Fala pessoal! É pré-temporada! Finalmente, estamos no limbo entre o marasmo que é a offseason e o turbilhão de informações vindas da preseason, tudo misturado com o friozinho na barriga de faltar menos de uma semana para começar a ver o recordista de vitórias em Super Bowls em ação novamente.

Porém, antes de começar a temporada regular, tem sempre um último momento de expectativas e surpresas: O anúncio dos 53 nomes que irão compor a lista do roster final. Esse texto servirá pra você saber quais são os nomes que certamente estarão no roster final e os que poderão ser cortados ou que poderão aparecer como surpresa, de última hora, deixando algumas pessoas arrancando os cabelos com as escolhas feitas pelo front office.

Claro, sabemos que encontraremos unanimidades em posições, inclusive unidades em que dificilmente teremos algo diferente do que foi em 2016 ou até 2015, pois é assim que a banda toca em Pittsburgh. Não falo como se isso fosse algo ruim, pelo contrário, o Steelers tem uma base sólida que vem sendo formada há alguns anos, e essa solidez cria uma estabilidade que faz parte de um time que quer vencer um Super Bowl.

Sem mais delongas, vamos aos nomes da primeira parte, que serão apresentados por setor e unidade/posição:

ESPECIALISTAS (3):

Não teremos nenhuma surpresa aqui no setor dos especialistas. Depois do Greg Warren ter sido cortado do time por sérios problemas de saúde, Colin Holba passou a ser um nome esperado na lista final, já que foi um jogador muito elogiado por ser consistente e não cometer erros no College. Assim, teremos o Chris Boswell, Kicker, Jordan Berry, Punter e Colin Holba, Long Snapper.

Chris Boswell (9), kicker; Jordan Berry (4), punter; Colin Holba (49), long snapper

ATAQUE:

Quarterbacks (3):

Aqui não tem mistério algum. Não irei me alongar em unidades que já estão consolidadas no nosso time, pois não há o que comentar sobre nomes que são “martelo batido” no roster final. Assim, o nosso QB1 é o “Big” Ben Roethlisberger, o backup imediato é o Landry Jones e o QB3 é o rookie Joshua Dobbs.

Big Ben Roethlisberger (7), Landry Jones (3), Joshua Dobbs (5): os quarterbacks

Running Back (4):

Le’Veon Bell (26), James Conner (30), running backs

Outra posição praticamente definida é essa, a unidade que é liderada por Le’Veon Bell, que terá ou o James Conner como backup, ou o  Knile Davis.

O nosso Coaching Staff parece gostar bastante do Knile Davis, deixando em aberto a questão de quem será o eventual backup do Bell. Porém, acredito que a vaga ficará mesmo com o Conner. O rookie parece ter um skillset mais pronto para essa função, enquanto o Davis deve mesmo assumir papéis mais fundamentais nos special teams.

Por fim, a última vaga no corpo de running backs deverá ficar com o Fitzgerald Toussaint, que já está com o time e garantindo vaga no roster final há duas temporadas. Quem ainda disputa essa vaga com o Fitz são o Terrell Watson e o Trey Williams, dois nomes interessantes, porém, dificilmente tirarão a vaga do Fitz, já que é um cara confiável e que já carregou o piano quando foi necessário.

Knile Davis (34), Fitzgerald Toussaint (33), running backs

Fullback (1):

Sem delongas, o nosso fullback em 2017 será o monstruoso Roosevelt Nix. Enquanto esse cara for um excelente blocker (e o autêntico jogador de futebol americano) que é, continuar sendo essencial no jogo corrido, ajudando a OL a abrir espaços pro Bell e ainda brilhar no special teams bloqueando punts, forçando fumbles e dando tackle pesado em todo mundo, ele dificilmente deixará de figurar nessa lista.

Roosevelt Nix, fullback