O Washington Redskins volta a campo no domingo (05) para mais um desafio complicado: enfrentar o 2º melhor time da NFC fora de casa – e provavelmente com tantos problemas como teve no último domingo (28) contra Dallas. Já o Seahawks vem de três vitórias seguidas, já na cola do Rams pela disputa da NFC West.

Este jogo tem um histórico recente muito dolorido para os Redskins. Em três das últimas quatro vezes que o time de Washington foi a pós-temporada, sempre foi derrotado pela equipe de Seattle (2005, 2007 e 2012).

Washington Redskins vem de uma sequência pesada: enfrentou, nas últimas quatro semanas, dois times com as melhores campanhas nas conferências (Chiefs na AFC e Eagles na NFC), além do Dallas Cowboys, que voltou a jogar um bom football. Domingo terá o segundo melhor time da NFC nesta temporada, fora de casa, e provavelmente com vários problemas de contusão, como vem sendo nos últimos jogos. Da linha ofensiva, que só teve 2 titulares no jogo contra Dallas, deve ter de novo apenas dois ou até três titulares de volta ao time. O TE Jordan Reed muito dificilmente jogará domingo, como disse o técnico Jay Gruden em entrevista coletiva. Na defesa, Matt Ionniadis passou por uma operação e ficará de fora por dois jogos, enquanto Brashuard Breeland ainda é dúvida para a partida de domingo.

Já o Seattle Seahawks teve um início de temporada cambaleante, perdendo dois dos primeiros três jogos. Após o jogo contra o Titans, no entanto, o time engrenou: a defesa passou a jogar melhor e Russell Wilson passou a ter mais tempo pra fazer os passes, fazendo com que o time venha de quatro vitórias consecutivas, incluindo a última de forma espetacular contra o Houston Texans, no último minuto. Earl Thomas, um dos melhores safeties da liga, está fora do jogo de domingo, mas o time já deve contar com o guard Duane Brown, que veio numa troca nesta semana junto ao Houston Texans.

Fique de olho

TE Vernon Davis: com a possível ausência de Jordan Reed e a má fase dos WR’s do time, ele deve ser o grande alvo de Kirk Cousins no jogo de domingo. Contra uma secundária que tem seu problemas, ele deve ter alguns espaços. Davis, neste ano, vem sendo a principal arma de ataque do time para big plays, ao lado de Chris Thompson.

WR Jamisson Crowder: Jamisson Crowder vinha fazendo um ano muito aquém do que todos imaginavam. Depois de um 2016 muito bom, ele vinha muito apagado na temporada, sem ser tantas vezes acionado e, algumas vezes, chegou contestado pelo técnico. COntra Dallas, no entanto, ele fez a ‘estreia’ na temporada, passando de 120 jardas e lembrando um pouco o Crowder de 2016.

ROLB Ryan Kerrigan: Kerrigan vem num ano muito melhor que 2016, onde na maioria das jogadas não atacava muito o QB adversário. A mudança talvez tenha ligação direta com a troca de coordenador defensivo: o jogador passou a atacar mais o QB e vem tendo um ano muito bom, com 6 sacks.

QB Russell Wilson: muita gente viu o jogo do Redskins domingo e viu que o Cousins sofreu com uma OL muito desfalcada. E o que dizer de Russell Wilson, que desde a troca com o New Orleans Saints (trouxe o TE Jimmy Graham), vive sofrendo com o mesmo problema todo domingo? Com uma das piores linhas ofensivas da temporada e um ataque terrestre que desde 2014 não tem consistência,  mesmo assim Wilson tem numeros fantásticos nos últimos dois anos. Vindo do 3º round do draft de 2012, o campeão do Super Bowl 48 é discutivelmente o QB que melhor se saiu daquela classe, que tinha nomes como Robert Griffin III e Andrew Luck – as duas primeiras escolhas do draft daquele ano – e Kirk Cousins, que foi draftado no 4º round.

CB Richard Sherman: provavelmente um dos melhores corners da liga, mas também é um dos melhores ‘trash talkers’, arrumando problemas até mesmo com Tom Brady no 1º jogo entre os dois em 2012. Apesar disso, tem um talento inquestionável.

Visão do Adversário

O pessoal do Seahawks Brasil escreveu um breve resumo do que esperam para a partida. Confiram:

“Independentemente do adversário, todos os jogos do Seahawks foram emocionante, não será diferente neste domingo no Century Link Field, promessa de um jogo com muitas jardas (principalmente aéreas) e um placar com pouco diferença de pontuação.

Ausência

Seahawks talvez não contará com o segundo melhor jogador defensivo da temporada pelo Seahawks, o FS Earl Thomas, Thomas sentiu a coxa no jogo contra o Texans e deverá perder o jogo contra o Redskins. McDougald (ex Buccs) deve ganhar a posição, lembrando que ano passado o Seahawks sofreu demais com a ausência do Thomas,mas o time de Seattle trouxe reforços via FA e draft para a posição de Safety.

Cara Nova

Seahawks se movimentou para se reforçar, depois de enviar picks para o Texans, D.Brown vem pra reforçar o setor mais carente do Seahawks: a OL. Odhiambo ex Tackle titular da equipe era considerado o segundo pior OT da temporada, com a chegada de D.Brown o ataque ganha vida, Russell Wilson Agradece.

Destaque da Defesa

Bob Wagner vem sendo o destaque do Seahawks, ele tem sido o jogador mais constante da defesa, ajuda tanto parando os RBs adversários, como passes curtos e pressionando o QB, jogador que parece estar em todos os lugares do campo, e com certeza deve ir pro Pro Bowl, e tentar ser pela segunda vez a All Pro

Destaque do Ataque

Russell Wilson vem sendo a principal peça no ataque, com uma OL ruim e RBs que não produzem jardas, Seahawks vem mudando sua filosofia de jogo, priorizando mais o jogo aéreo que o terrestre, com o D.Brown ajudando na proteção pra passe, poderemos ver um RW ainda melhor, com tempo para fazer big plays, é bom a secundária do Redskins ficar atenta.

Stats defesa

18.9 pontos sofridos por jogo

333.7  jardas totais  por jogo, sendo 216.0 aéreas e 117.7 terrestre por jogo.

Stats Ataque

25 pontos por jogo, 370,3 jardas totais por jogo, sendo 272.7 jardas aéreas por jogo e 97.6 terrestre.”

Palpite

Tentando ser otimista: jogo complicado para a temporada do Redskins não é uma novidade, tirando a partida contra o San Francisco 49ers. Desta vez com um atenuante de enfrentar uma defesa dura, com a linha ofensiva de Washington muito desfalcada sem um dos alvos de Cousins (Reed) e com provavelmente mais um jogo terrestre limitado.

Palpite 17 a 10 para o Redskins.

Serviço

Seattle Seahawks e Washington Redskins se enfrentam domingo (05) às 19h05 (horário brasileiro de verão), com transmissão ao vivo na ESPN+ para todo o Brasil.

HTTR!

Junior Gomes – @Junior_Gomes86

 

  • Cássio M. dos Santos

    Jogo bem complicado devido os desfalques e jogadores baleados que vão para o sacrifício. Vi uma previsão no NFL.COM de 26 x 21 Seahawks mas confio em um 27 x 24 Redskins.