O JOGO

Enfrentando um time em formação parecia que a vitória viria de forma tranquila, mas os últimos minutos fizeram o torcedor se perguntar se o time iria deixar escapar mais uma vitória. Sorte que o Browns ainda é o Browns.

O começo de jogo foi bem tranquilo, o 1º quarto foi de bastante equilibrado, poucas jogadas e muitos punts. Com a defesa bem postada e não deixando Cleveland trabalhar seu jogo corrido. A trinca defensiva Hankins-Woods-Anderson está cada vez mais sólida e fechando bem os espaços e dando trabalhos para a OL adversária. Com a colaboração do Jabaal Sheard e John Simon, DeShone Kizer precisou se movimentar bastante no pocket, tendo que escapar da marcação dos OLB que logo chegavam ao seu encalço ou se livrar rapidamente da bola.

No fim, faltando 29 segundos para acabar o 1º Quarto, uma boa campanha conduzida pelo nosso QB terminou com um TD corrido do mesmo. Cinco jardas para marcar o primeiro TD da partida e primeiro do camisa #7 com a camisa do Colts.

Logo na campanha seguinte do Browns, Kizer começa a achar os espaços na defesa do Colts, conseguindo 38 jardas num passe para o Kenny Britt. Em seguida Duke Johnson corre para 19 jardas e marca o TD, trazendo novamente o equilíbrio pro jogo. Alternando corridas e passes, o Colts faz uma excelente campanha que culmina no segundo TD corrido do Brissett.

Dessa vez, a defesa consegue uma importante vitória com Nate Hairston impedindo Rashard Higgins de recepcionar a bola. Com isso nosso ataque volta a campo e consegue se distanciar ainda mais no placar. Brissett, em mais uma atuação sólida, lança o passe para TY Hilton que consegue um TD de 61 jardas, sendo este o primeiro passe de TD da carreira do nosso camisa #7. Após mais um three-and-out do ataque do Browns, nosso ataque continuou a mil por hora. Após uma bomba do Brissett para o TY, Jabrill Peppers comete infração e permite que, logo em seguida, Frank Gore corra para 4 jardas para o TD. 28×7 no placar e a sensação da primeira vitória na temporada.

Mas como nada no Colts é fácil, cedemos um TD na campanha seguinte do Browns, com Kizer achando bem seus recebedores em rotas médias, entre os linebackers do Colts, um passe longo de 26 jardas para Jordan Leslie e finalizando com um passe de 1 jarda para David Njoku. 28×14 e fim do primeiro tempo.

O terceiro quarto, apesar de não haver pontuação, algumas jogadas foram importantes. Rashaan Melvin consegue uma bela interceptação, voando para agarrar a bola que seria para o Kasen Williams, mas Kizer lançou atrás de seu WR. Na parte final Jack Doyle sofre um fumble recuperado pelo Browns. Entretanto Kizer não aproveitou a chance e lançou mais uma INT. Mais um passe que veio um pouco atrás do Kenny Britt, que viu a bola bater em suas mãos e cair no colo do Rashaan Melvin, bem posicionado.

O último quarto veio para trazer sufoco ao torcedor. Mesmo com FG do Vinatieri na primeira campanha, a defesa não conseguiu manter o ritmo. O primeiro TD de Cleveland neste quarto veio após duas faltas seguidas da defesa. Uma com Darius Butler, que tackleou o QB adversário após o slide e uma interferência do Melvin na recepção do Britt para o TD. 31×21 e 6:56 por jogar. Após um three-and-out, o ataque adversário volta, com 4:05 no relógio, se aproveita de mais uma interferência do Melvin numa 4th & 10 (inadmissível!), avança pelo campo e consegue mais um TD no jogo corrido com o Kizer. 31×28 e 2:08.

Felizmente, o Browns havia gastado seus três pedidos de tempo em uma campanha anterior e devolvemos a bola com 29s no relógio e, após uma tentativa de Hail Mary de 95 (!!!) jardas, Malik Hooker consegue mais uma interceptação para a conta. Fim de jogo e 1-2!

Pontos Positivos

  • TY Hilton cala os críticos mais uma vez. Com 153 jardas em 7 recepções o WR do Colts ultrapassa Lenny Moore e alcança a 4ª colocação em jardas recebidas pela franquia de Indiana, com 6039;
  • Donte Moncrief teve um jogo sólido após a decepção de semana passada. 44 jardas em duas bolas longas lançadas pelo Brissett;
  • Nate Hairston teve boa participação, cedendo apenas uma jarda em passes lançados em sua direção;
  • Frank Gore ainda tem muita lenha pra queimar. Apesar de ter tido apenas 57 jardas, o veterano contribui com bloqueios importantes em jogadas de passe e puxa a marcação em passes curtos. Não é todo dia que se chega a 3000 carregadas na carreira;
  • Brandon Williams vem se mostrando uma grata surpresa no roster. O TE consegue bloquear muito bem e é difícil de derrubá-lo;
  • Jacoby Brissett fez um jogo muito bom. Boas decisões e passes no alvo contribuíram para as suas 259 jardas, 1 TD e 2 TDs corridos (Primeiro QB do Colts desde Bert Jones em 1974 a conseguir este feito). Será um excelente backup quando Andrew Luck voltar. Mandem o Tolzien pro espaço;
  • Robert Turbin é um trator. Em situações de três ou menos jardas, pode colocá-lo em campo que é garantia de first down.
  • Pierre Desir fez a sua estreia pelo time e teve ótima atuação, conseguindo atrapalhar os WRs do Browns e evitar recepções. Mais um ponto positivo na defesa de Indianapolis

PONTOS NEGATIVOS

  • Kamar Aiken sofreu uma concussão logo no início do jogo sendo retirado de campo gerando preocupação;
  • Os ILB são fracos. Os passes pelo miolo defensivo são o nosso maior problema. Jon Bostic em campo é um terror;
  • Jack Doyle jogou mal. Infelizmente nosso TE contribuiu apenas com 16 jardas, sofreu fumble e dropou dois passes por pensar na rota antes de recepcionar a bola. No entanto conseguiu contribuir com bons bloqueios;
  • A OL continua mal. Em vários snaps Brissett sofreu pressão e sofreu três sacks. Os titulares precisam voltar urgentemente;
  • Alguém precisa chamar a atenção do Kenny Moore. O camisa #42 cometeu mais uma falta em retorno de Punt. Já são três na temporada;

Nem bem, nem mal, muito pelo contrário

Rashaan Melvin em campo é uma montanha-russa. Faz ótimas jogadas, vide as duas interceptações e boas coberturas e passes desviados. Mas cometeu uma falta desnecessária numa 4th & 10 que colocou Cleveland no jogo, além de ceder um TD onda já havia cometido interferência no recebedor. Precisa estar mais ligado para não cometer esses erros contra times mais difíceis!