O Fumble na Net separou vários conteúdos sobre a NBA para que quem esteja em casa possa matar um pouco a saudade desse esporte que amamos. Confira!

Devido a paralisação dos esportes em todo o planeta por conta do novo coronavirus, o fã da NBA está com abstinência. Visando colaborar com a quarentena, pedimos, por favor, que fiquem em casa!

Para ajudar, o Fumble na Net separou vários conteúdos sobre a bola laranja para que quem esteja em casa possa matar um pouco a saudade desse esporte que amamos. Confira:

FILMES

– Homens Brancos Não Sabem Enterrar

Billy Hoyle (Woody Harrelson) e Sidney Deane (Wesley Snipes) se acham os melhores jogadores de basquete de LA. Eles decidem unir forças e passam a enganar seus competidores, fingindo que Billy – por ser branco – nada sabe sobre o esporte. Só que, na quadra, eles arrasam ao aplicar um streetstyle de basquete imparável.

É um filme que te prende do começo ao fim e um clássico da Sessão da Tarde. Alias, o filme inspirou Pat Connaughton no último Torneio de Enterradas, que se vestiu igual Billy.

– Space Jam

Para a geração que nasceu nos anos 90, esse foi o primeiro contato de muitos com o basquete. A turma do Looney Tunes é sequestrada por um maldoso alienígena de outro mundo e os tranca em um parque para que eles possam entreter. Pernalonga os desafia para um jogo de basquete e assim determinar seus destinos. Os alienígenas concordam, mas roubam os poderes dos jogadores de basquete da NBA.

Estão presentes na animação: Patrick Ewing, Charles Barkley e, claro, Michael Jordan. Para quem tem criança em casa, é um prato cheio de diversão e muita nostalgia. Alias, as filmagens de Space Jam 2 já começaram e terá LeBron James como novo aliado dos Looney Tunes.

– Coach Carter – Treino para a vida

Ken Carter (Samuel L. Jackson) retorna para sua antiga escola em Richmond, Califórnia, aceitando se tornar o treinador do time de basquete para colocá-lo em forma. Com muita disciplina e regras duras; ele consegue fazer a equipe vencer. Mas, quando as notas dos jogadores começam a baixar, Carter fecha o ginásio e interrompe o campeonato. O treinador é criticado pelos jogadores e seus pais; mas está determinado a fazer com que os jovens sejam vencedores tanto na escola quanto na quadra.

O filme é considerado uma lição de vida e engloba muito mais do que só basquete.

– Blue Chips

Pete Bell (Nick Nolte), um treinador de basquete universitário, tem que melhorar o desempenho do time de qualquer maneira. Suas esperanças estão baseadas no trio de jogadores talentosos, Neon Boudeaux (Shaquille O’Neal), Butch McRae (Penny Hardaway) e Ricky Roe (Matt Nover). Contudo, para eles poderem se inscrever na sua escola, Bell terá que pagar os jogadores por fora; mas se ele for pego, poderá arruinar sua carreira e envergonhar o seu time. 

Alias, esse filme foi o motivo do Orlando Magic ter draftado Penny Hardaway, por pedido de Shaq; que gostou do entrosamento e amizade entre os dois enquanto filmavam o longa.

– Lance Livre

Mike (Dan Aykroyd) e Jimmy (Daniel Stern) são dois torcedores fanáticos dos Celtics. O campeonato vai bem e o time tem grande chances de ganhar, mas Lewis Scott (Damon Wayans, o Michael Kyle de Eu, a Patroa e as Crianças); o melhor jogador do adversário Utah Jazz pode estragar toda a festa. Dispostos a fazer tudo pelo Celtics, Mike e Jimmy decidem raptar Scott e escondê-lo até o dia do jogo crucial que determinará o destino do alviverde no Campeonato.

Para quem gosta de comédias, é um prato cheio. Um filme muito divertido.

