Previsão do Elenco Final Steelers 2018

A pré temporada acabou e podemos ver todos os nossos jogadores em ação. Alguns empolgaram, outros nem tanto. Com o fim do jogo de ontem a próxima vez que tivermos jogo dos Steelers será pra valer já. Dito isso segue abaixo a minha previsão dos 53 nomes no elenco final do Steelers, lembrando que a lista final será divulgada no sábado pela franquia.

QB (3): Ben Roethlisberger, Landry Jones, Mason Rudolph

Joshua Dobbs fez um ótimo jogo contra o Panthers, mostrou liderança, frieza no pocket, boas decisões, boas reações sob pressão, agilidade com os pés, um potente braço e lançamentos na medida.

Dito tudo isso ainda não será o suficiente para mantê-lo no elenco. Embora seu teto seja mais alto que o de Landry Jones, este último já se mostrou como um backup confiável enquanto Dobbs se mostrou irregular em todo esse tempo conosco. E se Dobbs parar no practice squad com certeza assinará com alguma outra equipe.

Com o futuro já sendo construído com Mason Rudolph, que assim como Dobbs fez um excelente jogo contra o Panthers, a tendência é que Dobbs seja trocado para alguma outra franquia.

HB (3): Le’Veon Bell, James Conner, Jaylen Samuels

A disputa aqui era entre Fitzgerald Toussaint e Jaylen Samuels, embora Stevan Ridley tenha jogado bem, a sua lesão depois do jogo contra o Packers o prejudicou muito pois a essa altura já não estava mais na competição.

Jaylen Samuels é um prospecto interessante. Tem ótimas mãos, corridas de força e já fez de tudo um pouco no college, até de Tight End já jogou. Na NFL o buraco é mais embaixo, mas mostrou evolução. Foi mais um HB do que um canivete suíço e vem aprendendo outras características da posição como a proteção ao passe, sua maior deficiência. Como já contamos com a experiência de Bell, mesmo que só por mais um ano ao que tudo indica, e com o salto de produção de James Conner, acho que aqui temos um espaço para levarmos alguém para lapidar pro futuro. Daí a escolha por Samuels no lugar de Toussaint.

FB (1): Roosevelt Nix

Nix tem o emprego mais seguro do mundo. Enquanto estiver saudável e em boa forma será nosso Fullback.

WR (6): Antonio Brown, Juju Smith-Schuster, James Washington, Justin Hunter, Darius Heyward-Bey, Ryan Switzer

Com a troca recente por Ryan Switzer esse grupo ficou mais claro. A lesão de Marcus Tucker também ajudou nesse processo. Switzer será nosso retornador e mostrou competência nisso contra o Panthers. Ótimas fintas de corpo, boa noção de cortes, velocidade e uma boa noção de onde a bola vai cair.

Além disso também dá profundidade ao slot, onde será um backup para Juju. Heyward-Bey continua firme e forte devido lesões de jogadores que poderiam brigar por sua vaga e Justin Hunter teve um belíssimo jogo, além de ser nosso recebedor mais alto.

TE (3): Vance McDonald, Jesse James, Xavier Grimble

Bucky Hodges mostrou potencial contra o Panthers, dinamismo, bons bloqueios, achando gaps na defesa para boas recepções. Se eu fosse Kevin Colbert eu o levaria no lugar de Grimble, gostei muito de seu jogo. Mas isso não irá acontecer. Grimble já é estabelecido demais nesse elenco e Mike Tomlin gosta muito de seus serviços. Mas é um nome para ficarmos de olho no practice squad e torcermos para que ninguém assine com ele.

OL (8): Alejandro Villanueva, Ramon Foster, Maurkice Pouncey, David DeCastro, Marcus Gilbert, B.J. Finney, Matt Feiler, Chuckwuma Okorafor

Esse grupo já estava fechado desde o jogo contra o Packers para mim, embora a adição de Zack Banner tenha sido interessante. Infelizmente Banner não conseguiu apresentações espetaculares. Fez um jogo bom contra o Titans mas um jogo morno contra o Panthers. Ficará no practice squad para esse ano.

