[Parte 1] [Parte 2] [Parte 3]
Fala pessoal! É pré-temporada! Finalmente, estamos no limbo entre o marasmo que é a offseason e o turbilhão de informações vindas da preseason, tudo misturado com o friozinho na barriga de faltar menos de uma semana para começar a ver o recordista de vitórias em Super Bowls em ação novamente.

Porém, antes de começar a temporada regular, tem sempre um último momento de expectativas e surpresas: O anúncio dos 53 nomes que irão compor a lista do roster final. Esse texto servirá pra você saber quais são os nomes que certamente estarão no roster final e os que poderão ser cortados ou que poderão aparecer como surpresa, de última hora, deixando algumas pessoas arrancando os cabelos com as escolhas feitas pelo front office.

Claro, sabemos que encontraremos unanimidades em posições, inclusive unidades em que dificilmente teremos algo diferente do que foi em 2016 ou até 2015, pois é assim que a banda toca em Pittsburgh. Não falo como se isso fosse algo ruim, pelo contrário, o Steelers tem uma base sólida que vem sendo formada há alguns anos, e essa solidez cria uma estabilidade que faz parte de um time que quer vencer um Super Bowl.

Sem mais delongas, vamos aos nomes da primeira parte, que serão apresentados por setor e unidade/posição:

DEFESA

Cornerback (6):

A unidade do roster que mais sofreu nessa offseason, trainning camp e preseason foi a de cornerbacks. Uma junção de fatores como lesões, más atuações contra ataques fracos, jogador se destacando no trainning camp e trocas COMPLETAMENTE INESPERADAS tornaram praticamente impossível de definir exatamente quais são os nomes que irão compor essa lista.

Na ultima semana de pré-temporada, os Steelers surpreenderam todos os seus torcedores quando mostrou fortíssimo interesse na possibilidade de assinar com o cornerback Joe Haden, que acabava de ser cortado do primo feio da divisão, o Cleveland Browns.

O mais interessante dessa história toda é que, talvez, tínhamos na unidade de cornerbacks o grupo mais decente em termos de profundidade na posição. Além disso, a disputa pelas duas vagas de starter parecia ser bastante promissora e provavelmente seria bastante clara no inicio da temporada regular, possivelmente com jogadores rotacionando na posição (algo que já aconteceu), até que o coaching staff definisse quem seriam os jogadores a se tornarem fulltime starters.

CONTUDO, papai Mike Tomlin disse CHEGA! O nosso grupo de corners nunca foi tão longo, porém, há anos que é notório que faltava um shutdown corner. Nomes surgiram durante especulações em offseasons anteriores, já tivemos até o Cortez Allen como aposta pra ser esse shutdown corner que o Steelers tanto procurava, mas nunca deu certo e, na maioria das vezes, os interesses em free agents eram superados por caminhões de dinheiros oferecidos por outras equipes.

Mas não dessa vez. Dessa vez o nosso front office decidiu fazer diferente, ser agressivo, e assim foi ao assinar com Joe Haden, um cornerback de calibre alto, finalmente dando à nossa secundária um tipo de jogador que faltava no time e que poderá ser uma arma extremamente importante para a conquista do sétimo Super Bowl.

Joe Haden, novo cornerback do Steelers

O Joe Haden vem de lesões seguidas e de concussões, injuries que o tiraram do campo por muito tempo e fizeram com que o seu desempenho declinasse, deixando de ser o corner que vinha sendo nos anos anteriores.

Apesar disso, creio que o Haden tenha sido uma ótima contratação e ainda tenha muita lenha pra queimar e que, ao seu tempo, irá contribuir bastante caso se mantenha saudável. Pode sim ser o que faltava para essa secundária, finalmente, dar um passo pra frente e forçar mais turnovers e big plays. Portanto, pelo nível de investimento feito no contrato do Haden e por ser um nome de calibre alto, é o primeiro nome certo e carimbado dessa lista.

O Artie Burns é o segundo nome certo nessa lista, ele vem numa crescente e vinha definitivamente se firmando como o melhor corner do nosso time, mesmo sendo tão inexperiente. Com a chegada do Haden, o Burns não terá nas costas tanta pressão para ser o melhor corner do time, e talvez isso o ajude a crescer ainda mais.

O terceiro nome que vejo como certo nessa lista é do Cam Sutton, o rookie é nome certo no roster final, mais certo que nomes como Ross Cockrell e William Gay.

