Olá e sejam bem vindos à mais uma semana de dicas de waivers, onde vamos te ajudar a recuperar sua temporada ou permanecer firme na disputa. Aqui terão dicas de peças a buscar na free agency, peças de stream na semana e drops necessários ou stashs futuros.

Running Backs

Chris Thompson ainda não cometeu nenhum fumble, portanto o head coach de Washington, Joe Gruden não vai por o RB na casinha do cachorro. Thompson não precisa ser um starter toda semana, mas com a forte performance contra a ÓTIMA defesa dos Rams, o corredor ganha pontos de confiança. Um sólido pickup para semanas de bye futura, se seu banco estiver vazio, e um possível stream nessa semana, caso o titular Rob Kelley estiver mesmo com costelas fraturadas e fora da partida contra os Raiders. O próximo na linha sucessão é Samaje Perine, um stash em ligas maiores, na ocorrência de uma segunda lesão.

A dica de adicionar o RB dos Ravens, Javorius Allen, ainda persiste. Especialmente com Terrance West enfrentando problemas de lesão. Allen pode se tornar o RB1 do time de maneira definitiva, combinando com sua capacidade no jogo aéreo, tornando seu valor bem compensatório.
No nível de liga super profundas (14,16,20 times) o recém contratado Alex Collins é um stash com algum valor caso Terrance West perca mais tempo.

Chris Carson não deve ser titular no backfield de Seattle, mas dominou os snaps e carregadas nessa semana 2. Talvez Thomas Rawls não esteja 100%, ou o coach Pete Caroll esteja confiando no calouro, de qualquer forma, Carson entrou no radar dos jogadores de Fantasy. Ainda espero performances mistas, tendo em vista a situação do ataque e da OL de Seattle. Se Rawls voltar 100% semana que vem, e dominar o backfield, no entanto, não estaria me surpreendendo. Carson Vale a busca em ligas maiores.

Chris Johnson foi muito melhor que Kerwyn Williams, e apesar da péssima situação da equipe dos Cardinals, o veteraníssimo deve reter um valor relevante.

No backfield do Giants pouca coisa deve acontecer além de pass-blocking e corridas frustradas, então Shane Vereen, o RB usado no jogo aéreo tem um valor minimamente relevante, não buscaria o jogador mas o adicionaria na lista de observáveis, caso a OL melhore em qualquer porcentagem no run block ao longo das semanas. A defesa dos Giants ainda é boa o bastante pra proporcionar jogos apertados.

O sempre relevado Theo Riddick teve 9 carregadas e 3 recepções, então o considero um bom valor exclusivamente para ligas PPR. há uma boa chance do RB estar no waivers.

Jalen Richard foi o quinto melhor RB nessa semana 2, mas a partida foi contra os Jets no modo FULL TANK, então eu seguraria meu entusiasmo. No entanto o valor do RB é baixíssimo e eu o buscaria no waivers se presente. Também o considero um bom alvo para vender numa troca à médio valor, considerando a bomba relógio chamada Marshall Lynch nesse backfield (Lynch teve a metade das carregadas do backfield enquanto Deandre Washington e Richard dividiram as outras 12).

Há uma chance de D’onta Foreman ganhar espaço no ataque dos Texans, e o Calouro merece um stash de excelente valor a curto prazo. Houston joga contra os Patriots na quinta-feira e o start é só burrice (ou desespero), mas se tivermos paciência e guardar o corredor, há um bom valor de RB3 no futuro.

Alvin Kamara é um risco enorme, mas seu valor no jogo aéreo dos Saints também lhe garante relevância no Fantasy #RIPAdrianPeterson.

