No ano de 2008, nosso Steelers sagrou-­se campeão do Super Bowl XLIII sobre o Arizona Cardinals. E começou 2009 com muitas expectativas para o bicampeonato seguido, porém estas expectativas não se concretizaram. O Steelers acabou na terceira colocação da AFC North, e não se qualificou para os playoffs. Com uma campanha 9­-7, e com derrotas contra Raiders e Browns, que não possuíam grandes times.

O Steelers teve 12 escolhas, porém cedeu uma escolha de 5a rodada, precisamente a 155, em troca do cornerback Bryant McFadden, este draftado pelo Steelers em 2005, e bicampeão do Super Bowl em Pittsburgh. O jogador tornou­-se free agent em 2009, e transferiu­-se para o Arizona Cardinals. E outra trade realizada pelo Steelers neste ano foi a troca com Buccaneers pelo QB Byron Leftwich, que havia estado no roster campeão de 2008, e com a entrada da free agency, foi jogar em Tampa. Portanto, o Steelers possuía na teoria 10 escolhas.

O Steelers draftou em 2010, os seguintes jogadores:

1°ROUND – PICK 18 – Maurkice Pouncey, C/G, Flórida

Tido como um dos melhores jogadores na época do Draft para o interior da linha ofensiva, perdendo apenas para o outro bom jogador Mike Iupati. Foi eleito para o Pro Bowl 4 vezes e tornou­-se um dos cinco melhores centers da liga. Pouncey é o titular até hoje da linha e consolidou-se como um dos pilares desta linha que durante anos continua sendo uma das melhores da liga. Apesar das lesões, no ano de 2014 assinou uma renovação de contrato com o Steelers de 5 anos, e vai ganhar $44 milhões.

2°ROUND – PICK 52 – Jason Worilds, OLB, Virginia Tech

Aposentou-­se em 2015 com apenas 27 anos e $13 milhões mais rico. Sua saída do futebol americano deve-­se a crenças religiosas. Jogou aqui por 5 temporadas, e tornou-­se titular na temporada de 2013. Durante sua estada, mostrou­-se um bom linebacker focado no pass rush.

Achava um bom titular, que demonstrou uma progressão técnica e física durante o tempo, e para mim estaria em nosso front seven titular até hoje.

 

3° ROUND – PICK 82 – Emmanuel Sanders, WR, SMU

Hoje bicampeão da AFC e campeão do Super Bowl 50. Tornou-­se titular e companheiro de Demaryius Thomas como um dos principais recebedores do Denver Broncos na era Peyton Manning. Em Pittsburgh, nunca se consolidou como um dos principais recebedores da franquia. Mas em Denver tem sido um grande jogador e passou das 1000 jardas em duas temporadas. Hoje encontra­-se em seu último ano de contrato, e tenho certeza que se não ficar em Denver, conseguirá um bom contrato, levando em consideração acordos milionários firmados com recebedores regulares como Marvin Jones (Lions) e Mohammed Sanu (Falcons).

4°ROUND – PICK 116 – Thaddeus Gibson, OLB, Ohio State

Nunca se firmou na NFL rodou por exatamente 7 times em quatro temporadas. Jogou apenas 4 jogos. Jogou na CFL como DE no Winnipeg Blue Bombers. Foi apontado por especialistas no Draft da época como nota 7.0. Atualmente está sem jogar.

5°ROUND – PICK 151 – Chris Scott, G Tennessee

Foram duas temporadas por aqui com apenas 2 jogos. No ano de 2012 tentou um espaço em outros 4 Times. Até que no ano de 2013 chegou em Carolina, e foi titular em 8 jogos. Atualmente, ainda permanece no Panthers, na posição de guard reserva.

5°ROUND – PICK 164 – Crezdon Butler, CB, Clemson

Outro jogador que girou muito. Jogou no Steelers, Cardinals, Redskins, Cardinals de novo, Bills, Chargers, Bucs, Lions, Seahawks e Lions de novo. Tudo isso em seis temporadas. Foram 45 jogos e apenas 3 como titular em Tampa.

5°ROUND – PICK 166 – Stevenson Sylvester, LB, Utah

Hoje é free agent, após 4 temporadas em Pittsburgh e 1 temporada em Buffalo. Fez 50 jogos com o Steelers, e apenas 2 partidas como titular.

6°ROUND – PICK 188 – Jonathan Dwyer, RB, Georgia Tech

Não joga desde de 2014, quando participou do time de Running Backs do Cardinals ao lado de Marion Grice, Stepfan Taylor e Kerwynn Williams. Durante sua carreira na NFL jogou 38 jogos e foi titular em apenas 6 jogos em Pittsburgh em 2012, quando Mendenhall e Redman não estavam disponíveis por lesões.

6°ROUND – PICK 195 – Antonio Brown, WR, Central Michigan

Ao lado de Julio Jones, é o melhor wide receiver da liga. Que jogador fantástico. Pensando no que ele fez e faz, é um absurdo imaginar que ele foi uma escolha de sexta rodada. Mesmo com bons wide receivers na classe, ele é o melhor. Talvez sua queda seja devido a problemas extra campo em sua carreira universitária como os problemas em Florida State. Também rodou por outros programas, mas encontrou um lugarzinho no Central Michigan Chippewas. Teve bons números como recebedor principal da equipe e retornador.

Em Pittsburgh, é ao lado de Big Ben um dos jogadores mais importantes da franquia. Já quebrou diversos recordes da franquia e da NFL, além de diversas condecorações. Para coroar sua carreira brilhante em Pittsburgh, falta apenas o anel de campeão do Super Bowl.

7°ROUND – PICK 242 – Doug Worthington, DE, Ohio State

Outro prospecto que não se firmou no Steelers. Após terminar 2010 em Tampa, ficar duas temporadas em Washington e ser cortado em San Diego, ele conseguiu uma vaga no roster do St Louis/LA Rams. Em 6 anos na liga, jogou apenas 8 jogos.

MELHOR JOGADOR DA CLASSE: Antonio Brown, WR, Central Michigan

MAIOR DECEPÇÃO: Thaddeus Gibson, DE/OLB, Ohio State

DEIXE UMA RESPOSTA