Série de postagens sobre as escolhas do Steelers no draft de 2019. Nesta série daremos uma visão geral sobre os jogadores que selecionamos, como podem contribuir já no ano de calouro e qual a nossa previsão quanto sua utilização no roster final.

Este texto é de autoria de Caio Mello.

 

Primeira Rodada10th overall:

DEVIN BUSH – LINEBACKER – MICHIGAN

Classe: Junior.
Altura: 5’11’’ (1.80m).
Peso: 234lbs (106.1kgs)
Idade: 20 anos.

 

Com a primeira escolha do draft, o Pittsburgh Steelers saiu da escolha número 20 para a número 10, enviando para o Denver Broncos a escolha de número 20, a 52 e uma escolha de terceiro round do draft de 2020, sendo esse o seu primeiro trade up da década, para selecionar o LB de Michigan, Devin Bush. Indubitavelmente a maior need no roster dos Steelers para a temporada de 2019, a adição de um Inside Linebacker era uma escolha necessária para preencher a lacuna deixada pelo Ryan Shazier desde a sua lesão em 2017.

Antes do draft, haviam vários indicativos de que o Steelers tinha muito interesse em selecionar o jogador no dia 1, entre eles: é um underclassman¸ ou seja, jogador que não estava nos seus últimos anos de carreira universitária, é muito jovem, apenas 20 anos de idade (entrará na temporada regular aos 21), além de ter mandado uma quantidade razoável de pessoas de peso do staff (GM Kevin Colbert, HC Mike Tomlin e LB Coach Jerry Olsavsky) para acompanhar o seu pro day, em Michigan.

O Bush teve um combine espetacular, que serviu não só pra esclarecer algumas preocupações sobre o seu tamanho, mas também pra justificar e consolidar os atributos atléticos claramente perceptíveis em sua tape. Um jogador rápido, ágil, explosivo e forte. Adianto aqui, inclusive, que o Devin Bush era o meu Linebacker favorito nesse draft, inclusive acima do Devin White. Eu o vejo muito mais pronto para chegar na NFL e causar um impacto desde o início da sua carreira.

O que eu pude tirar da tape do Devin Bush, em Michigan, foi que ele é um sideline to sideline linebacker, um jogador inteligentíssimo, football IQ alto, que é capaz de diagnosticar jogadas e fazer leituras pré e, principalmente, pós snap de maneira extremamente rápida e precisa. Como eu disse mais cedo, os seus atributos atléticos apresentados no combine aparecem na tape, é um jogador muito explosivo e muito rápido. Associando essa capacidade atlética ao seu football IQ diferenciado dá a ele a capacidade de ser um 3 down linebacker na NFL, sendo um jogador que sabe diagnosticar muito bem as jogadas corridas e defende-las e, ao mesmo tempo, ser excelente na cobertura contra o jogo aéreo adversário.

Além disso, percebi que o Devin Bush tem bons snaps como extra blitzer, saindo do segundo nível e usando a sua agilidade para pressionar ou até sacar o quarterback adversário. Isso se mostrou mais visível quando as suas rushing lanes eram pelo outside.

Apesar dos fatores citados acima e do Bush ser um jogador muito pronto na NFL, duas coisas me assustaram quando estudei o jogador: a relativamente baixa produção do jogador, fato que foi explicado pelo coordenador defensivo de Michigan que colocou a culpa no esquema defensivo. O outro ponto negativo do Bush é a quantidade de vezes que vemos ele preso entre os jogadores de linha ofensiva, quando fazendo leituras e fechando gaps/tentado rushar o QB por dentro da linha defensiva e, também, em situações que o OL chegou no segundo nível e ele não conseguiu se desvencilhar da marcação para fazer o tackle. Creio que ele tenha a agilidade e explosão necessária pra superar esses defeitos pontuais que são facilmente perceptíveis em sua tape.

Por fim, vejo essa escolha como excelente para o Steelers e vejo em Devin Bush o fit perfeito para a defesa do Steelers, tanto em metalidade quanto no seu potencial atlético. Além disso, na entrevista pós escolha, o Kevin Colbert e Mike Tomlin destacaram bastante as suas qualidades intangíveis, como ter sido um líder e organizador da defesa de Michigan, onde diversos companheiros do Bush foram enfáticos no quanto ele é um jogador extremamente vocal e que ele era quem eles de fato consideravam o líder da defesa, comunicativo e que auxiliava bastante a coordenação da unidade dentro de campo.

 

Não esqueçam de nos seguir nas redes sociais para podermos debater Steelers.

Twitter: @blackyellowbr

Instagram: blackyellowbr

E também no twitter em @lopesjsantos e @gabriel_amd.

Um grande abraço e Here we go!

DEIXE UMA RESPOSTA