Paul Perkins é possível dropável. Faça-o por sua conta e risco, pois eu farei. Eddie Lacy ainda está banido do Fantasy. O Trio Joe Mixon/Gio Bernard/Jeremy Hill ainda não parecem apelativos, mas recomendo paciência nesse caso. O novo coordenador ofensivo dos Bengals precisa nos mostrar qual será o regime de carregadas desse ataque para então termos qualquer previsão honesta e realista. É do meu entendimento no entanto, que não existe espaço para Jeremy Hill e Joe Mixon ao mesmo tempo. Mixon foi um investimento alto de muita gente enquanto Hill estava quase de graça. Aguarde uma semana para saber o destino de Hill. Bernard retém valor pelo jogo aéreo, mas enquanto Andy Dalton não nos mostrar qualquer esperança, o recebedor merece o banco/waivers.

Wide Receivers

Willie Snead ainda está suspenso para o jogo 3, mas a dica é boa. Caso a liga tenha poucos espaços no banco, há uma chance do recebedor estar nos waivers. Busque-o com uma certa força, já que os Saints precisam do recebedor (algo evidenciado no crescimento do WR calouro Tommy Lee Lewis). Snead tem um potencial de Flex semanalmente e seria uma escolha de sexta ou sétima rodada no seu time de graça.

Mohamed Sanu está em somente 13% das ligas de Fantasy na NFL.com, e o recebedor claramente é o segundo alvo no ataque de Atlanta. Pegue-o, coloque-o pra jogar essa semana contra os Lions, e veja o que acontece. Se não vingar, tenha paciência, e guarde o jogador.

J.J Nelson é o substituto de John Brown em Arizona, e de novo, a situação do time é deplorável, mas o valor de Nelson é retido para um stream nessa semana 3 por conta da defesa dos Cowboys. A secundária não me parece nem um pouco ajustada.

Chris Hogan é uma escolha estável, especialmente com o matchup simplesmente nojento contra os Texans. Hogan provavelmente está em muitos rosters, mas fica o aviso. Hogan titular.

Corey Coleman quebrou a mão. DE NOVO. O calouro Rashard Riggins se juntou ao time semana passada e já liderou o time em alvos. Considerando a esperança Deshone Kizer retendo o nível de QB play minimamente, Riggins é um alvo de waiver sólido e obscuro. Stash garantido e na minha opinião, start nessa semana contra o TENEBROSO Colts. Vai na fé. Os tight ends Seth DeValve e David Njoku vão dividir a atenção de Kizer, mas o talento do calouro recebedor deverá ser o bastante para uma grande noite.

Tyler Lockett não tem nenhum apelo para mim. Mas eu sou um pouco ranzinza, o recebedor merece um pickup se disponível considerando o jogo terrestre de Seattle estar respirando com a ajuda de aparelhos.

Jermaine Kearse está num time horrendo e é o melhor recebedor disponível. Mesmo com as depressivas projeções em todas partidas, Kearse deve reter um valor razoável, mesmo com o tight end Austin Seferian-Jenkins de volta à ativa.

Allen Hurns confirmou as suspeitas de que seria o principal recebedor de Jacksonville. Considerando o fator Blake Bortles, existe uma chance do recebedor ter sido relevado e ainda estar disponível. Adição sólida.

Randall Cobb e Jordy Nelson podem estar machucados para essa semana 3. Se esse for o caso, recomendo procurar Geronimo Allen no sábado de manhã, pois o segundanista pode explodir contra os Bengals. O recebedor mostrou ter a confiança de Aaron Rodgers em 2016 no meio de eventos parecidos de muitas lesões. Obviamente espere os “peixes maiores” do ataque, Martellus Bennet e Davante Adams terem a maior quantidade de alvos, mas Geronimo é viável.

Não caia no valor de Deonte Thompson (Bears) ou Cordarrelle Patterson (Raiders), ambos jogadores só tem stats relevantes por conta de garbage time. Passe longe.

Quarterbacks

Eu persigo com a mesma avidez a filosofia de investir pouco em QBs no Fantasy. As pontuações são parecidas na média, e com qualquer matchup saudável, qualquer quarterback pode pontuar monstruosamente. Usar QBs diferentes toda semana é uma prática muito viável (especialmente se muitas pessoas fizerem o mesmo na sua liga). Sem clubismo é a chave aqui.

