Nas últimas temporadas da NFL havia uma certeza que passou a quase ser uma regra: New England Patriots são favoritos a vencer a AFC East, chegar aos Playooffs e serem fortes candidatos a estarem no Super Bowl.

Mas o que se viu na última temporada, somado as incertezas que pairam sobre a franquia mais vitoriosa nas duas últimas décadas faz o ano de 2020 começar como uma incógnita; que se inicia com a incerteza de manter ou não o maior jogador de sua história.

Tom Brady está na equipe desde de 2000, venceu seis títulos e é considerado por muitos o maior jogador de todos os tempos. Mas na última temporada foi notório (natural pela idade) um declínio em seus números e principalmente na sua precisão ao lançar a bola. Então vamos analisar os dois possíveis cenários:

Patriots renovando com Tom Brady

A grande pergunta desta offseason: Qual sera o destino de Tom Brady?
Brady teve um dos piores anos de sua carreira, mas a culpa não é totalmente dele. Se analisarmos atentamente, dá para perceber que faltou apoio por parte do restante dos jogadores. Enquanto a defesa foi, por boa parte da temporada, uma das melhores da liga, não se pode dizer o mesmo do ataque. O time sentiu muito a aposentadoria de Rob Gronkowski, a falta de um bom recebedor confiável alem de Julian Edelman e um jogo corrido que não produziu muito com Sony Michael.
Mas a questão não é o que se passou, e sim o que está por vir. Brady ainda não renovou seu contrato com a franquia e todo o planejamento para próxima temporada passa por essa possível renovação ou não.
O salary cap de New England é de aproximadamente US$ 42M, o que pode ser gasto com jogadores (principalmente no ataque) para poder dar mais armas para o camisa 12, caso ele realmente renove. E eis a grande indefinição para a nova temporada, pois quando ela começar, Brady já terá seus 43 anos e com certeza não é a parte financeira que irá pesar para ele.
Competitivo ao extremo, não há dúvidas que ele irá querer encerrar sua carreira inflacionando ainda mais seus recordes e possivelmente conquistando mais um anel. Então essa renovação só acontecerá se ele tiver a garantia que terá reforços no ataque; e vale lembrar que Amari Cooper, Hunter Henry e A.J Green serão free agents nessa offseason.
Obviamente são ótimas opções para New England municiar Tom Brady e voltar a ter um ataque explosivo. Mesmo que historicamente Bill Belichick nunca foi de fazer grandes investimentos em free agents, dessa vez me parece bem necessário caso queira manter seu quarterback.
O outro detalhe que está deixando todos curiosos é justamente envolvendo o HC dos Patriots. Será que o treinador conhecido por não segurar nenhum jogador quando seu rendimento começa a decair vai querer mais uma temporada com Tom Brady?!?!

Patriots procura um novo quarterback

Jake Fromm, Tua Tagovailoa e Justin Herbert fazem parte da classe de 2020
Jake Fromm, Tua Tagovailoa e Justin Herbert fazem parte da classe de quarterbacks em 2020
Pensando nessa possibilidade, fica mais imprevisível de prever o que será feito, pois ele pode contratar algum desses jogadores citados acima para reforçar a maior carência imediata do time, tentar pegar algum quarterback via draft e lapida-lo para o futuro.
O problema é que, provavelmente, os principais prospectos já terão sido escolhido antes dos Patriots terem a oportunidade (a menos que façam uma troca, o que não vejo acontecendo dado o histórico de Belichick em draft). Joe Burrow, Tua Tagovailoa e Justin Herbert são cotatos a serem escolhidos no top 10. Os demais, teoricamente não valem uma escolha de primeira rodada.
Ainda existe a possibilidade de pegar algum quarterback na free agency: Ryan Tannehill (que fez uma temporada de redenção) poderá estar disponível, assim como Jameis Winston e Teddy Bridgewater. Mas nenhum deles é certeza de sucesso a curto prazo. Muito menos o reserva imediato da equipe da Nova Inglaterra, Jarret Stidham, que ainda é muito cru para poder ser tornar um franchise quarterback.
Estamos em fevereiro, mas pela primeira vez em muito tempo os Patriots passam a ser a grande incógnita. Algo tem que ser decidido o quanto antes, pois os rivais de divisão estão se fortalecendo. Os Bills chegaram aos Playooffs na última temporada; os Jets tem boas peças e na teoria Sam Darnold vai mais experiente para o seu terceiro ano na liga; além do Miami Dolphins que está em reconstrução, mas está municiado de várias escolhas nos próximos anos.
Foxborough sempre foi considerado um palco certeiro na pós-temporada, mas desta vez, para isso acontecer, primeiro temos que saber qual sera o futuro de Tom Brady nos Patriots.

1 COMENTÁRIO

  1. Confesso que também estou curioso pra ver o desenrolar dessa história. Meu palpite é que renova. Mesmo em declínio, não se desperdiça um talento como o dele, apesar da idade. Ainda mais sabendo que os possíveis substitutos não estão a altura. Mas olho vivo na próxima escolha de draft, porque não subindo escolhas, sera que o raio vai cair duaa vezes no mesmo lugar?

DEIXE UMA RESPOSTA