para termos vencido este jogo de zero, se não fossem os fumbles do Crowder, naquele punt, e do Perine. Ambos foram dentro da nossa própria redzone e possibilitaram a marcação de pontos pelos Raiders.

3. Terrelle Pryor

Ele tem decepcionado um pouco, até aqui, devido à grande expectativa que colocamos nele antes da temporada. Teve bons bloqueios que ajudaram muito nosso jogo corrido e os passes curtos, mas ele precisa aparecer mais no jogo. Achei que falhou em dois lançamentos do Cousins para ele, que deveriam ser recepções e foram passes incompletos. Sem falar que uma, das suas duas recepções no jogo, deveria ter sido considerada como passe incompleto, mas a arbitragem errou e demos o snap rapidamente, sem chance para os Raiders desafiarem.

Observações extras

1. Punt antes do fim do primeiro tempo.

Não gostei, na hora, da decisão do Gruden de tomar aquele delay of game e ir para o punt faltando 22 segundos de jogo, em uma 4ª para meia jarda na linha de 40 do ataque. Eu acho que deveriam ter tentado a primeira descida, para tentar marcar, pelo menos, mais um FG. Um erro nosso teria deixado o relógio com cerca de 17 segundos para os Raiders jogarem.

Mas entendo a opção por ser conservador e garantir que iríamos para o intervalo com uma vantagem de 14 pontos, recebendo a bola na volta do intervalo. O momento do jogo era todo nosso e não precisávamos dar nenhuma chance de os colocarmos no jogo, nem que fosse psicologicamente, de novo.

Então, talvez eu tivesse preferido que ele fosse mais agressivo, mas entendo a opção por ser conservador. Acabou dando certo!

2. Josh Doctson.

Finalmente!! Ele mostrou boa visão, boa velocidade e boa altura para “roubar” a bola da mão do CB adversário e marcar nosso terceiro TD na partida. Esperamos que ele possa se envolver mais nos próximos jogos.

3. David Amerson – CB dos Raiders.

Ex jogador do Redskins, draftado no 2º round, foi atacado a noite toda e não teve muito sucesso. Eu gostei!

4. Dustin Hopkins.

Perdeu mais um FG. Tudo bem que era longo e não se pode cobrar muito dos kickers em chutes para cima de 50 jardas, mas ele que coloque esse pé na forma e caproiche nas próximas, pois estes chutes podem decidir algumas das próximas partidas.

5. Mack Brown.

Ele sempre parece que joga bem quando lhe dão uma chance. Teve ótimas corridas no drive seguinte ao do FG dos Raiders, que diminuiu a vantagem para 24-10 no momento. Me parece ser um jogador ainda melhor que o Perine, neste momento, e na ausência do Kelley poderíamos o utilizar mais.

6. Estatísticas interessantes.

10 – Tackles do Z. Brown

9 – tackles do Spaight

8 – é o número de jogadores diferentes que receberam passes

7 – first downs do Raiders, apenas.

6 – carregadas do Beast Mode, apenas.

5 – recepções do V. Davis em 5 passes na sua direção

4 – tackles do Kerrigan: 1 sack e 3 TFL

3 – TDs aéreos do Cousins

2 – INT da nossa defesa

1 – sack cedido por nossa OL

0 – número de conversões de terceira descida dos Raiders.

HTTR, e até semana que vem!

Texto por Fábio Grein.

  • Cássio M. dos Santos

    Grande texto Grein. Estou contigo, #empolguei e isso tudo porque definitivamente temos uma defesa. Desde a pré temporada ela dava sinais de que seria muito melhor que a dos últimos anos, no entanto ela tem se mostrado ainda melhor. Desde a primeira partida já teve uma boa atuação, que não foi tão falada porque acabamos perdendo, muito por conta dos turnovers também do Crowder em punt naquela oportunidade, e vem melhorando a cada semana. Aposto em uma vitória na próxima semana e com outra doutrinação de nossa defesa. Manda aquele salve lá no podcast, estou sempre aqui dando uma moral em todas as matérias. Abraço e parabéns pelo trabalho.