Depois de fazer um texto avaliando as opções para a única escolha alta do Saints no final da segunda rodada, agora darei alguns nomes no final do draft que podem dar caldo. A verdade é que a partir da quinta rodada, o draft vira uma loteria, e a chance do jogador selecionado ter sucesso imediato é bem pequena. Porém o que não falta na liga são exemplos de jogadores sem expectativa nenhuma que produziram bastante, mais recentemente tivemos Philip Lindsay, running back do Broncos que nem draftado foi. No próprio Saints temos três exemplos nas últimas décadas que foram selecionados no final (ou nem foram selecionados) e tem vaga garantida no HOF da equipe, Marques Colston, Zach Strief e Pierre Thomas. Vamos aos nomes:

  • Kahale Warring, Tight End, San Diego St.

A chegada de Jared Cook tirou a urgência por um tight end, mas essa profunda classe tem bons nomes que devem sobrar no final do draft. Kahale é um prospecto com ótimos atributos físicos e atleticismo, mas pela baixa competição por ser de escola pequena e por estar bastante cru, deve cair no draft. É um jogador que, se desenvolvido, pode produzir bastante na liga.

  • Karan Higdon, Running Back, Michigan

Tem dois nomes da posição que acho interessante para as ultimas escolhas, além de Higdon, gosto muito do Travis Homer, running back de Miami. A verdade é que Sean Payton adora o corpo de running backs cheio, e espero que selecione alguém. Higdon é um jogador baixo, mas é muito físico e tem ótima visão, apesar da pouca experiência recebendo passes, vale a aposta.

  • Hunter Renfrow, Wide Receiver, Clemsom

Em minha opinião, Renfrow é um dos prospectos mais subestimados do draft. Ele vem de uma das melhores escolas de recebedores do college, e tem o perfil de jogador que faz sucesso na liga. Sei que muita gente prevê o Saints pegando um slot receiver antes, mas Renfrow não seria nada ruim, é um jogador que aparece nos grandes momentos, e seria um alvo de extrema confiança para Brees.

  • Shareef Miller, Defensive End, Penn St

Miller é uma ótima opção para o terceiro dia, mostrou bons momentos em Penn St, é atlético e tem um bom tamanho. É um prospecto que iria demandar desenvolvimento por estar cru, mas tem potencial de produção no futuro.

  • Jahlani Tavai, Linebacker, Hawaii

Há boas opções de linebacker para late round, como Te’von Coney de Notre Dame (que foi até entrevistado pelo Saints), mas escolhi Tavai pela sua presença em campo, é um jogador completo, uma máquina de tackles e esconde a falta de velocidade com sua visão de jogo. Se não tivesse se lesionado na temporada passada, e perdido o combine e o Senior Bowl, teria perspectivas mais altas no draft.

  • Malik Gant, Safety, Marshall

Safety certamente será uma posição endereçada no draft, prefiro que seja no inicio, mas caso isso não ocorra, temos que olhar as outras opções. Gant mostrou ser versátil, mas suas virtudes aparecem jogando mais próximo da linha, é um ótimo tackler, muito paciente e intenso. Apesar de precisar melhorar um pouco na cobertura, teve algumas repetições jogando mais distante em cover 2, e essa experiência pelas posições na secundaria sempre facilita o desenvolvimento do atleta.

DEIXE UMA RESPOSTA