Cleveland Browns contrata RB Kareem Hunt

Muito tem sido dito em todas as mídias desde que a notícia de que o Cleveland Browns oficializou a contratação do ex-Running Back do Kansas City Chiefs, Kareem Hunt.

A notícia veio a público no último dia 11 de Fevereiro, e desde então tem causado um verdadeiro caos nas mídias sociais. O nome da equipe de Cleveland e do atleta chegaram a ficar nos trending topics do twitter, tamanha foi, e ainda tem sido, a repercussão da contratação.

Kareem Hunt, novo Running Back do Cleveland Browns
Kareem Hunt já ganhou diversas montagens vestidos com o uniforme do Browns.

Hunt tinha uma ótima temporada em 2017, onde era o líder de corridas em atuando pelo Chiefs. Mas tudo isso veio abaixo quando um vídeo onde ele era visto agredindo uma mulher em um hotel em Cleveland (curiosa esta parte, não?), se tornou público. A equipe de Kansas já tinha ciência do ocorrido, mas só dispensou o atleta em novembro de 2018, quando o vídeo veio a publico.

Kareem Hunt é nativo de Cleveland, e também foi selecionado pelo atual General Manager dos Browns, John Dorsey, quando este exercia o mesmo cargo em Kansas City, em 2017.

Após a notícia da contratação, Dorsey liberou uma carta ao público, onde explicava suas razões e dizendo que Hunt está extramente arrependido e assume total responsabilidade por suas ações. Também disse que “confiança precisa ser conquistada” dando um sinal claro de que a responsabilidade de mostrar uma mudança é totalmente do atleta.

Sobre o contrato do atleta:

  • Hunt receberá o salário base de 645 mil dólares (menos do que os 679 mil que receberia por seu contrato de calouro com o Kansas City);
  • Irá receber um bônus de 55 mil dólares por “bônus de treino”;
  • Não há nenhum dinheiro garantido;
  • Não há nenhum bônus por assinatura de contrato;

Os ganhos além de seu salários bases são todos em forma de “incentivos”, com um bônus de 25 mil dólares por cada jogo em que ele estiver ativo. Ele não ganhará nada disso se for suspenso pela NFL, o que é esperado que aconteça. Resumindo: o máximo que Hunt pode receber é 1.1 milhão de dólares.

E dentro de campo?

Cleveland agora contará com um dos backfields mais poderosos da Liga. A equipe já contava com o calouro Nick Chubb, que teve uma temporada excelente em 2018 e deve ser o principal jogador na posição. Também contava com o versátil Duke Johnson, que agora fica próximo de se tornar uma incógnita se será mais aproveitado como um Slot Receiver ou se existe a chance de ser trocado.

Resumindo tudo:

Os Browns assumem um grande risco, que pode ter um ótimo retorno para a equipe dentro de campo. Mas as consequências fora dele valerão a pena? John Dorsey tem uma margem de acertos espetacular nas decisões que tomou desde que assumiu a franquia, mas deixou muitos torcedores divididos com esta.

Só o futuro irá dizer se foi uma jogada de mestre ou um erro que poderia ter sido evitado.

DEIXE UMA RESPOSTA