Desde o fim da “era Michael Jordan e cia” em 1998, o Chicago Bulls, uma das franquias mais vitoriosas da NBA, passa por anos sombrios; principalmente após a imersão de John Paxson (vice-presidente executivo de operações) e Gar Forman (GM), em 2009. No entanto, o período da dupla ‘GarPax’ em Chicago está chegando ao fim; e com ela, a esperança de um novo renascer de um gigante até então adormecido ressurge. E passa diretamente pela chegada de Arturas Karnisovas ao Bulls.

O passado

Foto: Reprodução/YouTube

O passado do Bulls está quase que diretamente ligado a existência de Michael Jordan e os dois tricampeonatos conquistados pelo maior jogador de basquete de todos os tempos, de 91 a 93 e 96 a 98. No entanto, nem só de conquistas viveu a equipe e, principalmente, nem só de Jordan.

Obviamente, o reconhecimento e grandiosidade vieram com o camisa 23; mas bem antes disso, desde 1972 quando estabeleceu um recorde na franquia, de 57 vitórias e 25 derrotas logo no início de sua trajetória no basquete americano, os Touros já começavam a construir sua brilhante história.

Entretanto, essa brilhante história já está há 22 anos sem aumentar sua contagem de títulos da NBA e também sem chegar às finais da competição. Muito desse enorme jejum passa diretamente pela gestão de Paxson; que por mais que tenha assumido a vice-presidência apenas em 2009 (juntamente com Forman como General Manager), já era GM desde 2003.

Desde então, por mais que o torcedor tenha visto alguns picos de bons rendimentos durante esse anos; como chegar às finais da conferência leste em 2011 tendo Derick Rose como MVP (o primeiro e único da franquia desde Jordan), ou então o lapso de talento naquele time de 2016 que tinha Rajon Rondo, Dwyane Wade e Jimmy Butler; a grande parte do tempo foi marcada por escolhas precipitadas e mal feitas.

O futuro

Foto: Getty Images

No entanto, por mais que o passado da franquia seja um tanto quanto “sombrio”, a partir de agora os ventos podem começar a soprar diferente na equipe de Illinois. Segundo o repórter Adrian Wojnarowski, da ESPN americana, o Chicago Bulls está muito perto de contratar Arturas Karnisovas, antigo GM do Denver Nuggets, para o cargo de vice-presidente executivo; atualmente ocupado por John Paxson.

Ainda segundo as informações de Woj, Karnisovas será responsável por contratar um novo gerente geral para a equipe (cargo ocupado atualmente por Gar Forman) e dar sequência a reconstrução de um time que não vem conseguido bons resultados.

Arturas Karnisovas é um ex-jogador de basquete da Lituânia e tem 48 anos. Ele sempre foi reconhecido pelas ótimas escolhas de draft que fazia, pegando jogadores não tão badalados e os transformando em estrelas da NBA; como é o caso de Nikola Jokic (41ª escolha geral de 2014), Jamal Murray e outras boas movimentações que colocaram o Nuggets como um difícil concorrente na equilibrada conferência oeste.

Justamente por esse motivo, os torcedores do Bulls tem todos os motivos do mundo para estarem animados com Karnisovas. Primeiramente, porque boas escolhas no draft são fundamentais na reconstrução de uma equipe e parte chave para atrair grandes nomes da free agency.

Por outro lado, vale ressaltar que Denver nunca foi um grande mercado para jogadores sem contrato. Já em Chicago, a história é diferente e a instituição por si só já é muito atraente, o que com certeza favorecerá a força nos bastidores que o lituano tem para contratar bons nomes para o futuro.

Ainda é válido lembrar que a free agency de 2021 tem tudo para ser uma das melhores dos últimos anos com Lebron; Giannis; Leonard; Paul George; Rudy Gobert; Gordon Hayward; entre outros. Ou seja, Chicago pode esperar um 2021 muito movimentado por lá.

DEIXE UMA RESPOSTA