– Joias Brutas

Howard Ratner (Adam Sandler), um joalheiro e viciado em jogos de azar, deve encontrar uma maneira de pagar suas dívidas antes que seja tarde demais. Quando ele recebe uma pedra rara, Kevin Garnett (interpretando ele mesmo) fica encantado com a mesma; que o faz ter performances inacreditáveis em quadra.

Não se engane, isso não é uma comédia. Esse filme é indicado para aqueles que além de basquete, gostam muito de um suspense e drama policial. É um longa que te tira o fôlego do começo ao fim. Se você for ansioso demais, não assista.

– Jogada Decisiva

Um presidiário pode conseguir reduzir sua pena caso convença o filho, um astro em ascensão no basquete, a estudar e jogar na Universidade do Estado. A tarefa não será fácil, já que o pai está preso por ter matado a mãe do garoto.

Um drama imperdível! Denzel Washington (Jake Shuttlesworth) é o detento e seu filho é nada mais, nada menos que Ray Allen (Jesus Shuttlesworth). Uma reflexão sobre família, perdão e futuro.

DOCUMENTÁRIOS

– Celtics e Lakers – Melhores Inimigos

Com mais de cinco horas de duração e dividido por partes, esse documentário desenha toda a trajetoria da maior rivalidade da NBA. Desde Jerry West e Bill Russell, voando principalmente nos anos 80; quando as equipes se tornaram muito mais do que só rivais e a liga girava em torno de Magic Johnson e Larry Bird. O preconceito racial e social também está presente nesse documentário, que conta com MUITOS astros de ambas as equipe. Um trabalho fantástico!

– The Bad Boys

O documentário conta a trajetória e formação da equipe que conseguiu parar Michael Jordan com as suas “Jordan Rules”. No início dos anos 90 e final dos anos 80, o Detroit Pistons montou uma equipe cheia de muita raça e violência. Conhecido como “The Bad Boys”, o estilo de jogo dos Pistons desagravada a todos na NBA (menos seus fãs, claro). Com Isaiah Thomas, o resto dos Bad Boys e convidados especiais; o documentário mostra como era o ódio de um país inteiro contra uma equipe. Spoiler: e eles não se arrependem nenhum pouco disso.

– Iverson

Contando a história de Allen Iverson, esse documentário mostra o quanto ele mudou o jogo, não só dentro de quadra, como fora dela. Narrando sua história, desde a infância, sua prisão, sua ascenção na NBA e seu declínio. Com um basquete “das ruas”, ele revolucionou com a bola na mão. Com seu jeito “gangster”, ele revolucionou com suas tranças e roupas largas. Lutando pela sua liberdade de expressão, foi julgado como rebelde muitas vezes e boicotado por muitos fãs. Esse documentário é uma história de superação de um dos maiores jogadores da história da NBA, mesmo sem ter ganho um título.

– Without Bias

Com a idade do big three de Boston chegando, Les Bias foi draftado na segunda posição do Draft de 1986 com um hype gigantesco. Duas noites após ser escolhido, ele foi encontrado morto por overdose de cocaína. O documentário traz a história da morte do astro universitário que era o grande rival de Michael Jordan no Basquete Universitário. Tentando explicar o que houve na noite da tragédia, traz uma discussão muito importante sobre drogas e esporte.

– Once Brothers

Conta a história entre o croata Drazen Petrovic e o sérvio Vlade Divac. Grande amigos durante a adolescência, tinha um amor em comum: o basquete. Fizeram história com a seleção da Iugoslávia e chegaram na NBA em 1989 como irmãos de pais (ou países) diferentes. Porém, com a queda da União Soviética e o estouro da guerra civil na Iugoslávia, eles nunca mais trocaram uma palavra mesmo se enfrentando frequentemente na NBA. Em 1993, Petrovic morreu em um acidente de carro e até hoje Divac se sente arrependido pelo amigo. É um documentário de arrepiar!

Tem alguma outra sugestão? Deixe nos comentários!

DEIXE UMA RESPOSTA