Mais uma semana se aproximando, e com ela mais uma prévia da rodada. A Semana 7 tem algumas questões interessantes como o quão confiável Jay Ajayi pode ser depois de seu jogo de 200 jardas, ou como encarar a situação de Tight Ends em San Diego. Para essas questões mais específicas, eu vos encorajo a postar suas dúvidas nos comentários dessa postagem ou mencionar no Twitter @fumblenanet , ou eu mesmo, @l_lucs para que todos nós tenhamos os melhores lineups possíveis.

Times de folga: Dallas Cowboys, Carolina Panthers

Decisões de Lineup

Quarterbacks

Starter da Semana – Philip Rivers, San Diego Chargers contra os Falcons

Os Chargers conseguiram vencer os Broncos na última quinta, e mesmo com o feito impressionante, Rivers pontuou meros 11 pontos. Esperamos que isso mude nessa rodada, já que o QB encara os Falcons em Atlanta, time que cede em média 20 pontos por jogo para signal callers adversários. Uma semana de entrosamento com suas novas armas a mais, Tyrell Williams, Travis Benjamin, Dontrelle Inman e Hunter Henry parecem também preparados para pontuar muito nessa defesa fraca de tacklear(a quarta pior marca em perder tackles da liga, errando um tackle a cada 5 tentativas). Engraçado notar que Matt Ryan também deve massacrar a defesa contra o passe dos Chargers, que conseguiu controlar Trevor Siemian, é verdade, mas enfrenta um matchup muito mais difícil nessa semana.

614457664

Outras boas escolhas:

Matt Ryan contra os Chargers, Kirk Cousins contra os Lions, Andy Dalton contra os Browns, Matthew Stafford contra os Redskins, Marcus Mariota contra os Colts, Derek Carr contra os Jaguars.

Bancada da semana:

Ryan Tanehill contra os Bills, Sam Bradford contra os Eagles, Carson Wentz contra os Vikings, Case Keenum contra os Giants

Perigo:

Brock Osweiler contra os Broncos, Cody Kessler contra os Bengals, Andrew Luck contra os Titans.

Running Backs

Starter da Semana – Spencer Ware, Kansas City Chiefs contra os Saints

Eu poderia colocar Demarco Murray como o destaque dessa semana, pelo simples fato dos Colts cederem 9 TDs totais para RBs na temporada e uma média de 26.6 pontos. Mas nessa altura, já sabemos que Murray vai dominar nas pontuações toda semana. E mais importante do que isso, Kansas City nos apresenta uma situação bem peculiar: Jamaal Charles retornou de lesão, e esse backfield se encaminha para um comitê. Isso geralmente é um péssimo sinal, mas dependendo do matchup, especialmente nesse time, isso pode ser ótimo. Os recebedores de Alex Smith não são tão prolíficos como imaginariam, e a defesa dos Saints é uma das piores dos últimos anos. Juntando isso a volta de Charles, Spencer Ware pode pontuar em níveis absurdos. Os dois RBs são muito parecidos, com Charles tendo uma leve vantagem no jogo aéreo. Isso mantém a defesa sempre em dúvida. Os dois são starters nessa semana, até que o backfield tenha um novo formato. Mas com Charles já entrando no crepúsculo da carreira, é questionável pensar que alguém tome conta 100% das carregadas.

082516-spencerware-ia

Outras boas escolhas:

Melvin Gordon contra os Falcons, Lagarrete Blount contra os Steelers, Devonta Freeman contra os Chargers, Matt Jones contra os Lions, Jordan Howard contra os Packers, Jacquizz Rodgers contra os 49ers, Isaiah Crowell contra os Bengals.

Bancada da semana:

Ryan Matthews contra os Vikings, Frank Gore contra os Titans, Jay Ajayi, Arian Foster contra os Bills, Matt Forte contra os Ravens,

Perigo:

Jerick McKinnon contra os Eagles, T.J Yeldon contra os Raiders, C.J Anderson contra os Texans, Mark Ingram contra os Chiefs.

Wide Receivers

Starter da Semana – A.J Green, Cincinnati Bengals contra os Browns

Sejamos justos, os Bengals jogaram muito mal nas duas últimas partidas. Green conseguiu apenas 5 e 8 pontos, mesmo com um volume de alvos e recepções saudável. Nessa semana, o confronto com os Browns é um prato cheio e cheiroso, já que a secundária cede pelo menos 23 pontos para WRs adversários todo jogo. É curioso notar que nessa temporada, Green só é um pontuador sólido quando marca touchdowns. Com a possível volta de Tyler Eifert (por favor Deus) no time titular, as atenções em Green podem ser um pouco dissolvidas, facilitando o acesso do recebedor à endzone. Também é interessante de dizer, que a o OL dos Bengals jogou apenas um péssimo jogo, nas últimas 20 partidas, cedendo mais de 1 sack. Nessa temporada eles já cederam 4, marca ainda saudável. Andrew Whitworth ainda é um dos 10 melhores Left Tackles da Liga, e o ataque dos Bengals só não produz, talvez por problemas com a comissão técnica.

Sep 29, 2016; Cincinnati, OH, USA; Cincinnati Bengals wide receiver A.J. Green (18) makes a catch against the Miami Dolphins in the first half at Paul Brown Stadium. Mandatory Credit: Aaron Doster-USA TODAY Sports
Sep 29, 2016; Cincinnati, OH, USA; Cincinnati Bengals wide receiver A.J. Green (18) makes a catch against the Miami Dolphins in the first half at Paul Brown Stadium. Mandatory Credit: Aaron Doster-USA TODAY Sports
Outras boas escolhas:

Odell Beckham Jr. contra os Rams, Allen Robinson contra os Raiders, Mike Evans contra os 49ers, T.Y Hilton contra os Titans, Alshon Jeffery, Cameron Meredith contra os Packers, Marvin Jones contra os Redskins, Randall Cobb contra os Bears, Jeremy Maclin contra os Saints

Bancada da semana:

Jordan Matthews contra os Vikings, Deandre Hopkins contra os Broncos, Golden Tate contra os Redskins, John Brown contra os Seahawks, Quincy Enunwa contra os Ravens, Tyler Locket contra os Cardinals

Perigo

Stefon Diggs contra os Eagles, Tavon Austin contra os Giants, Devante Parker, Jarvis Landry contra os Bills.

