“Vindo de Baylor, o WR All-Pro/Pro Bowler 6’4 com 220lb que encantou todos e chegou a ser líder de jardas da liga na temporada de 2013, Josh Gordon é suspendo pela liga, por uso de drogas”
Você torcedor do Browns, já leu quantas vezes essa noticia?

Eu posso garantir que varias, porém para cada vez que você leu essa noticia, tenho certeza que esse cara já te surpreendeu ou fez vibrar com um uma recepção espetacular, por seu atleticismo ou por um ganho absurdo de jardas após a recepção, entre outras das suas habilidades, essa conta está no minimo 1/1, porém coloque o advento que desde 2012 quando foi escolhido na segunda rodada do DRAFT SUPLEMENTAR da NFL, Josh Gordon desde lá, é o maior talento ofensivo a jogar com as cores MARROM, LARANJA e BRANCO, desde 2012 ninguém anima a Dawg Pound como ele seja aqui no Brasil ou lá nos USA.

Josh é sim essa mistura de esperança e decepção, ele uni o melhor e o pior que um torcedor do Browns tem de sentimento em relação a franquia, acho que é por isso que nunca desistimos dele e a franquia fez o mesmo, apesar de em alguns momentos, cogitarem desistir e até anunciarem que não contavam mais com ele, o Browns deu mais uma chance a Josh “Flash” Gordon (não poderia fechar as portar para um talento desse tamanho, por mais problemático que fosse) e Josh não decepcionou, foi oque melhor teve em nosso ataque em 2017, voltando de aproximadamente 3 anos de inatividade o camisa 12 teve números significativos, com 18 recepções, 335 jardas totais, media de praticamente 19 jardas por recepção e um TD marcado, com recepções de nível TOP WR da liga, lugar onde todos a sabemos que ele merece estar, fazendo uma rápida projeção, multiplicando os números pelos 16 jogos, mesmo sabendo que poderia ser mais, afinal sua produção estava subindo conforme o ritmo voltava, dentro do nosso ataque que era um terror para as defesa e o alvo mais seguro, Gordon teria feito em 16 jogos, 60 recepções,
1070 jardas, 4TD, com as 19 jardas de media por recepção, produção que é inacreditável para qualquer pessoal se você falar que esse cara ficou 2-3 anos fora dos gramados e de convivência do futebol americano por causa de problemas com drogas, muito disso também é meritos de Josh que nunca parou de se dedicar ao Shape., inclusive Josh Gordon teve como tutor Tim Montgomery, ex velocista olimpico pelos USA que também auxiliou Josh no problemas com Drogas.

Josh Gordon e seu tutor Tim Montgomery, na preparação antes da liberação para o retorno aos gramados da NFL.

 

Sendo assim todos sabemos que produção e talento nunca foi um problema para Josh Gordon, porém o jogador de 26 anos ainda causa muitos medos de uma nova decepção por causa do vicio com as drogas, e ai chegamos ao um ponto interessante onde muitos torcedores comentam “Vale a pena dar um novo e grande contrato para o Josh Gordon?” e isso que vim aqui conversar com vocês, a primeira pergunta é, precisamos?
Não, no momento não precisamos lidar com esse pensamento, pois Josh que ainda está em seu contrato de rookie de 4 anos, ainda tem um ano a cumprir, pois só conta os anos do contrato em anos que atletas esteve disponível para no minimo 6 jogos e Josh em 2014 só jogou 5 então e 5 em 2017, tendo ainda um ano para cumprir e se tornando um um “agente livre de direitos exclusivos”, ai que vem a outro pergunta, porque um agente livre de direitos exclusivos? oque é? Primeiramente eu não chamaria de Agente Livre, pois na pratica não é, Josh fica condicionado a uma proposta do Browns, o que significa que a antiga estrela Baylor não pode negociar com outras equipes. Uma vez que Cleveland oferece uma oferta qualificada, as opções de Gordon estão limitadas a assinar o contrato ou não jogar mais uma temporada, oque fica obvio que o Browns terá Josh Gordon por mais um ano por uma bagatela de um contrato praticamente minimo, durante esse ano.
Essa tranquilidade de poder analisar o risco da bomba, e seus benefícios trás tranquilidade para nós torcedores sabendo que Gordon não está nem perto de chegar a Free Agency devido a suas temporadas com menos de 6 jogos, sendo assim devido às suspensões de Gordon por violação da política de abuso de substância da liga, ele não deverá se lançar em uma Free Agency sem restrições até a temporada 2020 – duplicando o habitual período de espera de quatro anos.

Depois de perder os serviços de um dos wide receivers mais talentosos da NFL durante parte de uma década, os Browns terão Gordon sob contrato de barganha para 2018 com a oportunidade de igualar todas as ofertas em 2019.
Se continuar bem, saudável e longe de problemas, teremos no minimo mais dois anos de um dos grandes wide receivers da liga atualmente, e que assim seja!

Woof Woof Dawg Pound!

Links

Josh Gordon – Ready for His Comeback – Produzido por UNINTERRUPTED

Josh “Flash” Gordon – 2017 Highlights

Texto
Escrito por Marvin Abreu – @216SportsBr – MarvinLag
Co-Escrito por Leticia M. de Almeida – @Buuzlet