O fã do Boston Red Sox que já não tinha grandes esperanças para essa temporada da MLB, recebeu mais uma má notícia. Sem seu ace, até onde a equipe vai?

O fã do Boston Red Sox que já não tinha grandes esperanças para essa temporada da MLB, ainda recebeu mais uma notícia devastadora. O seu ace, Chris Sale vai se submeter à cirurgia Tommy John e não jogará em 2020. O tempo de recuperação é de 12-13 meses; a a cirurgia ainda não tem data marcada. Com isso, ele deve perder o início da próxima temporada.

Sale sempre sofreu com fadiga no ombro durante seu tempo em Boston quando outubro ia chegando na MLB; mas mesmo assim, recebeu uma extensão contratual há um ano, o garantindo 145 milhões por cinco anos.

Há um ano atrás, se alguém falasse na troca que mandou Sale para Boston, o consenso seria que Chicago teve um retorno fraco. Moncada tinha sido uma grande decepção em 2018, Kopech estava lesionado e Sale vinha de dois ótimos anos. Nada como o tempo para mudar a nossa percepção.

A importância do arremessador que foi adquirido numa troca com o Chicago White Sox para o título da World Series de 2018 é indiscutível; mas em 2019 vimos dois jogadores bem diferentes.

Moncada liderou CHW em:

  • WAR: 4.8
  • .OBP: .367
  • .SLG: .548
  • OPS+; 141

Sale teve os piores números da carreira em:

  • W-L: 6-11
  • RA: 4.40
  • IP: 147.0

(Desde que se tornou arremessador titular)

É importante deixar claro que as estatísticas mais profundas indicam que embora Sale tenha ido mal; ele teve mais do que sua porção de má sorte, e uma certa melhora é esperada. Entretanto, com seus problemas de lesões e um certo declínio pela idade é seguro afirmar que o seu auge já passou.

Para se ter uma ideia, um OPS+ de um rebater médio é de 100, colocando Moncada bem acima da média.

Michael Kopech, o outro jogador importante que foi dos Red Sox para os White Sox; passou pela mesma cirurgia do Chris Sale e é um prospecto que promete bastante. Claro, ainda é uma incógnita, mas tem grande potencial.

Análise da troca

É difícil afirmar que Boston perdeu a troca, de certa forma até errado pois Sale foi peça chave de um título; mas em termos de retorno, Chicago tem tudo para estar feliz com o que recebeu. Caso Moncada mantenha o nível que já atingiu, ele sozinho produzirá mais valor do que Sale em Boston na MLB.

Olhando pra carreira do ace dos Red Sox, ele entregou dois anos de elite e teve um grande declínio em 2019, e mesmo que volte saudável e bem, é plausível assumir que a setinha dele esteja apontando pra baixo. Sem contar que nesse ponto da carreira, o período de controle de Chicago com o arremessador já teria acabado.

Conclusão

Por essas e outras dá pra chamar a troca de Sale por Moncada e Kopech, uma troca win-win.

Claro que Moncada cairia como uma luva em Boston agora, mas Sale entregou aquilo que se esperava dele e levou Boston ao título. Para conseguir nomes de elite em contratos favoráveis ao clube, você terá que abir mão de prospectos top.

Vale ressaltar que o erro, se houve algum, foi na extensão contratual, caso não tivesse acontecido, Boston não estaria de mãos atadas quanto á sua folha salarial, e talvez fosse possível oferecer um contrato melhor para o Mookie Betts.

Não se esqueça que Dave Dombrowski, na época GM dos Red Sox conseguiu manter Andrew Benintendi e Rafael Devers. Possívelmente os dois melhores jogadores da equipe no momento (saudáveis).

DEIXE UMA RESPOSTA