Times de folga: Arizona Cardinals, Chicago Bears, Cincinnati Bengals, Houston Texans, New England Patriots, Washington Redskins

Decisões de Lineup

Quarterbacks

Starter da Semana – Aaron Rodgers, Green Bay Packers contra os Colts

green-bay-packers-aaron-rodgers-new-england-patriots-001

E nos holofotes da competição de defesa mais apática da história, estão os prezados Colts. Eles enfrentam Aaron Rodgers com quase todos recebedores saudáveis e sem nenhum running back estabelecido. Isso quer dizer que A-Rod vai lançar pelo menos 40 passes até destruir o placar do Lambeau Field com pontos. Esse é o melhor matchup do ano para Aaron, e considerando a fraca secundária dos Packers, esse jogo gerará muitos pontos para ambos os lados, forçando a necessidade desse ataque produzir bastante. Donos de Davante Adams e Jordy Nelson com certeza devem se animar e contar com excederem a projeção. Ty Montgomery, se jogar, é o back mais competente e deve dançar contra esses linebackers.

Outras boas escolhas: Jameis Winston contra os Falcons, Dak Prescott contra os Browns, Colin Kaepernick contra os Saints.

Bancada da semana: Case Keenum contra os Panthers, Blake Bortles contra os Chiefs.

Perigo: Joe Flacco contra os Steelers, Russel Wilson contra os Bills.

Running Backs

Starter da Semana – Carlos Hyde, San Francisco 49ers contra os Saints

 

NFL: San Francisco 49ers at Buffalo Bills

Os 49ers cederam 1137 jardas terrestres, 10 touchdowns e uma média de 24.7 pontos por jogo para RBs adversários. Dito isso, Mark Ingram só não é o Starter da semana porque o mesmo evocou o Fumblinho na Net duas vezes semana passada, e acabou sendo bancado em favor do saudoso Tim Hightower. Os Saints, não me deixe esquecer, cederam 10 TDs para RBs e uma média de 24.4 pontos, e estão em penúltimo lugar na categoria, atrás dos Niners, mas isso é óbvio. Hyde pode não jogar por lesão, o que é improvável, mas caso aconteça, acredite no valor de Dujuan Harris sobre Mike Davis. Harris aproveitou suas chances muito bem semana passada contra os Bucs, que são melhores defensivamente do que os Saints. De qualquer forma, os Niners vão sim correr muito e com sucesso contra essa defesa medíocre que surpreendentemente consegue conter recebedores mais prolíficos, um apelo maior ainda para escalar running backs contra eles.

Outras boas escolhas: Mark Ingram contra os 49ers, Devontae Booker contra os Raiders, Terrance West E Kenneth Dixon contra os Steelers, Charcandrick West ou Spencer Ware (lesão) contra os Jaguars.

Bancada da semana: Todd Gurley contra os Panthers, Latavius Murray contra os Broncos.

Perigo: Theo Riddick contra os Vikings, Isaiah Crowell contra os Cowboys

Wide Receivers

NFL: AFC Wild Card Playoff-Baltimore Ravens at Pittsburgh Steelers

Starter da Semana – Antonio Brown, Pittsburgh Steelers contra os Ravens

Que o melhor wide receiver da liga é um starter toda semana já sabemos, é claro, mas destaco AB aqui por um motivo ótimo que é: Big Ben está voltando, e agora é uma ótima hora para oferecer uma troca estapafúrdia pelo camisa 84, considerando as semanas fracas e a perspectiva de Landry Jones ser o starter, e donos de Brown estarem considerando uma troca por mais peças produtivas. Além disso, mesmo que Landry Jones jogue ainda nessa rodada, o confronto contra a secundária chorável dos Ravens é muito convidativo.

Outras boas escolhas: Odell Beckham. Jr contra os Eagles, T.Y Hilton E Donte Moncrief contra os Packers, basicamente todos recebedores ativos dos Packers contra os Colts (Davante Adams, Randall Cobb, caso jogue, Jordy Nelson, e no desespero, Jeff Janis, especialmente se Cobb não jogar), Brandon Marshall contra os Dolphins, Emmanuel Sanders E Demaryius Thomas contra os Raiders, Jarvis Landry contra os Jets, Travis Benjamin E Tyrell Williams contra os Titans.

Bancada da semana: Allen Robinson contra os Chiefs, Doug Baldwin contra os Bills, Marvin Jones contra os Vikings, Mike Wallace contra os Steelers.

Perigo: Kendall Wright contra os Chargers, Jeremy Maclin contra os Jaguars, Kenny Britt contra os Panthers.

