Ainda na noite deste domingo, em uma manobra que indica resstruturação da equipe, o San Francisco 49ers demite Chip Kelly e Trent Baalke, head coach e general manager, respectivamente. “Independentemente do meu apreço por Trent [Baalke] e Chip [Kelly], senti que a decisão de mudar as lideranças do nosso time eram absolutamente necessárias”, disse o dono da franquia, Jed York. “O desempenho da equipe não acompanhou nem as minhas expectativas nem as dos fãs, e estamos bastante desapontados. Esperávamos ver esse time progredir e se desenvolver ao longo da temporada, mas infelizmente isso não aconteceu. É por isso que é chegado o momento de acharmos uma nova direção para o time.”

Em sua única temporada como head coach em San Francisco, Kelly levou os 49ers a uma campanha de apenas 2-14, o colocando com 28 vitórias e 34 derrotas em sua carreira na NFL (Kelly era treinador do Philadelphia Eagles antes de assumir os Niners). Especula-se que deva retornar para o College Football, onde teve recente sucesso comandando os Oregon Ducks.

Já Baalke esteve trabalhando no front office do 49ers desde 2005, assumindo como GM em 2011. Obteve 36 vitórias nas suas três primeiras temporadas, com o time sob o comando de Jim Harbaugh, conseguindo dois títulos da divisão NFC West e uma ida ao Super Bowl XLVII (onde o 49ers perdeu para o Baltimore Ravens). Após a saída de Harbaugh, o time terminou a temporada 2015 com campanha 5-11 no comando de Jim Tomsula e 2-14 em 2016. O próximo técnico será o 5º desde que Jed York assumiu como CEO da franquia, que tomou controle quando Mike Singletary era o head coach.