Então galera, espero que tenham gostado da coluna da semana passada. Hoje, continuarei apresentando as outras equipes que possuem reais chances de figurar no Big4 ao final do campeonato.

Vamos parar de mimimi, e ir ao que interessa!

FLORIDA STATE SEMINOLES

06 – FLORIDA STATE SEMINOLES

– Posição na última temporada: 09° Ranking Nacional

Assim como Alabama e Oklahoma, sempre coloco o Florida St. entre os candidatos ao título no início de cada temporada. Um dos programas mais consistentes do país, sempre nos traz ótimas apostas e este ano não seria diferente.

A vice-campeã do Peach Bowl de 2015 começa com alguns problemas na posição de quarterback. Desde de a saída de Winston, nenhuma das opções agradou, e com isso as esperanças ficam a cargo de Dalvin Cook. O RB é um dos cinco melhores na posição no college e candidato ao Heisman. Outra coisa que ajuda Cook, é reconstrução da linha ofensiva comandada pelo bom Roderick Johnson, no lado de fora desta linha.

Já na defesa, um questionamento vem à tona: será que a Jalen Ramsey fará tanta falta assim? Um dos melhores defensores da última temporada universitária agora está na NFL. A missão de tentar suprir esta perda na secundária ficará por conta do safety Derwin James, que possui um jogo absurdo nas coberturas e no slot. Outros jogadores que devem obter um bom desenvolvimento nesta defesa são, o DB Marquez White, e DeMarcus Walker na linha defensiva.

OHIO STATE BUCKEYES

07 – OHIO STATE BUCKEYES

– Posição na última temporada: 07° Ranking Nacional

Todo final de temporada, Urban Meyer tem pesadelos. Pois, todos os anos o Draft vem, e desmonta suas equipes. Na última temporada, ele perdeu 12 jogadores. Destaque para as saídas de Ezekiel Elliot, Taylor Decker, Joey Bosa, Eli Apple, Darron Lee e Von Bell.

O ataque terá de se reinventar, e este processo é norteado por um bom quarterback, algo que Ohio State tem em J.T Barrett. Quinto colocado na votação do Heismann 2014, no ano passado dividiu snaps com Cardale Jones. Outro nome talentoso desde ataque é Pat Elflein, que é especialista em abrir espaços para corrida e também pode ser utilizado na função de guard e center.

O setor que mais sofreu com do Draft foi a defesa. O esquema defensivo será remodelado, e a grande estrela este ano é o ILB Raekwon McMillan, um dos principais combatentes contra o jogo terrestre do campeonato. Outros defensores que colaborarão para a reconstrução desta parte da equipe são, o CB Gareon Conley, o DE Sam Hubbard e o DL Tyquan Lewis.

STANFORD CARDINAL

08 – STANFORD CARDINAL

– Posição na última temporada: 06° Ranking Nacional e Campeão da PAC 12

As esperanças de playoffs foram renovadas. Após ser cotado para assumir uma vaga de Head Coach na NFL, o técnico David Shaw permaneceu. Isto é importante para dar seguimento em um trabalho tão vencedor. Houveram algumas perdas importantes, como a saída do quarterback Kevin Hogan e o desmanche da boa linha ofensiva capitaneada por Joshua Garnett e Kyle Murphy.

A responsabilidade de liderar o ataque em 2016 está novamente nas mãos de Christian McCaffrey. O running back possui uma capacidade incrível de correr com a bola e também é um ótimo alvo para recepções. Fez um 2015 impressionante, correndo para 2019 jardas e 8 TDS. Este desempenho o credenciou a disputar o Heismann Trophy.

A defesa baseada em um esquema 4-3, tem como principal destaque o Defensive End Solomon Thomas. Outros nomes que podemos citar como colaboradores do setor são o OLB Peter Kalambayi, o CB Alameen Murphy e o safety Quenton Meeks.

TENNESSEE VOLUNTEERS

09 – TENNESSEE VOLUNTEERS

– Posição na última temporada: 23° Ranking Nacional

A universidade de Peyton Manning tem uma das equipes mais fortes das últimos quatro temporadas em Tennessee. Butch Jones tem em seu quarto ano a dura missão de solidificar seu trabalho e ser o primeiro técnico a não ser vencido pela pressão desde a saída do lendário Phillip Fulmer.

As expectativas do ataque são focadas ao redor do quarterback Joshua Dobbs e o running back Jalen Hurd. Dobbs possui muito potencial, porém, não tem uma boa precisão em seus passes. Já Hurd teve uma crescente de 2014 para 2015, e o projetam para correr para 1500 jardas em 2016.

O setor mais forte da equipe é a defesa. Têm um dos meus jogadores defensivos favoritos, o Defensive End Derek Barnett. Barnett obteve 10 sacks em 2015 e esteve entre os 20 melhores defensores contra corrida, portanto é muito completo. Outros jogadores que possuem muito talento e relevância são, o CB Cameron Sutton, o LB Jalen Reeves-Maybin e o CB Todd Kelly Jr.

NOTRE DAME FIGHTING IRISH

10 – NOTRE DAME FIGHTING IRISH

– Posição na última temporada: 8° Ranking Nacional

Quando fui ver a tabela deste ano, me assustei bastante com o calendário. O ótimo HC Brian Kelly, terá pela frente adversários como Texas, Michigan St., Stanford, Virginia Tech e USC, mas para uma equipe que sonha com o título como Notre Dame, talvez isto seja um mero detalhe.

O grande questionamento que surge agora no começo da temporada é referente a quem será o quarterback titular. Malik Zaire e DeShone Kizer lutam fortemente nesta batalha, porém vejo que Kizer será o titular devido aos bons números obtidos em 2015. Outro setor que tem muito destaque, é a linha ofensiva formada por Mike McGlinchey e Quenton Nelson. Com certeza Ronnie Stanley não fará tanta falta.

Depois de dois anos sendo liderada por um dos melhores linebackers do universitário, Jaylon Smith, creio que existem jogadores que podem fazer esta transição. Cito como destaque o DL Isaac Rocchell, o DT Jarron Jones, o OLB James Onwualu, o S Max Redfiled e o CB Cole Luke.

TOP10OUTROS

QUEM PODE SURPEENDER?

–  Houston Cougars

Uma grata surpresa da temporada passada. A vitória contra Flórida State no Peach Bowl me deixou animado e fez até pensar em colocá-los entre os principais candidatos, mas dois fatores impossibilitaram esta ascensão: Houston não é mais surpresa, o esquema de Tom Herman está sendo estudado. O outro é a defesa. O linebacker Steven Taylor é a única referência sólida desta equipe. Apesar disto, o ataque é a chave para o sucesso. O QB Greg Ward Jr. é muito bom e possui o auxílio de um ataque sólido e um ano mais experiente.

 – Ole Miss Rebels

Tunsil e Treadwell no ataque e Nkemdiche na defesa farão muita falta. Ambos traziam muita estabilidade aos seus setores. Os sonhos de playoffs estão nos lançamentos do quarterback Chad Kelly. O sobrinho do lendário QB do Bills Jim Kelly, resolveu não ir para o Draft e isto foi um alívio para o HC Hugh Freeze. Com este “reforço” vejo esta equipe com muita força e capaz de serem colocados como segunda força da SEC.

–  North Carolina Tar Heels

Fiquei extremamente surpreso com a campanha do time e com o bom desempenho no jogo contra Clemson na decisão da ACC. Em 2016, o time ofensivo terá como principal arma as carregadas do RB Elijah Hood, e no setor defensivo temos dois prospectos que possuem um alto nível de destaque, o CB M.J. Stewart e o DT Nazair Jones.