Usando as suas redes sociais, Tom Brady anunciou na manhã desta terça-feira (17) que não retornará para New England para a temporada de 2020/21. Com isso, um dos (se não o maior) quarterback da história da NFL jogará por outra equipe na próxima jornada, resta agora saber qual.

Entretanto, enquanto isso não é definido; já que o jogador não confirmou para onde irá; refletiremos sobre tudo o que a escolha número 199 do Draft de 2000 conquistou durante sua carreira. Vale ressaltar, que Brady faz parte do ilustre grupo de 70.000+ jardas aéreas e 500 ou mais passes para TD, ao lado de Drew Brees, Peyton Manning e Brett Favre.

Conquistas Individuais

Foto: NFL/Reprodução
  • 3x Most Valuable Player (2007, 2010, 2017)
  • 4x Super Bowl MVP (Super Bowl XXXVI, XXXVIII, XLIX, LI)
  • 14x Pro Bowl (2001, 2004, 2005, 2005, 2007, 2009-18)
  • 3x First Team All-Pro (2007, 2010, 2017)
  • 3x Second Team All-Pro (2005, 2016)
  • 1x NFL Comeback POY (2009)

Um currículo deste tamanho é algo para ficar marcado na história; mas conquistas individuais são apenas uma parte de sua carreira, já que após duas décadas nos Patriots; o camisa 12 conquistou muito mais do que poderia se imaginar para a equipes de Foxborough.

Conquistas Coletivas

Foto: Mike Segar/Reuters
  • 6 Títulos do Super Bowl (XXXVI, XXXVIII, XXXIX, XLIX, LI, LIII); em 9 aparições
  • 17 Títulos da AFC Leste (2001, 2003-07, 2009-19)

Com as conquistas em New England, presenciamos a maior dinastia já vista na história do futebol americano. Jogadores vieram e foram, mas duas constantes sempre existiram, Tom Brady e Bill Belichick; tanto que não é coincidência que em dois dos três anos nos quais os Pats não venceram a divisão, Brady não jogou.

Ambos, Head Coach e Quarterback se colocaram no topo de suas respectivas posições. Quando o salary cap surgiu, todos afirmaram que era o fim da dinastia e que nenhum time conseguiria manter tal nível de sucesso a longo prazo; porém, essas duas lendas foram além e conseguiram por duas décadas serem garantia nos playoffs, algo até então nunca visto.

Ninguém sabe o que aconteceu para que a decisão de saída fosse tomada, até que ponto a decisão partiu de Brady ou de Belichick, ou até mesmo se houve algum tipo de ultimato por parte dos Pats, que se recusaram a cumprir com as demandas de seu Franchise QB ou se New England simplesmente resolveu seguir em frente. Com isso, por enquanto só podemos especular.

Novos capítulos desta história surgirão nas próximas semanas, mas hoje é dia de parar, admirar e reconhecer que a dupla Quarterback-Head Coach mais bem sucedida de todos os tempos se desfez após quase 20 anos de história.

História essa, marcada por conquistas, perdas, decepções, alegrias e um enorme leque de outros sentimentos envolvendo jogadores, torcedores e gestores. Tom Brady agora deixa os Patriots e vai buscar novos desafios em sua carreira. Alguns times já vem demonstrando interesse, mas muita coisa ainda vai acontecer nas próximas semanas. Fique ligado no Fumble na Net.

Por: Guilherme Alves e Estevão Maximo

DEIXE UMA RESPOSTA