DL (6): Cameron Heyward, Stephon Tuitt, Javon Hargrave, Tyson Alualu, L.T. Walton, Daniel McCullers

Outro grupo que já estava fechado desde o jogo contra o Packers. Nossas linhas são muito fortes, tanto a ofensiva quanto a defensiva. Aqui vale ressaltar o desempenho de Dan McCullers. Big Dan teve uma pré temporada sensacional e dá sinais de que finalmente, após um longo inverno de 4 anos, está no caminho certo para atingir seu potencial máximo. Curioso para ver como será sua temporada regular.

ILB (5): Jon Bostic, Vince Williams, Tyler Matakevich, Matthew Thomas, L.J. Fort

Começamos a pré temporada com discussões sobre quem seria o titular ao lado de Vince Williams e o quão boa seria a disputa entre Jon Bostic e Tyler Matakevich. Já hoje não existe nem fumaça dessa discussão, Bostic será nosso titular. Matakevich foi bastante irregular, não só nos treinos como nos jogos também, o que abriu espaço até para jogadores atrás no depth chart crescerem.

Matthew Thomas se mostrou um excelente prospecto, fisicalidade, velocidade, boa noção de jogo, bem na cobertura. Será interessante ver seu desenvolvimento ao longo dos próximos anos e até L.J. Fort teve momentos bons.

OLB (5): Bud Dupree, T.J. Watt, Anthony Chickillo, Keion Adams, Olasunkanmi Adeniyi

Olasunkanmi Adeniyi teve outra ótima apresentação com outro strip Sack e várias pressões até sair de campo lesionado, mas acho que isso não deve influenciar. Ola se mostrou um talento bom demais para dar sopa para o azar e correr o risco de alguma outra franquia assinar com ele se estiver no practice squad. Ola está garantido entre os 53.

CB (5): Artie Burns, Joe Haden, Mike Hilton, Cameron Sutton, Brian Allen

Nesses dois próximos grupos mora a grande dúvida do elenco final. Levar um Corner ou um Safety? Para mim o time vai optar por levar mais um Safety e finalmente nos veremos livres de Coty Sensabaugh, apesar da boa pré temporada que fez.

S (5): Sean Davies, Morgan Burnett, Terrell Edmunds, Nat Berhe, Marcus Allen

E na briga por um Corner ou um Safety Marcus Allen sai vitorioso. Porém por motivos não convencionais. Embora tenha tido um bom jogo contra o Panthers com direito até a um fumble forçado Marcus Allen acaba sendo selecionado ao meu ver por dois motivos. Primeiro por sua idade. É novo e tem um teto interessante, estando atrás no depth chart pode ter um ano de aprendizado que o fará evoluir bastante para o ano que vem.

Segundo pela forma como o Steelers buscará usar sua escolha de primeiro round no draft desse ano, Terrell Edmunds. Edmunds tem a fisicalidade de um Linebacker em uma posição de Safety, o que foi um dos principais motivos para sua escolha. Para mim ele será utilizado bastante em formações que o permitam fazer essa posição híbrida, hora atuando mais como Linebacker e mais perto do box, hora atuando mais como Safety ficando mais no fundo do campo. Sendo assim para completar a rotação precisaríamos de mais um Safety pra garantir o depth para jogadas de fundo do campo e Marcus Allen se mostrou mais competente para tal tarefa do que Jordan Dangerfield.

K (1): Chris Boswell

In Boz We Trust. Boswell, depois de sua gorda renovação de contrato, se mostrou confiável como sempre. Sem discussão aqui. Believe in the Wizard of Boz.

P (1): Matt Wile

Chegou o momento da ousadia, que todos esperemos que também traga a alegria. Pra mim já vimos o suficiente de Jordan Berry.

Matt Wile mostrou que tem uma perna melhor que a de Berry e mais potente, além de ser uma opção mais barata. Além disso também consegue desempenhar função de kicker, então em caso de uma eventual contusão de Boswell a solução já estaria no próprio elenco.

LS (1): Kameron Canaday

Sem discussões, Canaday se mostrou ser o bom Long Snapper de sempre.

Então é isso galera, concorda? Discorda? Conversa com a gente lá no Twitter no Instagram e deixa sua opinião.

Twitter: @blackyellowbr
Instagram: blackyellowbr

E se quiserem podem me seguir também, comentar, debater, discutir Steelers, etc. Fiquem à vontade!

@lopesjsantos

Um abraço e Here we go!

DEIXE UMA RESPOSTA