Enquanto isso o Ross Cockrell, que teve um 2016 bastante sólido, vem mostrando uma dificuldade enorme na transição do esquema da nossa secundária, que notoriamente numa transição para o esquema de marcação homem a homem.

Graças a sua participação fraca no trainning camp e atuações desastrosas na pré-temporada, com a chegada do Joe Haden, seu cap hit ser bem acima dos outros corners, o Cockrell deve ter problemas para manter o seu emprego e corre o risco de ser cortado. Uma coisa é certa: ele não deverá ser starter do Steelers em 2017.

Artie Burns (25), Ross Cockrell (31), William Gay, cornerbacks

Quanto aos outros jogadores, parece que o coaching staff tem certa confiança no Coty Sensabaugh, e parece que o veterano pode até ser titular, provavelmente no slot. No atual momento, não dá pra ter certeza quem será o nosso slot corner, pode ser que o Mike Hilton, jogador que se destacou bastante na offseason, principalmente nos seus desempenhos nas partidas de pré-temporada, se torne titular dessa posição, mesmo sendo um cara extremamente low radar até o trainning camp.

O que é certo é que os Steelers estão observando muito bem o que o Sensabaugh e o Hilton estão mostrando como suas qualidades, já que é muito possível que tenhamos bastante snaps da defesa jogando no dime (formação com quatro cornerbacks em campo).

Além dos nomes citados acima, o velho conhecido “Big Play” William Gay também pode ser um starter no slot e dificilmente não estará no roster final pelo nível de confiança que o coaching staff tem nele, o veterano é um líder dentro do grupo e ainda pode quebrar o galho como safety, além de contribuir nos special teams.

Inclusive, outros nomes como Senquez Golson (pick de segundo round do draft de 2015), Brian Allen (rookie de quinto round do draft desse ano) ou até o recém chegado via trade junto ao Redskins, Deshaun Phillips, podem aparecer no roster final, porém, a possibilidade é ínfima.

Cam Sutton (20), Coty Sensabaugh (24), Mike Hilton (40), cornerbacksPortanto, devemos ter seis corners no roster final, então um dos sete nomes citados acima certamente irá rodar. Como já mencionei, o Joe Haden, Artie Burns, Cam Sutton e William Gay, são nomes certos na lista final, restando apenas duas vagas para a disputa entre o Sensabaugh, Hilton e Cockrell.

A verdade é que tudo estava uma grande loucura antes da assinatura do Haden, não se sabia ao certo quem seria o CB1, se seria o Burns, Cockrell ou algum outro jogador, nem quem seria o CB2 ou o slot corner, mas agora temos uma noção de como essa unidade poderá ser composta.

Por fim, o meu PALPITE é que serão esses nomes: Joe Haden; Artie Burns; Cam Sutton; William Gay; Ross Cockrell e Coty Sensabaugh. O Senquez Golson, Deshaun Phillips provavelmente serão cortados e o rookie Brian Allen ou o Mike Hilton figurará no practice squad.

Porém, ressalto aqui existe a possibilidade do Ross Cockrell ser cortado ou até trocado, pelos fatores já mencionados e, principalmente, por ser um pouco mais caro que todos os outros corners com quem disputa vaga. Caso uma dessas hipóteses aconteça, o Mike Hilton é o nome que estará mais forte para entrar na lista final.

 

Senquez Golson (27), Brian Allen (29), Dashaun Phillips (35), cornerbacks

Safety (4):

Na outra unidade da secundária temos uma situação oposta a dos corners. A unidade de Safeties está muito bem definida e dificilmente tomará rumo diferente. Os titulares deverão ser Sean Davis como strong safety e Mike Mitchell como free safety.

Os backups são o Jordan Dangerfield e o Robert Golden. O segundo é capitão dos special teams e visto como um grande líder dentro da equipe, porém, nas oportunidades que teve como Safety, não teve tanto sucesso. Já o Dangerfield, que também agrega valor considerável aos special teams, tem tido participações interessantíssimas quando acionado na defesa titular.

Mike Mitchell (23), Sean Davis (28), Robert Golden (21), Jordan Dangerfield (37), safeties

É isso galera, esses são os 53 nomes que provavelmente figurarão na lista do roster final, que será divulgada no dia 2 de setembro. Existe a possibilidade de termos um sexto wide receiver no time e um dos linebackers ser cortado. Também existe a possibilidade de termos um cornerback a mais, porém, acho que não teremos algo diferente disso. Porém, caso tenha, espero que essa análise tenha servido para algo e não tenha sido uma surpresa no fim das contas.