Sete opções para substituir Jay Gruden

É isto, amigos. Finalmente, após 6 anos, estamos novamente sem Head Coach na franquia. “Jay Gruden “is no more”, “has ceased to be”, “bereft of life, it rests in peace”, and “he is an ex-parrot”.

Sete opções para substituir Jay Gruden

Bill Callahan vai tocar o barco até o final do ano, mas sabemos que ano que vem tudo será diferente para continuar igual. Ao menos enquanto Bruce Allen e Dan Snyder continuarem por lá. Vamos elencar alguns candidatos para assumir a vaga de Jay (em ordem pessoal de preferência neste momento).

P.S.: Há alguns candidatos com chances, mas eu não gostaria de vê-los na franquia, como Mike Tomlin ou Jim Caldwell. Esta lista contém apenas candidatos que eu gosto. É uma lista otimista.

Lincoln Riley (HC em Oklahoma)

Quem? Pois é. Quem não acompanha Football College pode ter dificuldade em reconhecer esse nome. Mas Riley vem de duas temporadas seguidas pegando um QB desacreditado e levando ele ao troféu Heisman (Mayfield e Murray). E está caminhando a passos largos para o hat trick com Jalen Hurts, que passou três anos com Nick Saban e o máximo que virou foi um QB scrambler, com dificuldades pra passar.

opções substituir Jay Gruden
HC de Oklahoma Lincoln Riley é um dos candidatos ao cargo de técnico principal no Washington Redskins

Brian Mitchell comentou que Riley esteve em DC durante o MNF contra o Chicago Bears. E há alguns relatos que ele esteja pensando em tentar a vida na NFL. A franquia já tem seu prospecto principal escolhido e deve ter uma das posições mais altas do Draft, além de um cap que pode ser tornar bastante razoável com alguns ajustes (Josh Norman e Jordan Reed, por exemplo). Isso pode ser um atrativo para Riley. Contra ele, o fato de ser muito jovem (36 anos), seu ataque jogar a maior parte do ano contra defesas modestas (apesar de sua equipe não fazer feio quando pega desafios mais duros). Se meu sonho se concretizar, prometo desde já fazer um texto mais longo detalhando o ataque de Oklahoma.

Nick Saban (HC em Alabama, ex-Dolphins)

O treinador mais vencedor da história do College Football e discípulo de Bill Belichick é meu segundo candidato. Por vários motivos: ter treinado (e desenvolvido metade do nosso elenco), sabidamente saber montar defesas fortes, isso sem descuidar do ataque. Mas, principalmente, gosto da ideia de termos Nick Saban porque ele só é tão vitorioso porque tem controle total sobre o time de Alabama. E não aceitaria qualquer tipo de interferência por parte de Bruce Allen e Dan Snyder. Este último é também o principal motivo (mas não único) de Saban ser o candidato menos provável desta lista para assumir o cargo. Saban estaria colocando em risco o gigantesco prestígio que tem no College Football. Sua única motivação seria o desafio. No lugar dele, confesso que jamais aceitaria.

Opções substituir Jay Gruden
NEW ORLEANS, LA: Head coach Nick Saban de Alabama Crimson reage no AllState Sugar Bowl contra Clemson Tigers no Mercedes-Benz Superdome em 2018, em New Orleans, Louisiana. (créditos da foto: Jamie Squire/Getty Images)


Ryan Day
(HC em Ohio State)

Auxiliar de Urban Meyer, Day começou muito bem o trabalho como cabeça de Ohio. Trabalhou coordenando o ataque e ajudou na evolução de Haskins e McLaurin, além de conseguir equilibrar muito bem o lado defensivo. É um dos grandes candidatos aos playoffs no college nesta temporada. Por um lado, falta um pouco de experiência tomando decisões. Por outro lado, conseguiu fazer o time evoluir de produção, em meio a todo o furacão que resultou da aposentadoria forçada de Meyer. Parece conseguir lidar com polêmicas e pressões externas, o que é essencial pra trabalhar em DC.

Matt Eberflus (DC no Indianapolis Colts)

Eberflus pegou um punhado de bons jogadores, poucos com talento acima do normal (Malik Hooker) e montou uma das melhores defesas da liga, capaz de limitar Patrick Mahomes a apenas 13 pontos. Talvez o grande responsável por fazer de Chris Ballard um nome tão bem quisto pela torcida dos Colts.

Eric Bieniemy (OC no Kansas City Chiefs)

Andy Reid tem uma das árvores de treinadores mais prolíficas da liga. Matt Nagy e Doug Pederson são alguns exemplos de treinadores bem sucedidos que saíram de lá. Porém, Matt Nagy teve experiência chamando jogadas nos Chiefs antes de assumir o posto de HC nos Bears (melhorou o desempenho da equipe em relação ao Reid, aliás). Já Bieniemy está apenas começando a ter alguma experiência chamando jogadas. Resta ver como vai evoluir com o restante da temporada. Mas conhece a filosofia e metodologia de trabalho vencedora de Reid e pode ser uma boa aposta.
 

Dan Campbell (Assistant HC no Saints)

Após quatro anos seguidos como assistente de Sean Payton, Campbell conhece um dos melhores ataques da liga de cabo a rabo. Embora tenha pouca experiência chamando jogadas (Sean Payton não abre mão disso), conhece a filosofia de trabalho de Payton e pode ser uma aposta interessante.

Jim Harbaugh (HC em Michigan, ex-49ers)

Ex-Superbowl, Harbaugh não vem de uma boa experiência com comando total de uma equipe no College. É possível que administrar tudo o que é necessário numa equipe universitária esteja acima das suas capacidades. No college football, é como se cada técnico fosse HC e GM ao mesmo tempo, já que é também responsável pelo recrutamento dos prospectos. Porém, com menos deveres e menos coisas para se concentrar, Harbaugh conseguiu levar Colin Kaepernick ao Superbowl. Mesmo sendo um técnico com mentalidade ofensiva, suas defesas (49ers e Michigan) mostraram consistência. Não vejo com maus olhos a chegada dele em DC.

Em suma, este foi o Sete opções para substituir Jay Gruden. Fire Bruce Allen e que Daniel Snyder venda o time.

#HTTR
#FireBruceAllen

texto por Cristiano Ludvig (tt: @ludvigcristiano)
revisão por Diogo Araujo (tt: @diogoniiiii)

__

Estamos agora no Spotify! Assine nosso podcast por lá e confira nossos episódios!

Assine o feed e não perca nenhum episódio: http://fumblenanet.com.br/feed/redskinsbrasilpodcast/

Segue a gente no twitter: twitter.com/RedskinsBrasil

Curta nossa página no Facebook: facebook.com/RedskinsBrasil

Se gostou ou discordou de algo, deixe sua opinião nos comentários. Próximo domingo enfrentaremos o também desastroso Miami Dolphins. Sendo assim, iremos debater bastante sobre a nossa querida franquia. Apesar de tudo, continuaremos torcendo sempre. Além disso, implorar para que aconteça um milagre e Bruce Allen seja mandando embora!

__
“Hail to the Redskins, hail victory! Braves on the warpath, fight for old D.C.!”

DEIXE UMA RESPOSTA