Apesar das seis vitórias até o momento, há algo de errado com o Los Angeles Rams. O time que teve o segundo maior número de touchdowns terrestres e a terceira melhor média de jardas corridas por jogo em 2018, está bem abaixo da expectativa em 2019. Hoje, a equipe de Sean McVay tem apenas a 21ª melhor média de jardas por partida. O que mudou?

Todos sabem que o sistema dos Rams é baseado no jogo terrestre. Todd Gurley teve uma grande temporada em 2018, mas começou a ter uma queda de produção durante os playoffs. Veio o ano de 2019 e o running back segue inconsistente. Ele teve 1.251 jardas corridas no último ano e se manter a média da atual temporada terá apenas 933 após os 16 jogos.

Isso acaba afetando o rendimento de Jared Goff. Afinal, se a equipe não corre bem com a bola, consequentemente o quarterback tem de lançar mais. E é exatamente isso que tem acontecido. Em 2018, Goff teve média de 35 tentativas de passe por jogo, enquanto nesse ano este número subiu para 37,3. Gurley correndo menos e o camisa 16 lançando mais, qual é a razão disso acontecer?

Tudo começou na offseason, quando o Los Angeles Rams perdeu dois titulares de sua linha ofensiva. Roger Saffold assinou um contrato de quatro anos com o Tennessee Titans e John Sullivan não teve seu vínculo renovado com o time da Califórnia.

A comissão técnica depositou confiança em Joe Noteboom e Brian Allen, jogadores draftados em 2018, mas a transição está longe de ser perfeita. A consequência dessas mudanças foi uma terrível queda de rendimento da OL nesta temporada. E está cada vez mais claro que o ataque dos Rams flui mais jogando com uma linha ofensiva consistente.

O que comprova isso é a boa atuação do time no jogo contra o Chicago Bears, na Semana 11. Segundo dados do Next Gen Stats, Goff foi pressionado apenas uma vez em seus 18 dropbacks, o que corresponde ao número de pressão mais baixo de sua carreira. O QB ainda teve um de seus melhores jogos na temporada no que diz respeito a aproveitamento nos passes, com 61,1% de acerto nos lançamentos (11/18). Além disso, Gurley teve o seu maior número de jardas terrestres neste ano desde a Semana 1 (97).

O desempenho da OL contra uma defesa que tem ninguém menos do que Khalil Mack foi louvável, mas os Rams precisam encontrar uma consistência. No jogo anterior, contra os Steelers, o jogo terrestre inexistiu e Goff lançou a bola 41 vezes (acertou 22). Além disso, ele sofreu quatro sacks e nove hits da linha defensiva adversária.

Em suma, é bastante claro que o maior problema dos Rams até o momento na temporada é a linha ofensiva. A partida contra os Bears mostrou uma evolução considerável do setor, mas precisamos de um espaço amostral maior para cravar essa melhora. E o jogo desta segunda-feira (25) contra o Baltimore Ravens é uma boa chance de vermos se a OL do time da Califórnia finalmente conseguiu evoluir.

DEIXE UMA RESPOSTA