O Washington Redskins encara nesta quinta-feira (30) o Dallas Cowboys, em mais uma edição de uma das maiores rivalidades da National Football League. A equipe tenta dar fim a um jejum incômodo: já são três partidas sem vitória contra o rival. Para tornar a missão ainda mais complicada, a partida será realizada novamente no meio da semana, embora dessa vez as duas equipes tiveram uma semana de descanso, ao contrário do que houve antes da partida da semana passada no Thanksgiving.

A grande polêmica que tem circundado este jogo é com o Redskins, que tem se recusado a usar o seu uniforme “color rush” que é apresentado em uma cor próxima a da mostarda com detalhes em borgonha. Como o vice-presidente da franquia, Bruce Allen, não gosta do uniforme, criou-se então essa polêmica, já que a NFL quer que o Redskins vá a campo utilizando estas cores. A solução que surgiu nas últimas horas foi uma alteração no uniforme “color rush”, dessa forma devem jogar com a camisa e a calça borgonha.

Fique de olho

Trent Williams: Após perder o jogo da semana passada diante dos Giants, o left tackle Trent Williams deve estar de volta aos gramados para a partida desta quinta-feira. Após perder o treino da segunda-feira, o atleta fez parte do treino de terça, ainda que de forma limitada. Conversando com os repórteres ao longo da semana, Trent Williams revelou que uma espécie de acordo foi feito com a comissão técnica: ele jogaria no domingo em Nova Orleans, mas ficaria fora do jogo diante dos Giants em Landover. Com a volta de Williams para a partida, há uma expectativa de melhora na linha ofensiva.

Jamison Crowder: Após as últimas partidas já se pode dizer que Crowder está de volta. Ele teve um começo de temporada nada animador, cometeu alguns erros em retornos de punt, mas suas últimas atuações mostram que o velho Crowder está de volta. Crowder foi decisivo na partida da semana passada, onde recebeu 141 jardas e anotou o seu primeiro touchdown dessa temporada.

Kendall Fuller: Ele teve uma temporada ruim em 2016, mas nunca parou de aperfeiçoar seu jogo, nesta temporada o prêmio por sua dedicação tem aparecido em campo. Fuller lidera todos os jogadores dos Redskins no número de interceptações com quatro, a última delas garantiu a vitória sobre os Giants no Thanksgiving. Nessa semana ele terá que marcar Cole Beasley, que sempre gosta de aprontar quando jogar contra o Redskins.

O adversário

Dallas não vive um momento bom na temporada, com a perda do running back Ezequiel Elliott, que foi punido pela NFL com seis jogos de suspensão, o ataque deles implodiu e acabou expondo algumas falhas na mecânica de jogo de Dakota Prescott, que tem tido problemas para fazer o ataque de Dallas andar pelo campo. Este deve ser um fator importante para a defesa do Redskins: tornando o jogo unidimensional para o adversário. Se o running back Alfred Morris for parado e o ataque de Washington conseguir pontuar em drives consecutivos, fatalmente o jogo de Dallas terá que ser concentrado em passes, o que não tem sido uma boa arma nos últimos jogos.

Quem também deve desfalcar Dallas na partida de amanhã é o linebacker Sean Lee, que tem uma lesão na parte posterior da coxa. Com isso, o Redskins deve explorar o jogo corrido, visto que o Sean Lee é um dos principais run stoppers da NFL. Aliado ao desfalque ainda há Samaje Perine, que renasceu na temporada desde que se tornou o running back titular dos Redskins. Nas últimas duas partidas, Perine conseguiu correr para 100 jardas se tornando o primeiro corredor dos Redskins a fazer isso desde Alfred Morris.

Outro desfalque importante que Dallas pode ter é o offensive tackle La’el Collins, ainda sem treinar nesta semana o jogador é dúvida para a partida.

Serviço

A 116ª partida entre Washington Redskins e Dallas Cowboys acontece nesta quinta-feira (30), no AT&T Stadium, em Arlignton, no Texas, às 23h15 pelo horário de Brasília. A partida terá transmissão aqui no Brasil pela ESPN e pelo GamePass da NFL.

Palpite

Mesmo com o número de lesões ainda elevado, creio que o Redskins sairá de Arlington com uma vitória, o palpite é: Washington Redskins 26 @ 14 Dallas Cowboys.

#HTTR

Por Maiquison Fernandes

  • Cássio M. dos Santos

    Acho que passaremos dos 30 pontos. Nosso ataque vem crescendo e as defesa de Dallas sem Sean Lee beira tem feito jogadas dignas de College Football. Redskins 34 x 17 Cowgirls.