Aqui relatamos fatos ocorridos na semana, para facilitar a atualização de informações pelos apurados pelo trabalho.

Para não deixar o texto sujo, as lesões serão noticiadas somente quando houver alguma repercussão maior.

05/11/2017

Neste dia maravilhoso, onde todas as constelações se alinharam em favor dos Redskins durante o jogo, que fizeram com que o Estado de Washington se confundissem com Washington, DC, ganhamos.  Fizemos dois touchdowns e um field goal e, contando com a Bruxa de Blair, o Walsh, kicker dos Seahawks, além de um drive M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O no final da partida, onde o WR Josh Doctson fez um catch digno do golfinho Flipper (Google, novinhos, Google) em uma jogada alterada na linha de scrimmage por Kurt “Clutch” Primos, ficamos com a vitória em plena Seattle.

Resultado: Washington Redskins 17 @ 14 Seattle Seahawks

06/11/2017

Algumas estatísticas interessantes de depois do jogo:

– estamos 3-0 contra a NFC West, uma das menininhas dos olhos dos “entendidos” de NFL;

– foi a sétima vitória com game winning drive de Kirk Cousins em sua carreira – 25% das suas vitórias foram conseguidas assim – clutch time QB

– foi a 40ª partida consecutiva do QB Kirk Cousins under center, que tem uma sequência menor apenas que Mark Rypien e Joe Theismann;

– o S DeAngelo Hall voltou a campo depois de ficar fora do time desde a semana 3 de 2016;

– nossa defesa agora tem 32 jogos consecutivos com pelo menos um sack, a maior sequência ativa da NFL;

– com o WR Jamison Crowder fora, o S DeAngelo Hall retornou punts na partida, pela primeira vez desde 30 de dezembro de 2012.

07/11/2017

Saíram os Power Rankins: com a vitória, estamos em 13º nos rankings da NFL.com (éramos 16º semana passada) e da ESPN (onde éramos 18º), além de 10º no ranking do USA Today (éramos 18º).

08/11/2017

Mudanças no roster: assinamos com o WR Keenan Reynolds (undrafted free agent de 2016, que atuou no College como QB de Navy e foi dispensado dos Ravens antes do início da temporada) para nosso practice squad, e dispensamos o WR Shakeir Ryan.

Em sua entrevista pré-jogo contra os Vikings, alguns tópicos abordados pelo “melhor QB de todos os tempos porque joga na franquia para a qual torço”, Kirk Cousins:

– disse que sente que não jogou tão bem e a vitória não subiu à cabeça: disse que sempre quer melhorar;

– disse que lançou a bola para o WR Brian Quick quando estava cegado pela linha defensiva de Seattle, esperando que Quick conseguisse a separação, e que bom que deu certo;

– disse que não estava se sentindo bem no pocket durante o jogo (tomou seis sacks durante o jogo, face à porosa linha ofensiva que tivemos no jogo, sem 4 titulares e 2 reservas importantes), mas era esperado;

– disse que se divertiu muito no two minute drill final, onde fez o lançamento primoroso para Josh Doctson após verificar a linha de scrimmage e mandar Doc numa rota go (rota reta e profunda);

-disse que está ainda se aprimorando no relacionamento com o WR Josh Doctson, que é uma pessoa reservada, inteligente, e que gosta dele no time.

09/11/2017

A melhor notícia do dia: LT Trent Williams treinou hoje! Limitado, até por conta de que sua lesão no joelho somente irá se curar após cirurgia, que será feita durante a offseason.  Porém, levando em consideração que o pano de separação (nem podemos falar que ele é uma catraca, que precisa de uma pequena força para movimentar) T TJ Clemmings é, digamos assim, um jogador com uma técnica refinada para o Jardim de Infância.  Brasileiro.  De um lugar sem internet ou acesso a jogos de futebol americano.  Ridículo numa pegada não-Everaldo.  Botem qualquer apelido maldoso para essa anta gorda que acha que é um left tackle aqui, que se encaixará.

Tudo caminha para que no domingo, tenhamos nossa linha ofensiva com snaps alternados na posição de left tackle entre o T Ty Nsekhe e Trentão da Massa.  A linha ofensiva provavelmente também contará com a volta do quase-mito RG Brandon Scherff, que apesar de relacionado para o jogo, não viu snaps.  O C Spencer Long, apesar de poder voltar, deverá ficar como backup, para uma recuperação de melhor de sua lesão no joelho, já que o C Chase Roullier vem dando conta do recado.  Hogs 2.0, a melhor linha ofensiva de todos os tempos porque jogam nos Redskins, está voltando à carga.

Mais uma boa notícia: o TE Jordan Reed, o TE que seria o melhor da liga se não fossem as lesões, poderá voltar ao jogo, após ficar de fora do jogo passado com uma distensão na parte posterior da coxa (hamstring).

Última notícia de lesões: provavelmente, iremos com apenas 4 DLs para o jogo.  O DL Arthur Jones, que foi contratado e atuou no jogo passado, sofreu um deslocamento no ombro e está inativo, e o DL Matt Ioannidis também está fora do jogo.  O DL Anthony Lanier II, que atuou bem no jogo passado, fará chover.

O CB Josh Norman, que também atende pelo codinome de “futuro melhor cornerback de todos os tempos enquanto jogar pelos Redskins”, lançou uma iniciativa para ajudar famílias afetadas pelo furacão Maria, bancada por sua instituição de caridade, o Starz 24, em conjunto com a instituição Boys & Girls Club of America.  Além de mito dentro de campo, ele também está virando um fora do gridiron.

10/11/2017

Sábado, dia de folga e preparação para o jogo de domingo contra os Vikings!

Recomendamos ficar atento à página oficial dos Redskins para saber sobre o efetivo roster para o jogo: lesões demais para ser relatadas aqui…

http://www.redskins.com/team/injury-report.html

 

#HTTR

 

Texto por Antonio Cruz