Mesmo sem ter um grande espaço em salary cap disponível, o general manager Ozzie Newsome mostra mais uma vez o faro para bons negócios que tem sido a sua marca na liga: O Baltimore Ravens contrata Tony Jefferson, safety ex-Arizona Cardinals, e Danny Woodhead, versátil running back saído do Los Angeles Chargers.

Ravens contrata Tony Jefferson

Na temporada 2016, o site Pro Football Focus colocou no topo do seu ranking de safeties aquele que já havia sido contratado pelo Ravens em 2016: Eric Weddle. Com a contratação de Tony Jefferson, o nº 1 se junta ao nº 5 desse ranking, formando aquela que certamente figurará nas listas de melhores duplas de safeties da liga. O ex-Arizona Cardinals tem um estilo de jogo de muita força e presença física, que podem ser vistos nos seus 96 tackles, dois sacks e dois fumbles forçados em 2016. O contrato que lhe foi oferecido foi de 4 anos, US$34M, com US$19M garantidos.

https://twitter.com/Ravens/status/839956518422380544

Ravens contrata Danny Woodhead

O Baltimore contratou também o dinâmico running back Danny Woodhead, saído do Chargers, num contrato de 3 anos e US$8,8M. O jogador declarou que “caso achasse que não tivesse mais condições de continuar jogando e acrescentando a um time, se aposentaria imediatamente”. A preocupação com Woodhead vem das recentes lesões sofridas (uma fratura em 2014 e uma ruptura do ACL em 2016). Na coletiva de apresentação, tanto Jefferson quanto Woodhead declararam que entraram em contato com o safety Eric Weddle para conhecer melhor a organização, e apontaram que ele foi um fator decisivo para a assinatura do contrato.

https://twitter.com/Ravens/status/839954922930065412