No Draft deste ano, mais precisamente na 3ª rodada (81ª escolha), o Dallas Cowboys decidiu escolher o wide receiver Michael Gallup, de 22 anos de idade, 1,85 m de altura e 91 kg. Gallup nasceu em Monroe, no Estado da Georgia. Ele começou jogando basquete, beisebol, futebol americano e praticando corrida no ensino médio. Ele decidiu se dedicar apenas ao futebol americano, na posição de quarterback.

Quando entrou na Butler Community College com 18 anos, ele atuou como wide receiver e começou a se destacar. Em 2016, transferiu-se pra Colorado State University (CSU). Na sua temporada de estréia, foi titular dos 13 jogos, anotando 76 recepções, 1.272 jardas recebidas e 14 touchdowns recebidos. Em 2017, como veterano, ele foi finalista do Fred Biletnikoff Award (dado ao melhor recebedor do país). Ele foi titular nos 13 jogos da CSU, anotando 100 recepções (recorde da Universidade), 1.413 jardas recebidas e 7 touchdowns recebidos. O menor número de touchdowns ano passado também se deve ao fato de que ele passou a sofrer marcação dupla. Ele teve 3 dos 8 melhores desempenhos de um wide receiver na história da Colorado State University. Foi o único jogador a anotar 3 ou mais touchdowns recebidos em uma partida na história da Universidade.

Michael Gallup jogando pela Universidade
Michael Gallup jogando pela Universidade

Ele é um jogador muito ágil e rápido. Consegue fazer muito bem as separações e tem velocidade pra ganhar da defesa adversária na corrida. No último ano na CSU, ele não deixou cair a bola nenhuma vez nas suas recepções na red zone. Michael Gallup pode se tornar uma das peças fundamentais do ataque do Dallas Cowboys. É claro que ele precisa melhorar em alguns pontos, principalmente nos bloqueios no jogo corrido, quando for necessário, e também se aperfeiçoar nas disputas de bola contestadas, perdendo o receio do contato.

O que é fato é que com a saída de Dez Bryant e Jason Witten, Michael Gallup pode ter um bom número de recepções na sua temporada de estréia. O WR1 deve ser Allen Hurns,mas nada garante que Michael Gallup não conquiste esse posto durante a temporada. Ainda mais que sabemos o histórico de contusões de Allen Hurns. O veterano Tavon Austin está em declínio há cinco temporadas. O potencial de Michael Gallup me faz acreditar que ele pode ser uma das grandes surpresas no ataque dos Cowboys este ano.

O coordenador ofensivo do Dallas Cowboys tem um largo histórico de conseguir tirar o melhor dos seus wide receivers. Scott Linehan fez um excelente trabalho com Randy Moss no Minnesota Vikings. Ele também fez um excelente trabalho no Miami Dolphins com Chris Chambers. Podemos também a passagem dele pelo Detroit Lions e o sucesso com o Calvin Johnson. Nesta temporada, uma das mudanças no corpo técnico do Dallas Cowboys, foi a chegada de Sanjay Lal pra ser o wide receivers coach. Ele terá um grande trabalho com a saída de Dez Bryant, Brice Butler e Ryan Switzer. Ainda tem os problemas extra-campo de Terrance Williams. Porém, Sanjay Lal terá em mãos dois wide receivers novatos de muito potencial: Michael Gallupe e Cedrick Wilson. A função dele é fazer com que esse corpo de wide receivers tenham um bom entrosamento com Dak Prescott. Por outro lado, há muita desconfiança em relação à classe desse ano de wide receivers. Nenhum foi escolhido nas 50 primeiras escolhas do draft. Michael Gallup estava entre os cotados a serem escolhidos nas primeiras rodadas. Ele foi o segundo receiver, sendo escolhido na posição #58, depois de Calvin Ridley. O técnico Sanjay Lal chegou a mencionar que Michael Gallup tem um jogo violento,muita semelhante ao jogo de Dez Bryant. Será?

DEIXE UMA RESPOSTA