Repetindo o que fez na última offseason, o Washington Redskins aplica Franchise Tag em Kirk Cousins. Cousins, agora com 28 anos de idade, já jogou a temporada 2016 sob a tag, com valor de US$20 milhões, e agora terá até o dia 16 de Julho para negociar um contrato de longa duração antes que o contrato de um ano tenha validade. A expectativa é que o valor de um contrato de tag para quarterback fique na casa de US$ 24 milhões de dólares (e seria o 4º maior contrato da liga entre os QBs).

https://twitter.com/Redskins/status/836645134901051392

O Washington optou por usar a exclusive franchise tag, o que significa que nenhum time pode oferecer contrato para Cousins, nem mesmo em troca de duas escolhas de primeira rodada de draft. Caso ainda não consiga uma negociação de longo prazo, em 2018 o Redskins pode usar a transition tag, o que permite à franquia igualar propostas feitas por outras equipes, uma vez que aplicar pela 3ª vez seguida a franchise tag daria a Cousins um contrato de um ano no valor de US$ 35 milhões.

Em termos de desempenho, Kirk tem se portado como um franchise quarterback: nas duas primeiras temporadas como o titular da equipe, levou Washington a duas temporadas seguidas com mais vitórias que derrotas (e uma ida aos playoffs em 2015). Lançou 4166 jardas e 29 touchdowns em 2015, e 4917 jardas com 25 TDs em 2016.