Tight Ends

Starter da Semana – Kyle Rudolph, Minnesota Vikings contra os Lions

rudolph

Rudolph faz parte da Terra de Ninguém do ataque dos Vikings, que após um começo promissor degringolou para o fogo do inferno de Fantasy que são lesões na linha ofensiva. Apesar disso, fatores interessante entram em jogo nessa escolha de escalá-lo: 1- os Lions cedem, desde a semana 4, o maior número de recepções e pontos para TEs, além do total de 8 touchdowns. 2-  Norv Turner se demitiu do cargo de Coordenador ofensivo, e se tem algo que aprendi com 9 anos de NFL, é que o jogo após mudanças de comissão técnicas sempre rende grande produtividade dos jogadores. É um catástofre anunciada, os Lions ainda estão sem Darius Slay, talvez seu melhor defensor contra o passe, e o volume ofensivo dos Lions com certeza forçará os Vikings a procurar efetividade no jogo aéreo.

Outras boas escolhas: Antonio Gates contra os Titans, Gary Barnidge, Cameron Brate contra os Falcons, Austin Hooper contra os Buccaneers.

Bancada da semana: Zach Ertz (de novo) contra os Giants, Charles Clay contra os Seahawks.

Defesas/ Special Teams

Kansas City Chiefs contra os Jaguars, Carolina Panthers contra os Rams, Miami Dolphins contra os Jets.

dolphins-defense

Vamos manter a política de ir contra os Jets, é claro, mas suspenderei o Sistema contra Cleveland. Com McCown de volta, Corey Coleman voltando e Terrelle Pryor saudável, o ataque de Cleveland ganha dinamismo, com um jogo terrestre florescendo e uma linha ofensiva de primeira qualidade. O senhor Garbage Time Bortles não terá tanta sorte de novo, pode ter certeza, e os Chiefs tem consigo gerar pressão com o terceiranista Dee Ford ocupando a posição de Justin Houston (que, alias, volta logo), além da temporada magnifica de Marcus Peters, que se estabelece como um shutdown corner. Os Panthers foram abusados emocionalmente a temporada toda até dominarem os Cardinals semana passada, e por mais que eu não confie na melhoria dessa unidade para o resto da temporada, esse matchup contra o sofrível Rams pode render bons frutos. A OL de Los Angeles falha miseravelmente em prover a faísca que Todd Gurley precisa para produzir e protege Case Keenum com relativa insegurança. A secundária dos Panthers é uma tristeza, é verdade, mas o ataque de big plays dos Rams também. Cabe ao front seven dos Panthers controlar o jogo e gerar a pressão que o time precisa.

Waiver Esperança

Robert Kelley, RB dos Redskins; Tim Hightower, RB dos Saints; Derrick Henry, RB dos Titans; Peyton Barber, Antone Smith, RBs dos Bucs; Charcandrick West, RB dos Chiefs; C.J Prosise, RB dos Seahawks; James Starks, RB dos Packers; Dujuan Harris, RB dos 49ers; J.J Nelson, WR dos Cardinals; Corey Coleman, WR dos Browns; Kenny Stills, WR dos Dolphins; Ladarius Green, TE dos Steelers; Colin Kaepernick, QB dos 49ers, Nick Foles, QB dos Chiefs.

kelley

Kelley pulou na frente de Thompson por carregadas em Washington, e na absência de Matt Jones, deve ser o líder do backfield, por mais cara de Comitê isso pareça ter. Hightower não vai se tornar um workhorse repentino e manter Ingram no banco, sua ascensão à ocasião foi apenas um alerta para Ingram, que foi pago nessa offseason. Mas para os desesperados em ligas profundas, baseado no matchup, Tim pode ter valor. Henry é um handcuff obrigatório para donos de DeMarco Murray, já mencionei aqui. Barber e Smith são o que sobrou do backfield dos Bucs, que como já expliquei aqui, têm um schedule baba. Smith deve ser o favorito nas absências de Jacquizz Rodgers e Doug Martin, dada sua familiaridade com o trabalho do head coach Dirk Koetter. Char West é o reserva imediato de Spencer Ware, e com a ida de Jamaal Charles direto para a IR, West é também o handcuff desse backfield. Escale-o com confiança, já sabemos que Ware não joga. Prosise é um jovem promissor, e vale o stash. Starks está próximo de voltar, haja visto as decisões de roster de Green Bay de cortar Knile Davis. Dujuan Harris é o reserva de Hyde mais capaz nesse backfield, e caso Hyde perca jogos, tenha Harris também. J.J Nelson está numa bye week, mas foi o WR2 dos Cardinals semana passada. Se tiver espaço, guarde o menino. Corey Coleman também pode não voltar ainda, mas já vale o stash pois seu valor deve subir muito rápido com McCown lançando a bola. Stills é um flex do desespero, ou do show-off, dada a situação do excelente matchup, e na contramão sua instabilidade de produção. Ladarius Green finalmente parece pronto para sair da PUP list, e se você usa TEs diferentes toda semana, guarde-o. Kaepinho não é mais o QB promissor que bancou Alex Smith e levou os 49ers para um Superbowl, mas é competente, e tem pela frente os Saints. Falando em Alex Smith, o mesmo está diagnosticado com uma lesão na cabeça e no ombro, e está fora do jogo. Foles é conhecido por soltar o braço, e numa partida contra os Jaguars, é o certo a se fazer, e numa outra semana de 6 times de folga, é justo procurar o loirão.