No final do século XX, Vince McMahon, dono da famigerada World Wrestling Federation (WWF, atual WWE), anunciou a criação de uma nova liga de futebol americano, a XFL, prometendo uma competição mais divertida para quem joga e para quem assiste.

Porém, a liga não foi adiante, muitos jogadores lesionados, regras esdrúxulas prejudicaram a liga, o que fez ela ter apenas uma temporada, em 2001.

Depois de 17 anos, Vince McMahon anuncia o retorno da XFL, com as regras mais seguras e realmente divertidas para o jogo e dessa vez priorizava mais o profissionalismo ao invés da mídia, ou seja, a liga atual não tem nada a ver com a liga de 2001, apenas o nome.

Com o comissário Oliver Luck, pai de Andrew Luck, a frente dos comandos da XFL, a liga começou com o pé direito, e se você não entendeu ainda as novas regras, essa é a coluna perfeita para você.

As novas regras

Kickoff

A bola é colocada na linha de 30 jardas do time chutador, a linha do time chutador fica a 5 jardas da linha do time retornador, entre as 30 jardas e 35 jardas do campo do retornador, o chute só será válido se passar das 20 jardas do campo do adversário. As linhas só se movem assim que o retornador tocar na bola.

Punt

Na XFL, se a bola tocar na endzone, o time de ataque iniciará sua campanha na linha de 35 jardas no campo de defesa, o mesmo acontece se ela sair para a lateral do campo (exceto se o chute não passar disso, priorizando assim o que for melhor para o time de ataque), além disso, o time defensivo não pode passar da linha de scrimmage até que a bola seja chutada pelo punter.

Dois passes para frente

Sim, você não leu errado, na XFL é permitido, se o jogador que receber o passe ainda não cruzou a linha de scrimmage, então ele pode fazer mais um passe para frente, é um novo estilo de trick play que deixa o jogo muito mais dinâmico e divertido.

Ponto extra pós-touchdown

Nessa liga, não há chute extra, são jogadas do time de ataque que contam como uma pontuação extra. São três formas, uma valendo um ponto começando da linha de 2 jardas no campo de ataque, outra valendo dois pontos começando na linha de 5 jardas, e outra, mais difícil de acontecer, a de três pontos a partir da linha de 10 jardas. Isso é uma forma de deixar os placares mais longos e mais fáceis de serem revertidos.

Overtime

É praticamente uma disputa de pênaltis. Chamado de shootout, os times fazem uma espécie de conversão de dois pontos alternadamente, sendo uma série de 5 jogadas (como na disputa de pênaltis) o que define a partida, se continuar empatado, então se torna uma série de 1 jogada, ou seja, se um time não marca e outro marca, acaba o jogo.

Os times e seus calendários

São apenas 8 para essa temporada, divididos em duas conferências, Leste, contendo DC Defenders, New York Guardians, St. Louis BattleHawks e Tampa Bay Vipers, e Oeste, com Dallas Renegades, Houston Roughnecks, Los Angeles Wildcats e Seattle Dragons. Serão 10 jogos para cada time, sem bye-weeks, sendo que confrontos de conferência ocorrem duas vezes, e interconferência apenas uma vez. Os 2 primeiros de cada conferência vão para os playoffs da XFL.

Opinião sobre a liga

Uma liga que tem tudo para dar certo, muito mais do que foi com a AAF ou como foi a XFL anteriormente. Com patrocinadores conhecidos e transmissão de canais grandes americanos, a liga já apresenta um bom portfólio para novos investidores. É divertido e tira um pouco a carência de futebol americano durante esses 6 meses de offseason.

DEIXE UMA RESPOSTA