Trevor Siemian tem um confronto contra os Bills, que ainda não cederam um TD no ar. Isso se deve no entanto, mais por Cam Newton simplesmente jogar mal na semana 2 e os Bills enfrentarem os Jets na semana 1. Siemian é confiável e viável.

Jay Cutler contra os Jets. Não me orgulha recomendar isso, mas quem é clubista ou preconceituoso, no Fantasy tende a se dar mal. Cutler jogou bem e possui um corpo de recebedores fantástico, uma OL incrível e um jogo terrestre saudável e estabelecido. Alvo de streams número 1 para QBs nessa semana.

Carson Wentz é um start bem bacana nessa semana contra os Giants.

Deshone Kizer é o stream mais perigoso da semana. Os Colts são horríveis, então o risco não é muito alto. Kizer é uma play excelente se você tem um time com bons matchups e um piso de pontos seguro.

Jared Goff contra San Francisco ainda é MUITO arriscado, mas em ligas mais profundas, é uma opção melhor do que Josh McCown, Mike Glennon e Brian Hoyer( por pouco)

Tight Ends

Se você perdeu Greg Olsen por pelo menos 1 mês e meio, não fique triste. O camisa 88 pode ser dispensado sem medo, já que esse ano vários tight ends vêm produzindo números consistentes. O espaço que um Tight End machucado ocuparia em seu banco seria dificil de justificar, a não ser no caso de uma situação parecida com Gronk ou Kelce.

Evan Engram entra para o hall de Tight Ends dignos de possuir/streamar! Considero mais justo o segundo caso, já que o ataque dos Giants é um pouco desesperador. Nessa semana contra os Eagles o start é arriscado, mas fique de olho no garoto.

Jason Witten é o melhor Tight End na liga e no Fantasy nessas duas primeiras semanas. Witten se prova um start semanal independente do matchup, e especialmente nessa semana contra os Cardinals, eu o buscaria em ligas mais rasas. Jack Doyle teve 8 recepções, e se tem algo que devemos tirar desse fato, é que os Cardinals vão ser ruins contra TEs.

Zach Miller é um stream confiável contra os Steelers nessa semana, considerando a falta de recebedores nos Bears e o potencial na redzone. Miller é o sexto TE com mais alvos na liga, com 15. Excelente para PPRs

Austin Hooper contra os Lions merece um start. Se o ataque dos Giants conseguiu pontuar com Evan Engram abusando do meio do campo, imagine um ataque organizado e com um potencial terrestre como Atlanta.

Coby Fleener é o quarto TE na liga! Se o loirinho estiver disponível, busque-o já.

Posso só relembrar que Tyler Eifert existe? Os Bengals ainda não marcaram TDs, mas se existe uma chance disso acontecer, é nessa semana 3 contra os Packers. Se o TE estiver de bobeira por ai, ou no seu banco, um start agora parece bastante apelativo.

Defesas

Aqui vai uma dica para a temporada: procure qualquer defesa que jogar contra os Jets, contra os Colts (enquanto Luck não volta), contra os Texans, contra os Niners e contra os Bears. Eu ainda preciso de mais uma semana para incluir os Jaguars no mesmo status, assim como com os Browns. Então…

Buccaneers contra os Vikings sem o QB Sam Bradford e com Case Keenum??????? Pode apostar alto.

Eagles contra os Giants? Opa!

Patriots contra os Texans porque… sejamos realistas.

Broncos contra os Bills porque… Buffalo não tem recebedores nem um playcalling decentes.

Corra da defesa dos Jaguars e dos Dolphins (e dos Giants). Boas defesas no campo, mas no Fantasy são lixo reciclável até um matchup favorável.

E exponho essa dica geral aqui que é, não segurem defesas ( muito menos duas ao mesmo tempo). Streamar e buscar a melhor opção toda semana é muito mais correto para uma temporada saudável de Fantasy (com as exceções óbvias de Seattle, Carolina e Baltimore, talvez até Denver).