Tight Ends

Starter da Semana – Delanie Walker, Tennessee Titans contra os Colts

Os Colts são, surpreendentemente, o pior time da AFC Sul. A unidade defensiva não pressiona quarterbacks, é uma das piores da história contra a corrida, não desvia nem intercepta passes, tem muitos buracos no sistema de zonas, e não consegue cobrir recebedores no homem-a-homem. Vontae Davis e Robert Mathis estão gastando seus possíveis últimos anos como starters de qualidade num time evidentemente fadado à espiral da desgraça. Sem contar o quão terrível deve ser para Andrew Luck, todo ano da carreira ser um dos QBs com mais pancadas cedidas. Esse time está espiritualmente quebrado, especialmente após a derrota no tempo extra para o menos medíocre Texans. Nessa semana, um surpreendente embalado Titans, vem apresentando melhoras defensivas (especialmente contra o jogo corrido e em segurar conversões de terceira descida) além de um balanço mais saudável nas chamadas do ataque. O jogo corrido ainda é a estrela e Marcus Mariota não tentará 35 passes toda partida. Mas, Kendall Wright está de volta, e isso vai ajudar Delanie Walker a se encontrar mais livre no meio do campo. Walker é um TE e ao mesmo tempo o alvo mais frequente dos passes de 20 jardas ou mais de Mariota. Eu já disse o quão ruim os Colts são?

delanie-walker-titans-1170x800

Outras boas escolhas:

Gary Barnidge contra os Bengals, Hunter Henry, Antonio Gates contra os Falcons, Vernon Davis OU Jordan Reed (lesão) contra os Lions, Dennis Pitta contra os Jets, Coby Fleener contra os Chiefs, Travis Kelce contra os Saints, Zach Miller contra os Packers, Julius Thomas contra os Raiders.

Bancada da semana:

Zach Ertz contra os Vikings, Jack Doyle, Dwayne Allen contra os Titans, C.J Fiedorowicz contra os Broncos

Defesas/ Special Teams

Stream options

hi-res-a340436e4fa50693ea1547866e9b51de_crop_north

Bengals contra os Browns, Ravens contra os Jets, Titans contra os Colts, Bills contra os Dolphins, Giants contra os Rams

Os Bills finalmente parecem ser uma defesa segura de manter durante as semanas, e recomendo que você o faça.

Os Ravens são ruins, é verdade, mas nessa semana eles enfrentam o todo poderoso GENOCOASTER. Por quê não?

Os Giants estão mais saudáveis, e eu conto com uma quantidade absurda de pontos de Odell Beckham para fazer com que os Rams abandonem o jogo corrido cedo. Com isso em mente, Landon Collins tem sido um dos melhores Free Safeties da temporada, e Janoris Jenkins, DRC e até mesmo os nickels Eli Apple e Leon Hall têm apresentado bons resultados.

Os Titans são, ao lado dos Vikes e dos Bills, as melhores defesas pressionando os QBs adversários. Além disso, a competência no jogo terrestre tem rendido muitos resultados (top 7 contra a corrida) e eu não vejo o playcalling dos Colts melhorando, a linha ofensiva se tornando sólida e o jogo corrido funcionando em uma semana.

Os Browns são os Browns, e o novato Kessler tem problemas na linha ofensiva que irá protegê-lo, além da lesão leve de Terrelle Pryor que deve limitá-lo.

Waiver Esperança

Cameron Meredith, Chicago Bears; James White, New England Patriots; Jay Ajayi, Miami Dolphins; Marcus Mariota, Tennessee Titans; Brian Hoyer, Chicago Bears; Cole Beasley, Dallas Cowboys; Ty Montgomery, Kniles Davis, Green Bay Packers; Kenny Britt, Los Angeles Rams; Zach Zenner, Anquan Boldin, Detroit Lions; Kamar Aiken, Baltimore Ravens.

Se Cameron Meredith está disponível em sua liga, pegue-o, pois, o recebedor teve mais alvos que Alshon Jeffery semana passada.

James White é um monstro em ligas de PPR, e tem um apelo flex em ligas padrão.

Jay Ajayi pode ter um péssimo matchup nessa semana, mas o valor do corredor subiu e seria interessante guardá-lo para trocas ou como um reserva de luxo.

Quarterbacks são commodities complicadas de prever, mas muito parelhos quanto a produção, não tenha medo de escalar Hoyer ou Mariota com as Byes.

Cole Beasley é o alvo favorito de Prescott, e agora é uma boa hora de vê-lo escorregar nos waivers por causa da bye week de Dallas.

Ty Montgomery será, além do slot receiver dos Packers nessa quinta, o RB2 do time. Knile Davis vai dividir as carregadas com Montgomery enquanto Lacy e Starks estão fora por pelo menos 4 semanas, mas não espere números absurdos. Os Bears são horríveis na secundária e os Packers devem passar bastante.

Zach Zenner viu o maior número de carregadas na última semana, e com a volta de Dwayne Washington talvez seu valor caia. No entanto, é válida a procurada.

Se Steve Smith perder mais jogos, Aiken pode ser viável em ligas de 12 times ou mais.