[Parte 1]

Fala pessoal! É pré-temporada! Finalmente, estamos no limbo entre o marasmo que é a offseason e o turbilhão de informações vindas da preseason, tudo misturado com o friozinho na barriga de faltar menos de uma semana para começar a ver o recordista de vitórias em Super Bowls em ação novamente.

Porém, antes de começar a temporada regular, tem sempre um último momento de expectativas e surpresas: O anúncio dos 53 nomes que irão compor a lista do roster final. Esse texto servirá pra você saber quais são os nomes que certamente estarão no rosterfinal e os que poderão ser cortados ou que poderão aparecer como surpresa, de última hora, deixando algumas pessoas arrancando os cabelos com as escolhas feitas pelo front office.

Claro, sabemos que encontraremos unanimidades em posições, inclusive unidades em que dificilmente teremos algo diferente do que foi em 2016 ou até 2015, pois é assim que a banda toca em Pittsburgh. Não falo como se isso fosse algo ruim, pelo contrário, o Steelers tem uma base sólida que vem sendo formada há alguns anos, e essa solidez cria uma estabilidade que faz parte de um time que quer vencer um Super Bowl.

Sem mais delongas, vamos aos nomes da primeira parte, que serão apresentados por setor e unidade/posição:

DEFESA

Defensive Line (6):

A nossa DL deverá ser composta por: Javon Hargrave, Tyson Alualu, Daniel McCullers, L.T. Walton, Cam Heyward e Stephon Tuitt. Finalmente, nada de gordos inúteis (como o Cam Thomas) parecendo jamantas descontroladas sem saber o que fazer e executando tudo errado.

Espero não estar zicando, mas tem tudo pra ser a melhor Linha Defensiva dos últimos anos, principalmente por ser bastante completa e ter elevado o nível dos backups com a boa contratação do Tyson Alualu e escolhas do draft que vêm evoluindo e aparecendo bem quando acionadas em campo.

Javon Hargrave (79), Cam Heyward (97), Stephon Tuitt (91), a linha defensiva titular
Dan McCullers (93), Tyson Alualu (94) e L.T. Walton (96): linha defensiva reserva

Outside Linebacker (5):

Bud Dupree (48), T.J. Watt (90), James Harrison (92), outside linebackers

Os nossos edge rushers vêm de temporadas abaixo do esperado e esperamos que essa temporada seja diferente, principalmente pela saída do peso morto do Jarvis Jones que provavelmente brilhará horrores sob o comando de Bruce Arians na nossa filial da costa Oeste.

Nessa unidade, teremos o Bud Dupree e, provavelmente, T.J. Watt como starters, possivelmente rotacionando com o imortal e lendário James Harrison e o Anthony Chickillo, um cara que tem o seu valor nos special teams.

Para encerrar a lista, e o jogador que todo ano estará no roster Final para comparecer em eventos beneficentes, ser a cara do time nas apresentações de awards e esbanjador de carisma, o postulante ao prêmio Walter Payton man of the Year, o Arthur Moats.

Provavelmente ele não terá contribuição alguma como OLB, talvez um snap ou outro numa partida já decidida ou numa necessidade extrema.

O Moats até mostrou nesta pré temporada que pode sim ter certo valor nos special teams, isso certamente agregou ao fator extracampo que todo mundo ama nele e, mais uma vez, contaremos com o Arthur Moats para fechar a unidade de OLBs.

Para finalizar, preciso falar do Keion Adams, que, na minha opinião, seria o nome nessa lista no lugar do Arthur Moats, caso não tivesse sofrido séria lesão que provavelmente o colocará na injury reserve.

Arthur Moats (55), Anthony Chickillo (56), Keion Adams (99), outside linebackers

Inside Linebacker (5):

Ryan Shazier (50) e Vince Williams (98), inside linebackers titulares

Outra unidade sem surpresas será o de ILB. O Ryan Shazier finalmente será o líder maciço da posição. Sem o Timmons, o Shazier será o nosso principal ILB e um dos líderes dessa defesa. Nada contra o Timmons e certamente sentirei a sua falta, porém, já era hora do Shazier tomar a responsabilidade de líder de vez nessa unidade.

Já ficou claro que o Vince Williams será o ILB que jogará ao lado do Shazier, um cara que sempre foi bastante útil para a defesa e foi se tornando fundamental para os special teams, portanto, esperamos que ele apresente boa evolução e que vá bem ao lado do Shazier.

Além deles, teremos o Tyler Matakevich, L.J. Fort e Steven Johnson completando essa unidade. Dificilmente aparecerá algum nome capaz de tirar a vaga de um desses três e espera-se que o Matakevich tenha um papel bem interessante não só nos special teams, como em eventuais aparições na defesa.

Se alguém dessa unidade corre o risco de ser cortado para que, eventualmente, um sexto wide receiver seja adicionado ao roster final, esse nome é o de Steven Johnson. Por ter sofrido algumas lesões na pré-temporada, ele pode acabar por perder a vaga no roster final.

Tyler Matakevich (46), Steven Johnson (51) e L.J. Fort (54), inside linebackers reservas