Beast Quake
Faltam 87 dias para a 100ª temporada da NFL e hoje relembramos mais uma grande história da liga: a corrida que LITERALMENTE abalou uma cidade! Acesse fumblenanet.com.br/nfl100 para conferir outras histórias épicas!

O Saints veio para a partida como seed #5 da NFC, com campanha 11-5, apesar de serem os detentores do título. Já o Seattle Seahawks, mesmo com uma campanha 7-9, chegou aos playoffs como campeão da NFC West, o primeiro time a jogar na pós-temporada com mais derrotas que vitórias. Na temporada regular, New Orleans venceu fácil, 34-19, dando a entender que essa revanche seria tão desequilibrada quanto. E o jogo começou dessa forma, com o Saints abrindo 10 pontos de vantagem (FG de Garrett Hartley e touchdown de Heath Evans). 10-0. O jogo seguiu com troca de touchdowns até que um fumble gerou uma campanha de empate, 17-17. A trocação seguiria até restarem 3:38 para o fim do jogo, num placar de 34-30 e Seattle com uma 2ª pra 10 da sua linha de 33.

Pela primeira vez na partida o Seahawks chamou, tendo sua formação ofensiva base, a jogada “17 Power” (que você deve ter deduzido que é uma power run). Uma I-formation, com o TE e o FB alinhados à esquerda. O Saints alinhou numa 2-5 under, com Roman Harper na linha de scrimmage, 8 defensores “no box”. E inicialmente, a estratégia da defesa funcionou, as rotas de corrida de Marshawn Lynch ficaram bloqueadas. Mas o corredor foi mais inteligente, e mesmo redirecionado, conseguiu iniciar o avanço.

O linebacker Scott Shanle disparou na direção de Lynch, e o tackle iria limitar a jogada a um avanço de apenas duas jardas. Entretanto, Lynch saiu do tackle, desviou do alcance de Ellis e Will Smith. Ayodele e Darren Sharper tentaram mergulhar para derrubar o RB, mas ambos falharam. Jabari Greer chegou a alcançar Lynch, tentou agarrá-lo por trás, mas não conseguiu. Quando Tracy Porter tentou a perseguição, foi enterrado num stiff arm. Sem mais adversários para detê-lo, Marshawn saltou de costas para a endzone, com uma mão agarrando a bola e a outra… vamos apenas dizer que ele foi suspenso pelo gesto.

A euforia e barulho na cidade de Seattle foi tão grande que os sismógrafos registraram um pequeno tremor com epicentro no estádio (então chamado Qwest Field). Você pode ver o lance com a análise do próprio Marshawn Lynch abaixo. Na rodada seguinte, o Seattle Seahawks seria derrotado pelo Chicago Bears, encerrando sua campanha dos playoffs.

DEIXE UMA RESPOSTA