O Indianapolis Colts perdeu pro Miami Dolphins em casa. É isso. Sem mais explicações vamos aos pouquíssimos pontos positivos e MUITOS pontos negativos desta derrota vergonhosa por 16-12.

 

PONTOS POSITIVOS

Darius Leonard e companhia

Após a pior partida na carreira, Leonard mostrou uma grande força mental para virar a chave e nos entregar uma das melhores atuações na NFL. Liderou o time em tackles com 13 (11 solo), dois tackles para perda de jardas, além de um sack, um fumble forçado, dois passes desviados e uma interceptação. Infelizmente o touchdown defensivo que Darius conseguiu após interceptação foi revertido por conta de uma interrupção da jogada por parte da arbitragem. Mesmo numa tarde onde nada deu certo para os Colts, Leonard mostrou que é o melhor jogador desta defesa e que está em todo o campo, seja contendo os avanços terrestres ou cobrindo passes.

Houston com mais um sack na temporada.

Não menos importante, Justin Houston vem nos entregando uma temporada muito boa para quem era incógnita quando chegou ao time. O veterano contabilizou o quinto jogo seguido com ao menos um sack. Além disso, teve três tackles solo e um para perda de jarda. Seu companheiro de pass rush Jabaal Sheard também conseguiu um sack na partida, dando grande contribuição à unidade defensiva. Devemos elogiar também a boa partida de Rock Ya-Sin, que desviou um passe e conseguiu quatro tackles solo, além de voltar a ter uma partida livre de faltas.

Além desses, Marvell Tell III, Denico Autry, Kenny Moore II e Grover Stewart mantiveram um bom nível de atuação no setor. O problema foi do outro lado da bola…

 

PONTOS NEGATIVOS

Ataque

Durante a última semana sugerimos que Brian Hoyer fosse o titular para esta partida contra os Dolphins como um “descanso e recuperação” para Jacoby Brissett, que se lesionou contra os Steelers. Naturalmente, não acreditávamos que um QB veterano como Hoyer prejudicaria tanto o desempenho da equipe. Ledo engano. Brian Hoyer mostrou porque é e sempre foi um reserva na NFL. Foram 18 passes completos de 39 tentados, 204 jardas, um touchdown e TRÊS interceptações. Tudo bem que a primeira não foi culpa dele. A bola foi nas mãos de Eric Ebron, que por um momento parecia ter posse de bola, mas Steven Parker acabou com a posse e a interceptação.

Doyle comemorando o único TD do Colts na partida.

De resto, o QB foi terrível. Passes longos demais, arriscados demais, nenhuma presença de pocket… Tudo. É nítida a evolução dos Dolphins do começo da temporada até o momento. O HC Brian Flores está começando a extrair o melhor da equipe, mas mesmo assim o jogo de Hoyer foi aquém até mesmo para um QB do seu nível. Os WRs tiveram apenas 64 jardas aéreas, só aí já mostra o nível de atuação do camisa #2. Eric Ebron e Jack Doyle foram os mais acionados, sendo que o #84 marcou o único TD da equipe na partida. Marlon Mack, apesar das 74 jardas, foi muito prejudicado pelo péssimo jogo da linha ofensiva e algumas tomadas de decisões erradas. Além disso, ainda se inspirou no último jogo de Campbell e conseguiu tropeçar sozinho no último drive do Colts. Nyheim Hines foi bem acionado no jogo aéreo, contribuindo com 30 jardas, além de 14 pelo chão.

Frank Reich e play-calling ofensivo

Não poderíamos deixar de criticar algumas chamadas de Frank Reich, principalmente no drive final dos Colts. Após conseguir um first down o HC chamou três passes de Brian Hoyer na endzone. Não estávamos em situação de goal line, havia espaço para trabalhar rotas curtas pelo meio do campo ou para os RBs. Até mesmo caberia chamar corridas para explorar o play action, ainda mais sabendo que haviam dois timeouts para pedir. Frank Reich merece os elogios por conseguir montar um esquema de jogo decente para um time que possui um QB titular limitado, mas efetivo. No entanto merece críticas na mesma proporção à medida que não consegue por isto em prática. Vale ainda notar que não é a primeira vez que o time peca na tentativa de “fechar” os jogos.

Adam Vinatieri, infelizmente

Por mais que não tenha sido tão pavoroso como o resto do ataque, o kicker errou seu 11º chute na temporada, a maior marca na carreira. Um extra point deixaria o jogo 13-10 a nosso favor, facilitando nossa vida na sequência do jogo. Com 73,7% em field goals e apenas 70% em extra points, o fim de carreira do jogador tem sido tenebroso. Na entrevista desta última segunda-feira, Reich, que até então defendia a permanência do jogador, começou a mudar o tom do discurso e disse que conversaria com Chris Ballard sobre o roster na noite deste mesmo dia.

 

Dwight Freeney Ring of Honor

A tarde foi de homenagens ao gigante Dwight Freeney, que entrou no Ring of Honor da franquia. A cerimônia contou com a presença dos principais jogadores campeões do Super Bowl XLI, como Peyton Manning, Reggie Wayne, Bob Sanders e seu parceiro Robert Mathis. Até mesmo o G.O.A.T. Michael Jordan esteve no Lucas Oil Stadium para a homenagem ao nosso eterno #93.

Os Colts poderiam e deveriam estar 7-2 na temporada (um 9-0 não seria nada espantoso vide a forma como aconteceram com as derrotas para Chargers e Raiders), mas o excesso de erros nas últimas duas partidas coloca em xeque a ida aos playoffs. Mesmo com a defesa melhorando o nível com relação ao começo da temporada, o ataque parece ter regredido em termos de criatividade e efetividade. Ao não aproveitar a semana de bye dos Texans e a derrota dos Chiefs, os Colts deixaram de assumir a liderança da AFC South e se colocaram em posição complicada na Conferência Americana.

 

PRÓXIMO CONFRONTO

Sem margem para erro, o Indianapolis Colts recebe o Jacksonville Jaguars no próximo domingo às 15h com transmissão apenas do NFL Game Pass. Uma derrota complica demais a vida do time até mesmo na briga por uma vaga no Wild Card, já que os Steelers, Raiders e até mesmo Titans ganharam sobrevida na temporada com vitórias na Semana 10. Esperamos que Jacoby Brissett esteja saudável para este duelo e que os erros sejam minimizados a ponto de não nos custar a terceira derrota seguida. GO COLTS!!! (5-4).

 


Para ver os melhores momentos, mais estatísticas e números do jogo, acesse o Game Center da NFL.

Assine o Feed do Colts Brasil para não perder nenhum episódio! http://fumblenanet.com.br/feed/coltsbrasil

Siga-nos no Instagram! https://www.instagram.com/podcastcoltsbr/

E no Twitter: as notícias e cornetadas no @potrosbr, @horseshoeBR, @CarolVago12 e @pj1992.

Fotos: disponíveis no site oficial dos Colts. Foto de capa disponível no Stampede Blue.

DEIXE UMA RESPOSTA